Xadrez Verbal Podcast #318 – Protestos na China, Europa e Copa

Em um programa atípico, passamos pelo Pacífico, com os protestos contra a política de Covid Zero na China. Visitamos o Velho Continente, com as últimas notícias da guerra na Ucrânia. Fechamos o programa repercutindo os últimos desdobramentos políticos na Copa do Mundo e as notícias do Oriente Médio. Giramos pelo mundo, a quinzena na História, Economia com a professora Vivian Almeida, peões da semana e dicas culturais fecham mais um programa da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Artigo Uma politica externa feminista para o Brasil: desafios e possibilidades, de Vanessa Dolce de Faria e Viviane Rios Balbino

Documentário American Factory

Série documental Pepsi, where is my jet?

Xadrez Verbal #261 – Xeque: Bacia do Caribe

Fronteiras Invisíveis do Futebol #82 – Ruanda

Fronteiras Invisíveis do Futebol #25 – República Democrática do Congo

Coluna na Gazeta do Povo Como a questão do Kosovo se faz presente na Copa do Mundo

Matéria Vencer a Copa do Mundo eleva o PIB, mas ser país sede traz pouco benefício, por Eduardo Cucolo

Música de encerramento What a feelling, com Irene Cara

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:04:05 – Giro de Notícias #01
  • 00:25:45 – Coluna Aberta: Velho Continente e Invasão Russa à Ucrânia
  • 00:48:50 – Efemérides: A Semana na História
  • 00:53:50 – Match: Oriente Médio
  • 01:44:20 – Xeque: Bacia do Pacífico
  • 03:06:45 – Gambito da Dama: PIB e Copa do Mundo
  • 03:13:40 – Sétimo Selo
  • 03:17:35 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

15 Comentários

  • 02:22:43 – Filipe, na verdade são cinco os líderes da República Popular da China, sendo eles: Mao Zedong, Deng Xiaoping, Jiang Zemin, Hu Jintao e Xi Jinping. Hu Jintao é aquele que foi removido durante o 20º Congresso.

  • Ainda não entendi a dificuldade de Filipe e Matias com a concordância nominal envolvendo o pronome relativo “qual”. O correto é “coluna na qual”. O artigo deve concordar em gênero e número com o substantivo. No caso, coluna é gênero feminino, e “na” é a contração do artigo “a” com a preposição “em”.
    Uso escorreito da língua é importante para a credibilidade do veículo de comunicação.

    • Maicon Fernando Guarese

      Bom dia. Sou professor de História em SC e um ouvinte assíduo do Xadrez Verbal. Parabenizo pelo excelente trabalho e gostaria de tirar uma dúvida. Em que data/ momento histórico o Partido Democrata mudou sua orientação ideológica com pautas mais a esquerda? E o Partido Republicano, foi no mesmo período? Houve um processo parecido com algum partido político brasileiro? Forte abraço a toda a equipe.

  • Raul Flávio D'Elia Barbosa

    Saudações rosarinas, venho deixar 2 centavos de complementos por aqui:

    O primeiro é que vocês citaram Alma Ata e seus diversos tratados e declarações assinados ma cidade.
    Um de importância é o de 12 de setembro de 1978, que vimos muito no primeiro ano da carreira de Medicina, creio que pela sua importância, não só aqui em Rosario.
    Foi assinado durante a Conferencia Internacional sobre a Atenção Primaria a Saúde (APS)
    Ele dá as bases para alguns programas de saúde de baixa complexidade e alta eficiencia, mais próximos e acessíveis a população (atenção básica, UBS, postinho de saúde…)
    É o nível mais básico e acessível a população, que brinda os serviços de educação sobre saúde e prevenção de doenças, assistência materno-infantil, imunização contra doenças, prevenção e combate a doenças locais, distribuição de medicamentos essenciais
    Essa conferencia propunha que governos, OMS, UNICEF e outras organizações internacionais se comprometessem a promover a APS, sobretudo em países em desenvolvimento.

    O segundo ponto é:
    Aqui na Argentina houve uma mudança no esquema de imunização contra a pólio que aposentou o “Jose Gotita” daqui, há pelo menos 2 anos, como uma recomendação da OMS para a região.
    E se minha memória não me falha, o Atila já comentou sobre as diferenças entre a Sabin e a Salk (a vacina de gotinha e a injetável) em algum programa.

    Antes, se aplicava a 1ª e 2ª dose como IPV (ou Salk, que é a da injeção) aos 2 e 4 meses de vida, respectivamente.
    A terceira dose conta a polio aos 6 meses de vida era a OPV (gotinha, ou Sabin), com um reforço aos 18 meses e outro no 5º ano de vida.

    Agora não há mais as doses de Sabin, sendo as 3 primeiras aplicadas aos 2, 4 e 6 messes de vida, como Salk, e um único reforço na idade de ingresso escolar, entre os 5 e 6 anos.

    Pesquisei por comparação o calendário nacional do Brasil, e o esquema por aí é: 3 doses da injetável nos 2,4 e 6 meses, com 2 reforços da gotinha aos 15 meses e aos 4 anos de vida.
    No mais, um abraço a vocês desde Rosario – Argentina.
    PS: Provavelmente quando estiverem lendo isso, estarei em trânsito de volta pra Biritiba-Mirim – SP, pra passar o fim de ano com a família ( com regalos pra eles e pra vocês também. Atentos a suas redes, entrarei em contato).

  • Jaime Fassin Junior, biologo de Watford.

    Grande Filipe e Mathias.
    Parabéns por mais um episódio brilhante.
    Porém vou ter que macular esse episódio ressaltando a macula cometida ao brilhante ator Steven Seagal e sua obra impecável como Hard to Kill ou força em alerta. Estou muito descepcionado, mas perdoar é divino.
    Grande abc.

  • Prezados,
    Parabéns por mais um excelente episódio. Devo admitir que não escutei a “pancadaria” da reforma. Nesses programas com resultados de copa sempre fico mais ansioso para os comentários de vocês, visto que são grandes conhecedores do esporte.
    Quanto a situação dos protestos na china, gostaria de fazer o complemento ao assunto o podcast “O assunto” no episódio 844 que conta com a participação do preofessor Rodrigo Zeidan, da Universidade de Nova Iorque. Ele pinta um carater bem diferente do que tinha sido veiculado na mídia, de que os protestos são muito mais em relação aos governos locais e que realmente não haveria muita pressão no governo central.

    Aguardo-os abrirem uma instância no mastodon dedicada aos internacionalistas nacionais (cara, isso soou estranho) e termos essa comunidade no fediverso.

    Abraços e continuem o excelente trabalho

  • Boa noite. Sou ouvinte semanal do Xadrez Verbal há pelo menos 2 anos, então posso dizer que ando bem informado sobre política internacional também há 2 anos, além de já ter passeado pelo Reportório e quase “zerado” o Fronteiras Invisíveis do Futebol. Parabenizo Filipe e Matias pelo excelente trabalho, bem como toda a equipe da Central Três. Queria pedir que vocês dois, o homem por trás do tabuleiro e o caro Matias, por gentileza mandassem um abraço e feliz aniversário para a minha noiva Débora, que será no próximo dia 15 de dezembro: o Xadrez é a principal trilha sonora da nossa rotina de faxina e, agora mesmo distantes, ouvindo e comentando sobre os episódios! Somos grandes fãs! Então, um abraço de vocês seria um grande presente para a Débora, que atualmente está fazendo parte do seu doutorado em Nova York. Um beijo na mucosa do pulmão de vocês!

  • Caros Matias e Filipe, se der, queria mandar um abraço forte e muitos parabéns aos meus colegas da FFLCH pelo desempenho excepcional no BIFFE. O recorde de pontos perdidos pela FFLCH esse ano em punições foi aniquilado: inéditos 94 (noventa e quatro). Com isso perdemos o primeiro lugar mas pelo menos a ECA não levou. Abraços e parabéns pelo podcast.

  • Olá, dupla!

    Gosto muito e tendo a fazer comentários quando a Ásia Central é citada no programa. Quando o Matias disse – ou quando vejo e leio alguém dizer que “não há segunda-feira no comunismo”, automaticamente me vem à cabeça a capital do Tadjiquistão, Dushanbe, cujo nome significa, literalmente, “segunda-feira”. Ou seja, pelo menos entre 1960 e 1991, havia não só o dia, mas uma cidade que o homenageava na União Soviética.

  • Brendo Marcio Cardoso Bezerra

    Sobre o Xadrez ser o top ouvidos do Spotify. Vamos aos fatos: esse é o melhor podcast que existe. Faz cobertura que a imprensa brasileira não faz. Os host são tops. Temos a Vivian. Trazem convidados especialistas. Tem as imitações geniais do Matias.

    Ps: manda um salve, dia 10 faz 10 anos que eu conheci a minha esposa, Rhaiza.

    XADREZ VERBAL É “LANÇA” em espanhol.

  • Olá Matias e Filipe. O homem morto no Irã após a derrota da seleção iraniana para os EUA era amigo de infância do Ezatolahi, meia iraniano, que inclusive postou uma mensagem no Instagram como forma de homenagem.

  • Sobre a notícia do militar britânico condenado pelo tribunal de Belfast que alegou que a arma disparou acidentalmente por causa da chuva, faço questão de relacionar isso ao motivo pelo qual, no romance “O Estrangeiro” (de Albert Camus), o francês Meursault atira em um nativo argelino sem nome (identificado como “um árabe”). No romance (é super curtinho, LEIAM!), o francês dispara a pistola que recebeu de um amigo porque o sol cegou seus olhos (assim como João de Santo Cristo!). Isso pode parecer irrelevante… mas, em algumas edições, o subtítulo de “O Estrangeiro” é “Tragédia Solar”. Esse livro fantástico é inclusive uma das inspirações indiretas para Bohemian Rhapsody (“Mama, just killed a man”), e a inspiração nada indireta para “Killing an Arab” do The Cure (“I’m the stranger, killing an arab”).

  • Olá Filipe e Matias!

    Achei essa notícia interessante para o próximo giro: https://www.politico.eu/article/eu-greenlights-frances-short-haul-ban-but-only-on-3-routes/

    É uma decisão pioneira e muito interessante no contexto das discussões sobre eficiência energética e aquecimento global. Além disso, caso seja adotada por outros países, pode afetar diretamente nossas opções de deslocamento entre cidades próximas.

  • Edgar Vergopolem Ribeiro

    Boa noite Filipe e Matias. Grande programa como sempre. Ansioso pela análise de vocês sobre os eventos do Peru dessa quinta feira. Forte abraço!
    PS: vocês viram que o Lula falou do Peru no Koo?

  • Joaquim Cardoso da Silva Junior

    Vocês viram o que aconteceu no fim do TGA?
    Bom dia companheiros. Acabou de terminar o TGA (The Game Awards) e, apesar do God of War ter levado muitos prêmios, o jogo Elden Ring ganhou o prêmio de jogo do ano. Quando a equipe foi ao palco para receber o prêmio, um garoto se infiltrou no grupo. Quando todos terminaram seus discursos, ele foi ao microfone e dedicou o prêmio, se eu entendi direito, ao seu rabino ortodoxo Bill Clinton. O próprio organizador do evento informou em seu perfil que o menino foi preso. Tem uma galera na rede social do passarinho azul que tá pirando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.