Xadrez Dominical – Filmes sobre a Primeira Guerra Mundial

Caros leitores, na última semana foram as datas que podem ser consideradas os aniversários do Centenário da Primeira Guerra Mundial. O motivo do plural? No dia de 28 de Julho de 1914, o Império Austro-húngaro declarou guerra à Sérvia; No dia Primeiro de Agosto de 1914, a Alemanha entrou em guerra com a Rússia e, finalmente, no dia Três de Agosto, a guerra chegava na Europa Ocidental, com a declaração de guerra alemã contra a França. A importância do centenário é indiscutível, tanto que já foi tema exclusivo de dois Xadrez Dominical por aqui, um sobre o caminho para a Primeira Guerra Mundial e outro sobre o Domingo de Lembrança; além disso, esteve presente em outros posts da categoria, como o de Natal. Aqui neste post teremos cinco dicas de filmes sobre a Primeira Guerra Mundial que ainda não foram citados aqui no blog.

Primeira dica é o filme mais recente, Pelotão de Elite, mais um dos belos exemplos de tradução no mercado brasileiro; o título original, Beneath Hill 60, seria traduzido como “Abaixo da Colina 60”. O filme australiano conta a história real de uma companhia de escavação, baseado no diário do Capitão Oliver Woodward, protagonista do filme.

Trailer

 

Sinopse do AdoroCinema : O ano é 1916. Em plena I Guerra Mundial, Oliver Woodward (Brendan Cowell) era um gerente de mineração que tem a missão de assumir uma operação com explosivos, em túneis escavados sob as linhas alemãs. Um dos objetivos era explodir a chamada Colina 60 para eliminar, com um só golpe, grande parcela do exercito alemão nas trincheiras ocidentais. Mas, para que o plano executado com sucesso, ele precisará fazer diversos sacríficios, como abandonar seu grande amor. Baseado em uma história real.

Segunda dica é o único filme a ganhar o Oscar de Melhor Filme (O Artista, de 2011, não é considerado um filme mudo, tecnicamente). Asas, de 1927, é um clássico. Todos, absolutamente todos, os filmes de aviação desde então são inspirados no estilo de filmagem dessa obra. Com duas das maiores estrelas da época, Clara Bow e Charles Rogers, Durante muito tempo, achou-se que o filme estava perdido; em 2012, a Paramount lançou uma versão totalmente restaurada em HD.

Vídeo de divulgação da restauração

 

Sinopse do AdoroCinema : Jack Powell (Charles Rogers) e David Armstrong (Richard Arlen) são dois homens que vivem numa mesma cidadezinha americana e se tornam rivais quando passam a disputar o  amor da mesma mulher, a bela Sylvia Lewis (Jobyna Ralston). O que Jack não sabia era que a inocente Mary Preston, uma moça para quem ele nunca deu muita atenção, está perdidamente apaixonada por ele. Os dois se alistam no serviço militar e se tornam aviadores durante a Primeira Guerra Mundial, tendo que combater os alemães na França. Disposta a ajudar Jack, Mary decide arriscar sua vida e sua carreira como enfermeira viajando para a Europa em busca de seu amado.

A terceira dica é outro clássico da aviação, com algumas das melhores atuações dos maiores canastrões do cinema. Crepúsculo das Águias, de 1966, conta com George Peppard, James Mason e a musa dos anos 1960, Ursula Andress. O título original do filme, Blue Max, era o apelido da condecoração prussiana Pour le Merite, a principal condecoração por combate e peça central da trama. Mistura o drama das trincheiras com intriga política e cenas de combate aéreo.

Trailer

 

Sinopse do InterFilmes : James Mason, George Peppard e Ursula Andress abrilhantam este comovente drama ambientado na Alemanha durante o fim da 1ª Guerra Mundial. Bruno Stachel (Peppard), um camponês promvido à elite da força aérea alemã, se vê batalhando contra o inimigo nos céus, mas também contra o preconceito de seus colegas da aviação nascidos em outra classe social. Para superar seu estigma, Stachel prova que não medirá esforços – honrados ou desonrados – para ganhar a medalha mais cobiçada na aviação do seu país: a Blue Max . Mas ele logo descobre o preço que precisa pagar para ser chamado de herói… Um filme consagrado por sua história corajosa e por suas cenas aéreas espetaculares.

A quarta dica é um clássico, independente do gênero de filme. Glória Feita de Sangue, de 1957, de Stanley Kubrick, estrelando Kirk Douglas e considerado um dos maiores filmes de todos os tempos em diversos rankings. O título original, Paths of Glory, seria melhor traduzido como “Os Caminhos da Glória”. O filme possui uma pesada mensagem contra a guerra e seu índice de aprovação no Tomatômetro, o maior site de avaliações e críticas de cinema do mundo, é de quase 100%. Assistam, ponto final.

Trecho do filme, legendado

 

Sinopse do AdoroCinema : Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Mireau (George Meeker), um general francês, ordena um ataque suicida e como nem todos os seus soldados puderam se lançar ao ataque ele exige que sua artilharia ataque as próprias trincheiras. Mas não é obedecido neste pedido absurdo, então resolve pedir o julgamento e a execução de todo o regimento por se comportar covardemente no campo de batalha e assim justificar o fracasso de sua estratégia militar. Depois concorda que sejam cem soldados e finalmente é decido que três soldados serão escolhidos para servirem de exemplo, mas o coronel Dax (Kirk Douglas) não concorda e decide interceder de todas as formas para tentar suspender esta insana decisão.

Falando em libelo contra a guerra, a quinta e última dica é um dos principais filmes do tema. Nada de Novo no Front, de 1930, baseado no livro de mesmo título de Erich Maria Remarque, editado no Brasil pela L&PM. Venceu os Oscar de Melhor Filme e de Melhor Direção; assim como Glória Feita de Sangue, também é considerado um clássico e seu índice no Tomatômetro também é de quase 100%. Conta a história de um soldado, Paul Bäumer, desde a escola até o final da Primeira Guerra Mundial. Também foi recentemente restaurado para alta definição. Uma refilmagem foi feita em 1979, sem o mesmo impacto.

Trailer original da época

 

A menção do post de hoje é repetida, mas não menos útil. Para um panorama geral do conflito, não posso recomendar o suficiente a série The Great War and the Shaping of the 20th Century, que conta com Judi Dench na narração, Liam Neeson, Ralph Fiennes, Jeremy Irons entre outros grandes nomes. São oito episódios de cerca de uma hora cada. Assistam, e tem legendas em português na net; caso prefiram, este canal tem todos os episódios no Youtube, em inglês.

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!

*****

Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

*****

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial. E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

 

 

Anúncios

3 Comentários

  • Recomendação de joguinho: recentemente a Ubisoft desenvolveu e lançou um game muito bom sobre a Primeira Guerra chamado “Valiant Hearts: The Great War”. Saindo da tendência dos FPS (tiro em primeira pessoa), o jogo foca na narrativa, contando as histórias interligadas de quatro protagonistas (e um cachorro), cada um de uma nacionalidade: como se envolveram com a guerra – convocação, deportação, voluntariado – e o que o conflito acarretou na vida de cada um. O trabalho de pesquisa para o desenvolvimento foi bem feito, as histórias foram inspiradas em correspondências trocadas por soldados e suas famílias, os itens colecionáveis são todos reais e possuem uma descrição que os contextualiza historicamente e as informações variam de acordo com a localização do jogo – joguei em português e, para minha surpresa, haviam alguns dados sobre o Brasil no período do conflito. O game saiu para as principais plataformas (PC, PS3, PS4, X360 e XONE) com preço muito acessível.

  • Pingback: Resumo da Semana – 28/07 a 03/08 | Xadrez Verbal

  • Pingback: Resumo da Semana – 03/08 a 09/08 | Xadrez Verbal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s