Xadrez Verbal Podcast #165 – Eleição nos EUA, referendos e América Latina

Chegou no seu feed mais uma edição da sua revista semanal de política internacional em formato podcastal! Matias Pinto e Filipe Figueiredo vão até os Estados Unidos, falar das eleições de midterm, de meio de mandato.  Contamos com a ajuda do Gustavo Rebelo, da Flórida, para passar os resultados, a composição do Legislativo, eleições estaduais e quem ganha e quem perde.

Passamos por referendos pelo mundo, com a Nova Caledônia decidindo continuar parte da França, e votações no Caribe e em Madagascar. Novamente passamos aqui pelo nosso Brasil, avaliando o que mais saiu sobre a política externa do presidente eleito Jair Bolsonaro, como o cancelamento de um evento pelo governo Egípcio. Giramos pelo mundo, economia com a professora Vivian Almeida, a semana na História, peões da semana e dicas culturais fecham mais um podcast do Xadrez Verbal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Editora Contexto

Post com cinco dicas de filmes sobre a Primeira Guerra Mundial

Post com cinco dicas de livros sobre a Primeira Guerra Mundial

Episódio Yellow, dos Contos da Cripta

Filme O Favorito (The Front Runner)

Música I want to break free, do Queen

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:14:41 – Giro de notícias #1
  • 00:27:30 – Coluna aberta: Referendos na Nova Caledônia e Caribe
  • 00:47:13 – Efemérides: A Semana na História
  • 00:52:46 – Match: Política externa brasileira e América do Sul
  • 01:25:55 – Xeque: Midterms nos EUA
  • 02:12:54 – Gambito da dama: Projeção de longa duração para economia brasileira
  • 02:25:33 – Giro de notícias #2
  • 02:39:29 – Peões da semana
  • 02:43:22 – Sétimo selo

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

38 Comentários

  • Saiu mais tarde mesmo. Tive de atrasar minha faxina de sabado de manhã na Austrália. Fica aqui o meu protesto.

  • Bom dia, pessoal. Passando só pra pedir um salve pra mim, pra minha esposa Amanda e minha mãe Graça, todos ouvindo aqui de Paudalho/PE. Ótimo programa, como sempre.

  • Luis Eduardo Ferreira

    Podem deixar o programa do tamanho que está, prefiro que saia o mais cedo possível mesmo sem edição (tah eu sei que existe uma edição, mas vocês entenderam…..)
    Além disso sobre o feed, só para saberem, ouço os podcast em um nokia c5-03 (symbian), sim eu tenho um Android, não sou hipster igual esse tal de Pirula, mas o nokia dá para ouvir correndo, andando de bike etc…. além disso a bateria tem duração próxima a um reator nuclear. O dia que criarem um novo tipo de feed e desativarem o rss estou perdido….

  • Comecei a podcasts somente esse ano e também me assustei quando vi que tinha 3 horas (ate então escutava alguns que duravam poucos minutos). Meu recado pros novos ouvintes é que esse susto leva no máximo 2 ou 3 episódios, pois agora eu já acho curto e até gostaria que fosse maior. Abraços

  • O conceito de virgindade nos tempos anciões significava apenas “não casada”, não era relacionado a atividades sexuais. Algumas sacerdotisas eram virgens porque escolheram ou foram escolhidas para uma vida de adoração, era só uma questão de status social,não de… prática(?). Artemis é tida como a deusa das virgens, deusa das mulheres que não casaram, e até mesmo… lésbicas, é de se entender a razão delas escolherem essa vida ao casamento. Muitas religiões antigas tinham “Deusas Virgens”, simbolizando poder feminino e, toda por si própria ou livre/solta de um homem. Pode ser o nó de tradução de um certo livro famoso ai que bagunçou tudo isso. Agora, sobre a rainha.. talvez all of the above?

  • Delícia mesmo é ouvir o programa todo. Se puderem mandem um alô para a galera de Ciência Política da UFPE.

  • Sobre as milícias anti-homossexuais da Tanzânia, cabe lembrar que Zanzibar, parte da formação do referido país desde 1964, é berço de Farrokh Bulsara, também conhecido como Freddie Mercury.

  • Opa, meu nome é Artur Brilhante (Recife-PE). Se puderem, mandem um salve pra minha mãe. Eu sou de direita, e ela é esquerda, e eu, naturalmente, escuto diversos podcasts. Eu sempre escuto o podcast de vocês lavando os pratos, então ela é obrigada a ouvir, e confunde o de vocês com os outros e sempre diz: “Tira isso. Não sou obrigada a ouvir, é de direita”. Então mandem um salve pra ela pra que ela perca o preconceito com vocês e, se quiser, defendam-se 😀 OBS: O nome dela é Laíze. (Sim, as eleições foram um pouco conturbadas aqui em casa)

  • Acabo de ouvir vocês falando para não confundir o armistício com o fim da primeira guerra e vejo a seguinte manchete no site do G1: “Femen denuncia ‘criminosos de guerra’ entre convidados para celebrar armistício em Paris
    Ato de celebração do fim de Primeira Guerra Mundial terá cerca de 70 chefes de Estado e de governo, entre eles Donald Trump e Vladimir Putin.”

    Fica a dica de sugestão pra menino neymar semana q vem.

    Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/11/10/femen-denuncia-criminosos-de-guerra-entre-convidados-para-celebrar-armisticio-em-paris.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=g1&utm_content=post

  • Filipe, você saberia me dizer como é o mecanismo legal/político para se mudar uma embaixada brasileira de cidade? Tipo o executivo pode fazer isso na canetada ou vai ter que negociar com o congresso?

  • Carne a gente exporta para o mundo todo quando reduzir tarifas alfandegárias, manda os malucos do oriente médio plantar batata no deserto e muda a capital de Israel.

  • Bruno GIldo Dalla Vecchia Morales

    Sobre os campos de concentração de japoneses nos EUA, comentado pelo Matias: Mike Shinoda (integrante da banda Linkin Park) compôs uma música sobre isso, intitulada Kenji (seu nome do meio) para seu primeiro álbum solo (Fort Minor – The Rising Tied). Ele que é neto de japoneses, relata na letra da música o que ouviu dos tios e avós sobre o episódio. A música inclusive conta com trechos de gravações de áudio dos próprios parentes relatando o caso. Abraços de Porto Velho, RO e continuem com o bom trabalho.

  • Uma questão sobre a “agressão” do Jim Acosta à estagiária do the apprentice temporada casa branca é que o vídeo compartilhado pela Sara Huckabee sanders que você citou, Filipe, foi editado.
    Aqui tem uma análise ponto a ponto do the independent¹, e como em certo evento pescotapa que eu acho que somos jovens demais para nos lembrar alguns frames foram engolidos na versão casa branca. O movimento do braço com certeza ocorreu, mas a versão da Sanders acelerou ele. Aliás, para melhorar, a fonte dela ao que parece foi um contribuinte do infowars². A velha ladainha do “câmera lenta faz parecer que o zagueiro tentou matar alguém” pode ter sua razão de ser vez ou outra.
    Aliás, não sei se você vai ler esse comentário no programa, mas da última vez em que você leu um meu nome também sofreu edições MALDOSAS, só por registro, é: A-b-i-n-a-d-a-b. Com muita consoante, mas só um D.

    ¹.
    ²

  • marcelo borret cortez

    Mais um excelente programa. Valeu Matias e Filipe pelo empenho, didatismo e compromisso com a VERDADEIRA INVESTIGAÇÃO jornalística. E vale um puxão ou vários no recém eleito governo brasileiro que tem demonstrado enorme falta de conhecimento nos assuntos de política internacional e o que é PRAGMATISMO. Tentar nos empurrar goela abaixo o discurso vazio e rasteiro da desideologização é o mesmo que afirmar a imparcialidade como diretriz das nossas escolhas. TODOS NÓS, todos nós temos ideias que conduzem as nossas ações, mas dadas as condições objetivas, não raras vezes, temos que agir em prol de uma circunstância maior. O papel de qualquer governo deveria ser o de elucidar o que norteia as suas ações e não mascarar em torno de falsos argumentos.

  • Olá meus caros Matias e Filipe, meu nome é Éder Dantas e sou engenheiro aqui na Embraer em São José dos Campos. Acompanho o programa de longa data, ele foi a minha porta de entrada para podcastosfera, e como ouvinte antigo fica aqui minha sugestão: loja de camisetas do Xadrez Verbal com as frases “Vanuatu, república vanguardista.. eu conheço”, “Abaixo o volume porque lá vem…Breeakiing Neeeewsss!” ou então “Bom Crespúsculo!” (se bem que essa poderia dar algum problema de namerights hehe)
    Esta seria uma boa forma de quem não é apoiador não só apoiar de alguma forma o canal como também reconhecer os irmãos de “washing dishes simulador” na rua.

    Parabéns pelo belíssimo trabalho, gostaria de pedir um salve pra mim e pra minha noiva Camila Argento que também os ouvem sempre

    Abraço

    Éder

  • Ótimo programa como sempre. Acompanho o podcast há quase dois anos, mas somente recentemente passei a escutá-lo da “maneira correta”, principalmente devido ao início dos meus estudos de Relações Internacionais. Meus caros, também peço que recomendem um conteúdo sobre a A Grande Guerra, o canal do Youtube The Great War. Um conteúdo feito com primazia e que me ensinou muito.
    https://www.youtube.com/user/TheGreatWar
    Grato e, por favor, um salve para Roraima. (leia-se Roráima em caso de dúvida)

  • Queria pedir um abraço pra criatura que me apresentou o Xadrez Verbal, vulgo meu benzinho (Hahaha!) Desde o começo do ano vocês têm sido minha companhia no ônibus pra UnB. 😉

  • Mandem um alô para Palmeira dos índios, Alagoas. Sou um grande ouvinte de vocês! Ouço todos os dias indo para o trabalho na cidade vizinha de Igaci. Abraço, Felipe e Mathias!

  • Oi Matias e Filipe!

    Queria mandar um Salve para a minha noiva chinesa 黄旋 (pronunciado Huang Xuan, literalmente “amarelo circulante”), para o Bruno de Florianópolis (que me apresentou o podcast) e para o bom povo de Sumaré-SP.

    Trabalho em uma empresa chinesa de tecnologia de segurança umas 70 horas por semana e faço binge de Xadrez Verbal em vôos internacionais de 30 horas. Posso afirmar que o programa já foi ouvido sobrevoando Amazônia, México, o Pacífico, Índia e Xinjiang. Uma hora dessas envio pra vocês um pacote de snacks chineses perigosamente apimentados.

    Aproveitando, deixo a dica também do Sinica – é um grande podcast atuais sobre assuntos chineses, inclusive relações internacionais, hosteado pelo roqueiro heavy-metal ex diretor de comunicação internacional do Baidu Kaiser Kuo: https://supchina.com/series/sinica/

    Abraço!

  • Sou graduando em Engenharia Elétrica pela Unifavip Wyden de Caruaru-PE, porém resido na cidade de Pesqueira-PE e vocês são minha companhia enquanto faço projetos elétricos, estudando e se informado de tudo, valeu!

  • Bom dia tem no youtube uma série ótima sobre a primeira guerra, ela é da BBC. https://youtu.be/lKM0TD6AALg?list=PL1A0F936334AD5D05, gostaria de mais indicações de podcast’s.

    Manda um abraço para Wanessa, sua nova ouvinte.

  • Olá Filipe e Matias, sou Lucas Andrade, estudante da 10ª fase de Direito em Videira/SC.

    Escuto o podcast desde os primeiros episódios, motivo pelo qual logo me interessei pelo tema de política e direito internacional (caminho sem volta), tanto que concluí a elaboração de um artigo sobre o MERCOSUL que irei apresentar à banca avaliadora na próxima segunda-feira, dia 19/11 (estou me esforçando para resistir ao vício de falar DOLETAS, no meio da apresentação).

    Peço que mandem um abraço para meu orientador de TCC Luiz Fernando Vescovi, que muito me auxiliou na produção do artigo.

    Enfim, desejo muito sucesso a vocês e que continuem repercutindo as notícias, fofocas e bastidores da política internacional dessa forma espontânea e didática.

    Desde já agradeço a atenção.

  • Agradecer aí o Filipe falando em italiano que fiquei rindo bastante no domingo tendo prova de economia internacional no outro dia e tava bem triste só pensado na prova. Manda um alô lá pra Economia da UFC!

    Vitor Pacheco
    Fortaleza, Ceará

  • Micro câimbra mental: 1/3 é 66,6666…%, e não 60%

  • Toda vez que o Matias diz a palavra “Senado”, eu lembro da trilogia ruim de Star wars.

  • Boa tarde, Xadrez verbal sempre é uma companhia pra lavar louça, vou ter até que comer fora de casa na próxima semana, já que não terá podcast.
    Quanto ao Texas, se fosse um país, seria a 10a maior economia do mundo, segundo dados de 2015, enquanto que o estado na Califórnia estaria na quinta posição (2017).
    Um abraço a todos de Sergipe, nunca vejo pessoal do estado por aqui e seria interessante um fronteiras invisiveis do futebol nordestino em geral para privilegiar os estados com menor expressão no esporte também.
    Abraços.

  • Anunciado ministro relações exteriores
    Envenenamento de filho de testemunha na Colômbia (Odebrechtquistão)
    Acordo do Brexit
    Esse programa da próxima semana vai ter umas 8282737484884388474 horas…

  • Excelente programa como sempre. A frase: “gloriosa república de Vanuatu reconhece o genocídio Armênio” talvez sejam os cinco segundos mais representativos da história do podcast.
    E já estou ansioso pelo programa da semana que vem com todas as notícias que saíram só essa semana.
    Sobre o novo ministro das relacoes exteriores que foi anunciado, acabei de ler uma notícia no Estado de SP expondo as visoes dele sobre a “falta de nacionalismo europeu”. Me chamou a atencao esse parágrafo:

    “É interessante ler lado a lado os historiadores europeus que escrevem hoje sobre a Grécia e Roma, por exemplo, ou sobre qualquer outro assunto, e aqueles que escreviam no Século XIX, antes do grande cataclisma, da grande desnacionalização do Ocidente a partir da Primeira Guerra”, disse (o futuro ministro). “Aqueles de então viam‐se claramente dentro da História que contavam, participavam, falavam com a paixão e o empenho de quem sente, de quem conhece as pessoas de que fala, eram íntimos de Péricles e Godofredo de Bulhões”, apontou.”

    Como estou lendo o livro do Clark sobre as origens da primeira guerra, achei essa posicao no mínimo excêntrica (eufemismo), já que o nacionalismo é um dos principais fatores que a causaram. Mas queria saber também a sua opiniao, Filipe, sobre a escolha de exemplos de personagens históricos: Péricles e Godofredo de Bulhões. Seria uma narrativa de choque de civilizacoes?

    Grande abraco!

  • Filipe, tudo bem? Queria te corrigir em uma coisinha pequena! A sigla que a “grande” imprensa usa pro Democratas (brasileiro) é Dem e não Demo!

    Agora uma pergunta mais séria:

    Durante as eleições se falou um pouco sobre o dinheiro emprestado via BNDES para países lusófonos, latinos ou “parceiros” dos governos petistas. Queria saber como estão esses empréstimos? Muito se fala que esse dinheiro foi dado, mas há o pagamento/retorno desse dinheiro?

    Saudações do Lado Azul de Parintins-AM!

  • Eu conheci o Xadrez Verbal há pouco tempo. Vi uma menção ao podcast numa discussão sobre política que passou pela minha TL. Desde então, vocês têm sido minha companhia todas as manhãs, no caminho entre a casa e a faculdade. E dou graças por estudar numa cidade diferente da que moro, pois tenho quase duas horas diárias para ouvir vocês.

    De quebra comecei a ouvir o Fronteiras que reúne três elementos que me agradam muito: futebol, história e (algumas vezes) clubes desconhecidos. Não posso me esquecer, claro, dos trocadilhos infames.

    Um abraço!

  • Estados Unidos está cada vez mais se afastando da América do Sul deixando um terreno fértil para a China.

  • FELIPE PIRES NOGUEIRA

    Sugestão de Menino Neymar pra próxima semana:
    https://rollingstone.uol.com.br/noticia/marcelo-camelo-lanca-sinfonia-de-30-minutos-com-orquestra-da-republica-tcheca/
    Aquela pessoa que se dá um apelido novo, mas a galera insiste em chamar pelo antigo.

  • Mais um excelente programa! Foram especialmente informativos e interessantes os quadros com as análises do Gustavo e da prof. Vivian.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.