Sobre o autor e contato

gravatarChamo-me Filipe Figueiredo, sou graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de me rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman, com tendências groucho-marxistas.

Este site, inaugurado em 2013 como um blog, não tem intenção outra além de servir como uma forma de publicar o que escrevo. Não que o que eu pense vá ter alguma grande importância. Escrever pra si, porém, é quase um ato de covardia.

Além disso, pragmaticamente, me incentiva a escrever, ler, interagir. O tipo de coisa que nunca é demais.

A maioria dos posts serão sobre política ou atualidades, domésticas e internacionais. Outros podem ser sobre cultura, esportes, receita de bolo, o que der na telha.

Caso queira saber mais, você pode ler o que já foi publicado na categoria de textos sobre o autor e sobre o blog. Um ou outro texto é pessoal, até. Além disso, aqui estão os colaboradores, que contam com minha gratidão, que já escreveram aqui no Xadrez Verbal.

Fui também colaborador do site de política internacional Opera Mundi e possuo um blog na seção brasileira do jornal Huffington Post.

E deixo claro que essa página não tem vínculo nem expressam a opinião ou a postura de quaisquer pessoas ou instituições com as quais eu tenha, ou venha a ter, relação.

Como entrar em contato, seja pessoal, seja profissional, com o blog?

Email: contato@xadrezverbal.com

No Facebook: Xadrez Verbal

No Twitter: Xadrez Verbal

Além, é claro, dos comentários, que são sempre bem-vindos.

Filipe Figueiredo

Anúncios

54 Comentários

  • Gostei! E ainda mais por se tratar de politica, atualidades, cultura e quem sabe receita de bolos kkkkk. Bom mesmo.

  • Luiz Ignacio Nogueira da Gama

    Parabéns pelo blog, Filipe. Li seu texto sobre a escravidão, em que você rebate o raciocínio raso do Narloch. Gostei bastante.
    Vivemos um tempo em que as discussões andam em baixa. Apenas agressões e superficialidades. As fragmentações andam a solta por aí.
    Abraço.

  • Caro Filipe, devo dizer que o seu blog foi um achado nessa internet, textos muito bons, claros e que explicam fatos complexos de forma simples.
    Sou engenheiro e hoje moro fora do pais (por isso a falta de acentos, ainda nao os achei nesse teclado britanico) mas tento acompanhar as noticias, em especial sobre politica internacional e politica externa Brasileira, e tento escrever, com a ajuda de alguns amigos, sobre o Brasil atual. Deixo o site no link, se quiser dar uma passada la (esta um pouco desatualizado, estou cuidando disso) serei muito grato.

    Um abraco e continue com o excelente trabalho.

  • Quando vejo um blog como o seu, me arrependo de ter perdido tempo na internet com bobagens e não investido meu tempo AQUI NO XADREZ VERBAL! Adorei muito sua didática, seus vídeos e essa proposta de um canal informativo sério e bem feito. Parabéns e boa sorte!!

  • Filipe no meu programinha de podcasts vocês entraram recentemente ao pesquisar esporadicamente por algo interessante e ouvi uns dois podcasts de uma vez. Parabéns pela profundidade dos temas abordados e principalmente não serem censurados pelo politicamente correto (apesar de algumas hesitações breves que acabam virando alguma piada boa).
    E sou contra a ditadura gay!!

  • Esses videos são excelentes! Tenho visto muita similaridade de matérias e obras com o CACD do Instituto Rio Branco. Coincidência, mano?

    Gratidão por compartilhar esse conhecimento e tempo para conosco!

  • Filipe, gosto muito do podcast e já o recomendei para vários amigos. Só tenho uma critica, que você inclusive já disse estar ciente. A variação de seu áudio. Costumo acompanhar hoje quase 20 podcasts, e os ouço quase sempre no ônibus indo para o trabalho. E com essa variação as vezes não consigo te ouvir direito, mesmo com o volume no máximo. Em alguns casos chega a ser tão complicado que deixo de ouvir aquele episódio e pulo para o próximo.
    Fora isso, admito muito o trabalho de vocês e continuarei a ouvir e recomendar.

  • Yuri Martenauer Saweljew

    Felipe parabéns pelo Blog e Podcast !

    Tenho acompanhado ambos a cada postagem, e minha curiosidade e ousadia me fazem perguntar:

    Cara, vc tem interesse em um Geografo pra colaborador ? ahahahah se precisar um dia, estou a disposição.

    Abraços e novamente parabéns pelo trabalho.

    Yuri

  • Aran Akie Pinto Dias

    Olá Filipe, tudo bem. Meu nome é Aran e tenho 20 anos e moro no Rio. Achei muito bom e necessário a criação do blog e do podcast. Se fosse possível, fazer o próximo episódio do podacast Xadrez Verbal sobre a Questão Curda, falando sobre sua história, apresentando um pouco da sua cultura e porque são mal tratados no Oriente Médio. E é claro, qualquer dúvida ao meu nome, ele é indígena

  • Ótimo podcast, recomendo a todos, o único problema é a disparidade das vozes do Felipe e do Matias que tem alturas muito diferentes e em alguns momentos quando vocês aumentam o tom para dar ênfase, dói o ouvido de que usa fones, principalmente o Matias.

  • Conheci o Xadrez Verbal por meio do podcast dos Dragões de Garagem, no episódio sobre Armas Nucleares. Gostei muito e fiquei impressionado com sua articulação e conhecimento sobre política e história. Vou te acompanhar, tentar ler seus posts, na medida do possível.

  • Aran Akie Pinto Dias

    Bom crepúsculo pessoal do xadrez. Muito interessante esse encontro de países de Viena que vocês citaram, e também de ficar sabendo que lá é um ponto para discussões geopolíticas e democráticas. Me corrija se eu estiver errado mas, o irônico é que a Áustria também foi anexada a Alemanha Nazista e passou a representar um dos regimes conhecidos pelo senso comum menos e democráticos e opressores do século passado

  • Aran Akie Pinto Dias

    Olá pessoal do xadrez, tenho uma pergunta. Quando foi citado no nercast e depois no último cast, o Islã não tem uma liderança centralizada. Dada as circunstâncias um chefe califa poderia ser um porta voz ao mundo para contestar as atitudes contra o auto intitulado Estado Islâmico e discursar mensagens de paz para o mundo?

    • Olá! Não tenho formação no tema, apenas certas discussões nas aulas de história medieval oriental q tenho, porém creio que nenhum califa possa ser porta voz da islamismo como um todo, ainda assim vc pode ver sim diversos líderes das diversas mesquitas, inclusive no Brasil, se posicionando claramente contra o Daesh, replicando as mensagens de paz e harmonia e alegando, com seus próprios argumentos (que para mim são mais que válidos a partir do alcorão), que o Daesh não segue os preceitos muçulmanos.

  • Caro Filipe,

    Gostaria de sugerir um programa com um apanhado breve sobre as guerras travadas na América do Sul uma vez que esse assunto é totalmente ignorado pelas escolas, principalmente a guerra envolvendo Chile, Bolívia e Peru (que culminou na perda do acesso ao oceano por parte da Bolivia) e os conflitos envolvendo a região do rio da Prata, incluindo a Guerra da Prata que, até onde vi, não consta nos livros de HIstória de Ensino Médio.

  • Primeiramente parabéns pelo podcast, acompanho sempre. Nem sei se aqui é o lugar certo, mas gostaria de uma dica de livro não tendencioso para ambos os lados sobre a URSS.

  • O Xadrez Verbal é num dos meus podcasts favoritos. Espero ansioso toda semana pela novos episódios. Agradeço muito ao Filpe e ao Matias por contribuíram com a podosfera com esse podcast de ótima qualidade. Aprendo muito com vocês! Valeu!

  • caro Filipe primeiro parabéns pelo xadrez verbal meu podcast favorito. segundo referente ao podcast 39 o serviço secreto britânico é o MI-6 e não M16
    grande abraço

  • Caraca Filipe. Tentei tanto me inspirar em você pra fazer uma redação no concurso, que comecei a ler o texto na minha cabeça com a sua voz. Bizarro.
    Mas sério cara, você mudou minha vida. Meu modo de pensar nunca mais será o mesmo graças a te ouvir falar de forma tão ponderada e profunda sobre cada assunto, estimulando a pensar bem antes de falar.
    Vlw mesmo.
    Tudo de melhor sempre pra você

  • Gustavo Gonçalves

    Estou comentando aqui no espaço para elogiar o trabalho de vc em conjunto com matias pinto e todos os podcasts do fronteiras invisíveis foram show. Escutei todos Galiza, Gales, Coreia etc. Uma sugestão seria o do pais basci e a catalunha que são temas riquíssimos a serem abordados.

  • Oi Filipe! Parabéns pelo trabalho! Comecei a assistir nerdologia e estou amando!
    Aproveito para perguntar se voce sabe me dizer se em breve tem algum evento/palestra/seminário sobre história (qualquer tema)?
    E também eu encontro em algum link indicações de livros de história?
    Abs!!

  • Filipe,

    Você mora em Curitiba assim como o Ivan do canal Anticast?

    Abraço!

  • Pingback: Nerdologia exclusivo de História – Professorvirtual.org

  • Pingback: 50 Canais do Youtube que valem a pena conhecer! | Estranhosidade

  • Gostaria de saber sobre Qual a função atual do Estado? No sentido de “vamos sucatear para privatizar”, para quê se mantém o Estado?

  • Sou do time que não se importa com o tamanho do programa! Quando maior melhor (uuuiii)! Parabéns pelo trabalho de extrema qualidade! Abraços!

  • Tendências Grouxo marxistas! Adorei, Muito bom!

  • Macaca de auditorio de vc e mathias, e tendenciado a ser patrocinador, desafio-lhos, haaaaaa, a especial de sir richard francis burton.
    Certo de, no mínimo, uma ssaaasstiffaacccaao!!! Subscrevo-me!!

    Subscre

  • José Carlos Silva Lemos

    Quero saber qual a pior herança deixado pelos portugueses? Obrigado

  • Olá Filipe,

    Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelos trabalhos no Xadrez Verbal, tanto no site, como também no podcast.
    Conheci o XV em setembro/2016 e, desde então, ouço todos os programas. Vocês são ótimos !
    Atualmente estudo para o concurso de admissão ao Instituto Rio Branco (CACD), e tenho certeza que o Xadrez Verbal ainda vai me ajudar muito nesse caminho.

    Feitos estes breves comentários, gostaria de pedir um favor:

    Considerando que sua especialidade é História, e também que você manja bastante de Política Internacional, gostaria de solicitar indicações de textos, artigos, mas principalmente livros, sobre o Oriente Médio. Acredito que é um tema muito importante não apenas para o concurso, mas também para a vida.

    Me considero um absoluto leigo no assunto, e gostaria de mudar isso.
    Muitas vezes ouço vocês comentando notícias a respeito dos conflitos no Oriente Médio, e sinto que me falta muita informação a respeito do tema, sobretudo a base histórica sobre a origem dos problemas e dos conflitos.

    Entre os temas que me interessam, e sobre os quais gostaria de ler e aprender mais estão:

    – Raízes históricas do povo árabe (deslocamentos, diáspora e os conflitos na Antiguidade);
    – Diferenças históricas entre as duas vertentes do Islamismo: xiismo e sunismo, e como elas impactam nos conflitos atuais;
    – Diferenças dos grupos étnicos do Oriente Médio: árabes, curdos, turcos, etc.;
    – Embates entre Judeus e Muçulmanos;
    – Origens históricas das polêmicas envolvendo a criação do Estado de Israel e do Estado da Palestina;
    – Liga Árabe;
    – “Primavera Árabe”;
    – Origem das ligações “suspeitas” entre EUA e Arábia Saudita.

    Peço desculpas pela enormidade de temas, mas ocorre que são muitos assuntos sobre os quais eu não tenho conhecimento, e gostaria de entender os noticiários e os comentários políticos a respeito.

    Desde já agradeço a atenção e a resposta.

    E mais uma vez, parabéns pelo Xadrez Verbal. Que ele ainda tenha muitos anos de vida !!!

    Um abraço.

  • ADIANTA O XADREZ VERBAL AI QUE EU QUERO SABER DA TRETA DO MISSEIS COM O TRUMP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Além do ETA, o próximo programa poderia falar da operação mãos limpas – não sei se já falaram em podcasts antigos.

  • o padre Alexandre não é o único clerical que ouve o podcast. eu também ouço religiosamente todo sábado.
    att
    bruno costa osb. padre e monge beneditino.

  • Victor Assunção Machado

    Boa tarde Felipe e equipe do Xadrez Verbal. É sempre um prazer ouvir as vossas notícias em formato podcastal! Em casa, no trabalho ou trânsito, estou firme e forte ligado “nocêis”. Meu sotaque não esconde que sou de Goiânia, no entanto detesto sertanejo! Casado, pai, crente (protestante) e CACDista desde ano passado. Os posts tem sido de muita valia para meus estudos!

    Conheci o trabalho de vocês através do sensacional Carter (EDFL) e recomendo a todos!

    Grande abraço!

  • Comecei a acompanhar o podcast Xadrez Verbal a pouco tempo e gostei, vocês trazem muita informação de uma forma completa e ponderada. Apenas acho difícil acompanhar todos os programas semanalmente, coisa que gostaria de fazer, porque ouço os podcasts no carro e o programa é muito longo, e sinto que se vocês fossem menos prolixos poderiam passar as mesmas informações e opiniões em 1h – 1h30min. Mas de qualquer forma vocês estão de parabéns pelo trabalho fora da linha mainstream da imprensa. Abraços

  • Feroz o programa! Gosto para caralho do Xadrez Verbal e das Fronteiras Invisíveis do Futebol.

    ¡BAMO ARRIBA!

  • Tenho uma dúvida: quando o Matias faz a chamada pro bloco de economia da Prof.ª Vivian Almeida, ele chama o GAMBITO (com “G”) da Dama. Mas quando toca a vinheta, a menina fala “CAMBITO” (com “C”). Afinal, qual o correto ?

  • “groucho-marxistas” kkkkkkkkkkkk gatilho de tretas.

  • Nesse mar de ignorância que a internet se tornou seu site é um achado. Parabéns Filipe, por produzir conteúdo de qualidade!

  • Filipe,
    Muito bom o podcast. Moro no Japao e e bom ouvir as noticias norte-coreanas sob outro angulo!

  • Luciana Caldas Gonçalves

    Gostaria de agradecer à equipe do programa por me proporcionar momentos de tanta aprendizagem de uma forma divertida e didática. Os programas são sensacionais. Depois que descobri o xadrez verbal, passei a ter uma visão de mundo muito mais rica, crítica e distante do senso comum. Sou formada em Arquitetura e Ciências Sociais, mas adoro relações e política internacionais. Se fosse mais novinha até faria outro curso superior nessa área…mas…já fico satisfeita em ouvir o Xadrez Verbal toda semana. Tenho talvez mais idade que a média dos ouvintes do programa. Participei do comício pelas Diretas Já na Candelária e fui ao Rock in Rio 1 e tenho um orgulho danado disso. Bem, se precisarem de relatos de história oral de uma cinquentona, estou às ordens! Kkkk Mas sem brincadeira, vcs são top de linha! E olha que sou exigente! Só gosto de ouvir pessoas inteligentes e lúcidas! Parabéns pessoal! Desejo que esse programa possa ficar cada vez mais conhecido e que vcs fiquem tão famosos (e ricos) quanto nosso menino Neymar! Abraços com carinho! Luciana.

  • Pablo Barroso Rocha

    Filipe, saiba que tem em mim um fã (não que vá ter alguma importância, usando suas palavras). O Xadrez verbal contribui significativamente para a informação, politização e manutenção de nós ouvintes como cidadãos conscientes. Parabéns e obrigado pelo trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s