Xadrez Dominical – 70 anos do Dia D

Caros leitores, como não poderia deixar de ser, o Xadrez Dominical homenageia os eventos do dia Seis de Junho de 1944 e seus envolvidos. Como mencionado no post de sexta-feira, o Dia-D, o desembarque dos Aliados na Normandia, foi uma das maiores operações de todos os tempos, envolvendo homens do Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Bélgica, Checoslováquia, Polônia, Noruega, França, Grécia, Holanda e Nova Zelândia. Repito as palavras do texto anterior: envolve tantos detalhes que seriam impossíveis de serem cobertos aqui. Então, sem mais delongas, vamos ao Xadrez Dominical dos 70 anos do Dia D.

Cemitério dos EUA em Colleville-sur-Mer, Normandia, onde estão enterrados 9.387 homens.

Cemitério dos EUA em Colleville-sur-Mer, Normandia, onde estão enterrados 9.387 homens.

A primeira dica é um filme. Melhor dizendo, é O filme sobre o tema. O Mais Longo dos Dias, de 1962, reúne um dos mais estrelados elencos de todos os tempos, com John Wayne, Kenneth More, Richard Todd, Robert Mitchum, Richard Burton, Sean Connery, Henry Fonda, Red Buttons, Rod Steiger, Leo Genn, Peter Lawford, Gert Fröbe, Irina Demick, Bourvil, Curt Jürgens, Robert Wagner e Paul Anka; vários deles serviram na guerra e aceitaram pagamentos padronizados para a participação na obra.

Além disso, várias das pessoas reais retratadas no filme, como o major alemão Werner Pluskat, o piloto Josef “Pips” Priller e o general e ex-Presidente dos EUA Dwight D. Einsenhower, comandante de todas as tropas aliadas no Dia-D, prestaram consultoria aos produtores. O filme é, de longe, a representação mais fiel dos acontecimentos dos dias cinco e seis de Junho de 1944. Assistam. E leiam. Ler? O título do filme vêm do livro do jornalista Cornelius Ryan, uma obra-prima de um dos maiores correspondentes de guerra. O livro está disponível em formato habitual, em formato pocket e em eBook.

 

Falando em O Mais Longo dos Dias, é o nome também de uma música. Os ingleses do Iron Maiden a lançaram em no álbum A Matter of Life and Death, de 2006. A música fala, obviamente, do Dia-D, da perspectiva de um soldado. No vídeo abaixo, você pode ouvir a música junto com uma montagem de fotos famosas do Dia-D e com as letras em inglês. Caso queira uma versão traduzida da letra, pode ler aqui, mas o original é sempre melhor, caso você compreenda o idioma. Ah, e se preferir ouvir algo que um soldado provavelmente ouviu antes de embarcar, pode arriscar a orquestra de Glenn Miller com In the Mood, ou The Andrews Sisters e a Boogie Woogie Bugle Boy Of Company B.

 

A terceira dica é outro filme. Talvez a maior produção sobre o Dia-D, com uma sequência crua e realista do desembarque na praia de Omaha que ficou marcada. Estou falando de O Resgate do Soldado Ryan, filme vencedor de cinco Oscar. O filme é uma história de ficção, mas feita com diversos pedaços reais. Por exemplo, as ações do personagem de Tom Hanks no desembarque são baseadas no capitão Ralph E. Goranson, e a história dos irmãos Ryan é levemente inspirada pelos irmãos Niland. Um filmaço.

 

Se o que você quer não é ficção, é realidade, então a quarta dica é um documentário. Sempre que falo sobre a Segunda Guerra Mundial aqui no Xadrez Verbal, eu recomendo a série britânica de documentários Battlefield; essencialmente a primeira e a segunda temporadas. Dessa vez não seria diferente, com o episódio duplo da Batalha da Normandia. O vídeo abaixo contém os dois episódios em um arquivo, na íntegra; entretanto, sem legendas, mas são facilmente encontradas.

 

A quinta é última dica é um livro. Se eu mencionei o ótimo O Mais Longo dos Dias, também devo lembrar que se trata de um livro com sessenta anos de idade. Embora rico em depoimentos e material primário, muito sobre o episódio se descobriu desde sua publicação. Sendo assim, a recomendação é Dia D, do historiador inglês Antony Beevor, autor de diversos, e ótimos, livros sobre a Segunda Guerra Mundial. O livro está disponível em português pela Editora Record.

Finalmente, a menção do post é uma minissérie. Band of Brothers, produzida pela HBO em dez episódios em 2001, aclamada como uma das melhores produções para a televisão de todos os tempos. Os produtores são apenas Steven Spielberg e Tom Hanks, que se apaixonaram pelo tema justamente durante a produção de O Resgate do Soldado Ryan (Hanks também dirige um episódio). A série conta a história da Companhia Easy, do 506º Regimento, paraquedistas que estiveram envolvidos em alguns dos principais combates no fronte Ocidental.

Além de muito bem produzida, conta com um ótimo elenco e uma separação de episódios muito boa, intercalados por depoimentos dos veteranos, já idosos, que são retratados em tela. O motivo de ser uma menção é que a operação na Normandia é tema específico apenas dos três primeiros episódios; após, a série segue até o final da guerra, em Maio de 1945. O título da série é inspirado na peça Henrique V, de Shakespeare, e também é o título do livro que baseou a produção, disponível pela Bertrand Brasil. A série também conta com um documentário, protagonizado pelos veteranos, e é uma boa variação para os fãs da série Friends, que podem ver David Schwimmer (o Ross) em um papel dramático.

 

Amanhã publicarei algumas fotos das celebrações dos 70 anos do Dia-D, tiradas na Normandia, por um amigo que está lá. Não percam.

Gostaram? Não gostaram? Mais dicas? Comente.

*****

Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

*****

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial. E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s