Xadrez Verbal Podcast #239 – América Latina, Oriente Médio e Europa

Chegando mais um Xadrez Verbal no seu feed! Primeiro, comentamos as últimas notícias do Oriente Médio, como a nova visita de Macron ao Líbano e o acordo político em Israel. De lá vamos para a nossa quebrada latino-americana, com as reformas na Argentina, notícias do Brasil e nossos vizinhos. Finalmente, tudo o que aconteceu na Europa nos últimos quinze dias, incluindo eleições em Montenegro, relações com a Rússia e a expansão do Odebrechtquistão. Além disso tudo, nós giramos pelo mundo, a quinzena na História, peões da semana e dicas culturais fecham mais uma edição da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Editora Contexto

Filme 42: A história de uma lenda

Vídeo Quem foi Jackie Robinson e por que sua figura é tão importante nos esportes americanos

Vídeo Jackie Robinson é um ícone pelo que fez fora de campo, mas era um craque dentro dele

Filme Os Intocáveis

Livro As veias abertas da América Latina, de Eduardo Galeano

Filme Nove Rainhas

Pint of Science Brasil 2020Participação do Filipe: 08/09/2020, às 20h

XVII Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana (24 e 25 de setembro de 2020)

Ciclo de Formação do Levante Popular da Juventude – Participação do Matias: 08/09/2020, às 19h30min

Xadrez Verbal #126 – Rio Nilo, Oriente Médio e América Latina

Coluna O que propõe a reforma judicial da Argentina e como ela pode beneficiar Kirchner, por Isabella Mayer de Moura

Xadrez Verbal Especial Acordo Mercosul-UE – Parte 1

Xadrez Verbal Especial Acordo Mercosul-UE – Parte 2

Entrevista com o embaixador da Alemanha no Brasil, Heiko Thoms, “Alemanha quer acordo UE-Mercosul, mas precisa ver queda no desmatamento”, por Bruno Lupion

Matéria Brasileiro secretário da OEA para direitos humanos é demitido às vésperas de relatório sobre milícias e ataques a minorias no Brasil, por Ricardo Senra

Fronteiras Invisíveis do Futebol #75 – Jamaica

Fronteiras Invisíveis do Futebol #82 – Ruanda

Música de Encerramento Holiday in Cambodia, por Dead Kennedys

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:04:40 – Giro de Notícias #01
  • 00:45:10 – Coluna Aberta: Oriente Médio
  • 01:19:15 – Match: América Latina
  • 02:19:40 – Giro de Notícias #02
  • 02:37:20 – Xeque: Velho Continente
  • 03:12:10 – Giro de Notícias #03
  • 03:32:05 – Peões da Quinzena
  • 03:32:45 – Sétimo Selo
  • 03:48:50 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

23 Comentários

  • Olá meus caros. Venho comentar para falar algo que tá entalado há bastante tempo: Filipe, por favor, pare de dizer que você é burro/ignorante pq você não sabe algo específico sobre alguma coisa! Me dá câimbra mental ouvir você dizendo isso, pq você sabe que conhecimento ≠ inteligência.
    PS.: Queria muito ser amigo do Matias pois ele sempre fala do SPFC e do Uruguai, que são duas das minhas paixões!

  • Cara 3 horas? Três horas eu gasto no xvideos, eu esperei muito pra ter só três horas 😢

  • Mais um excelente programa Matias e Filipe, meus companheiros de turno (12h). Um abraço para ambos e um beijo apaixonado para Mara da Mágica dos Laços. Eheheh

  • Olá companheiros de ouvido. Sou pernambucano, e agradeço pelo ótimo (mas pequeno ^^) eps. Algo que gostaria de uma análise vossas quanto ao acordo da Sérvia em transferir a embaixada para Jerusalém. Há possibilidade de ter sido uma cãibra mental e desleixo do presidente antes de assinar? https://twitter.com/AAbdenur/status/1302350317883973635?s=19 e quanto desses, se for verdadeiro, acordos realmente ocorrem por ai com estes personagens de The Office coordenando potências?

  • Segundo uma colega de trabalho ucraniana, a vacina Sputnik-V foi testada em duas pessoas, a filha do Vladimir Putin e o Aleksei Navalny, e provou ser segura em 50% dos casos. O bom é que vocês podem ler esse comentário tanto no Xadrez “tradicional” como na edição com o Paladino 😉

    • Mais uma, que necessita de um pouco de contexto. O nome do veneno utilizado no Navalny (novichok) significa algo como “novato” em russo.
      Então, segundo esta mesma colega, um experiente agente da KGB e o Aleksei Navalny se sentam em um bar para tomar uma. O barman dá uma dose por conta da casa para o Navalny, que a toma e cai desacordado. O agente da KGB olha para ele balançando a cabeça e diz apenas “novichock”.

  • Pessoal, alguém sabe dizer qual a música que toca na vinheta do bloco sétimo selo?

  • Sobre o caso da “venda” de passaportes no Chipre, moro na Alemanha e em 2017 participei de uma conferência em Nicosia que aconteceu no Hotel Hilton. No lobby do hotel tinha algumas lojas, e uma delas era justamente do serviço de imigração para a “venda” de passaportes para a União Europeia. Pela minha memória, na época custava apenas 1 milhão de Euros. Infelizmente não encontrei nenhum caixa eletrônico para sacar o dinheiro e fazer a compra 😦

  • Na mesma semana que recomendaram o livro Fahrenheit 451, eu achei uma cópia dele em alemão pelas ruas de Hamburg.

    Alguém por aqui deve também assistir o Xadrez Verbal e achado que deveria jogar o lvro fora depois de ser recomendado neste podcast anarco-comunista. 🙂

  • Sobre uma das efemérides: A Tupi de SP deu origem ao SBT e a Tupi do Rio deu origem à TV Manchete, que virou RedeTV!, cuja estação de SP um dia foi a TV Excelsior, também outorgada à Manchete nos anos 80.

  • Olá Filipe e Matias.
    Eu acho que vou ter que passar a ouvir o programa de vcs com um bloco de notas, pois sempre que eu escuto as vezes eu tenho uma dúvida pra perguntar e quando termino o programa eu esqueço qual era a questão.
    O que eu gostaria de saber é porque a Bielorrússia mudou de nome para Belarus ? O mesmo vale para a República Tcheca mudando para Tchequía.

  • Flávia Giassetti Koshevnikoff

    Adoro ouvir vocês!! Mandem um beijo para o meu irmão, Gabriel, que me apresentou vocês e o fronteiras invisíveis do futebol!!!
    Foi hilário quando o Matias disse “Isso” em uma parte do programa logo após uma fala do Filipe sobre ele não saber ou lembrar de algo….Estou com o mesmo problema do Isaac Miguel…rs

  • Matias e Filipe, parabéns pelo exelente trabalho com o podcast! Vocês poderiam dar informações de como está a situação da Assembléia Geral da ONU deste ano com a pandemia? Já há informações acerca da data e se ocorrerá presencialmente ou online?

  • bom dia filipe, gostei muito dos seus comentários sobre “anacronismo” na live do blablalogia. Fora isto, recomendo que nunca se aposte biscoitos, mas sim bolachas! Pois o primeiro não existe,

  • Escrevendo um comentário nada a ver com o episódio só pra registrar que apesar de ser ouvinte do XV faz tempo nunca tinha ouvido o Fronteiras por motivo de detestar futebol e ter um marido atleticano doente, o que contribui com a antipatia a cada jogo do galo.
    Mas começei ouvir por motivos de eternentena e estou amando e distribuí pra todas as minhas amigas que odeiam futebol e amam história.
    Meu marido também está escutando e dá muitos palpites na parte do campo (a parte chata, mas que ñ estou pulando por motivos de marido) e pediu pra eu registrar sua revolta pelo fato de vcs não saberem que “13 é galo” :/
    Por favor mandem um beijo para suas novas ouvintes do Fronteiras, as queridas do “Grevinho”, nosso grupo de amigas unidas por amor, sororidade, práticas etílicas e movimento paredista. Amizade de greve é pra sempre!

  • Primeiro podcast que ouvi na minha vida, e já estou viciada no Xadrez Verbal! Parabéns à todos os envolvidos pelo excelente trabalho! Muita qualidade e personalidade! Abraços!!

  • Boa noite caros! Finalmente depois de 5 anos ouvindo vcs tomei vergonha na cara de virar colaborador. Só queria pedir um feliz aniversário do Átila pra munha esposa, Sabrina, internacionalista como eu que acompanha de tabela o programa faz anos. Matias, faz esse favor pra um conterrâneo do teu pai, da Fronteira da Paz

  • Sério que vcs criticam um jovem norte americano que se auto defendeu de vândalos que depredavam propriedade alheia? O que vcs esperavam? Que ele se entregasse a morte por linchamento? Vcs tem que mudar suas concepções de justiça. Outro é sobre a Argentina, vcs negligenciaram na cara de pau que ela está estatizando empresas para benefício próprio, que está havendo manifestações contra o governo, que o fechamento do país está fazendo a economia despencar e graças a esse governo bolivariano da Argentina (que protege bandido – visto que a vice presidente é uma) grandes empresas estão fugindo para o Brasil por causa da historicamente desastrosa política econômica dos nossos hermanos.

  • Gustavo Marães Ferreira

    Fala pessoal! blz? parabéns ae por mais um excelente podcast, sempre espero o sábado p/ começar o fds ouvindo esse podcast fodástico! Tenho uma pergunta que surgiu relembrando dos programas antigos: antigamente tinha o quadro do “menino neymar” ou algo do tipo, onde vcs falavam as barrigadas da impressa, vcs não pensam em trazer aquele formato novamente, comentando dessas grandes barrigadas? Mais uma vez, parabéns pelos programas e um grande abraço!

  • MARCIO HENRIQUE BOMBACINI

    Bom dia. Dead Kennedys??? Caraca!!!! Já ouvi um programa fechando com Sex Pistols, Será que um dia rola Toy Dolls ou Ramones? Taí um outro projeto: “Fronteiras invisíveis do rock and roll”. Fica dica. Como sempre ótimo programa. Parabéns pelo trabalho.

  • Olá Filipe e Matias, não tenho nada inteligente para comentar, só queria mandar um abraço para os ouvintes Anthony Rodrigues e Vitor Hugo. Fico feliz que no interior de Mato Grosso, quase na Bolívia, tenha mais gente com gostos parecidos.

  • Luis Eduardo Reis da Silva

    Ótimo programa como sempre, muito obrigado pelo conteúdo!!

  • Pedro Ivo Costa Rodrigues

    Ola Filipe e Matias!

    Estive quase comentando ja a alguns eposodios mas sempre me esquecia (perdao pela falta de acentuacao, o teclado cirilico nao permite)

    Estava sempre prestes a cobrar mais noticias dos Balcas, em especial da Bulgaria, onde vivo com a minha namorada. Estava para enviar alguns links e materias quando finalmente mencionaram os acontecimentos em volume anterior. Antes da minha mudanca para o pais admito que busquei em vao algum Fronteiras Invisiveis sobre a Bulgaria, fica ai o pedido. Me contentei com os episodios sobre Iogoslavia e Servia, que possuem breves mencoes ao pais, episodios alias que me iluminaram ao mudar para o Kosovo em 2017, causando belissima impressao nos locais, que nao sabiam de onde vinha meu conhecimento sobre a regiao.

    Vivi tambem no Kosovo e fiz parte do meu mestrado em Ciencias Politicas no departamento anti corrupcao de la, com algumas aulas lecionadas na Universidade de Prishtina (ironico, eu sei). Quem me fez comecar a ouvir o podcast inclusive foi um ouvinte ja mencionado por voces, Bruno Moller, hoje em Zagreb, que era meu colega de Mestrado em Portugal.

    Aqui na Bulgaria ja estamos sendo avisado a nao sairmos de casa no dia 22, dia da independencia, e as historias sobre os ataques a civis e jornalistas estao causando choque na populacao, o encarceiramento de um jornalista dinamarques foi noticia por um bom tempo aqui. Em minha cidade, Stara Zagora ( Augusta Trayana no imperio romano) temos um movimento reduzido porem ainda assim violento da policia com relacao a protestos.

    Sempre ouvimos o podcast no trabalho (em uma ONG), em casa, em viagens, obrigado pelas sempre sempre sucintas atualizacoes sobre esse caotico mundo da politica internacional. Nao perdemos um episodio, seja da versao com Atila ou a original.

    Gostava tambem de enviar um abraco ao Bruno e ao Vinicius, tambem importante na minha introducao ao podcast e ex companheiros de casa no Porto!

    Obrigado por tudo e continuem com o excelente trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.