Xadrez Verbal Podcast #305 – Dose dupla!

Chegando um programa em dose dupla para compensar a semana passada! Falamos tudo o que você precisa saber para entender os eventos recentes na bacia do Pacífico, como a posse de Petro na Colômbia e a batida policial na casa de Trump. Na Europa, passamos pelas últimas notícias da guerra na Ucrânia e eleições na Itália. Damos uma volta pela África, com eleições no Quênia e acordo no Chade. Além disso tudo, giramos pelo mundo, a semana na História, Economia com a professora Vivian Almeida, peões da semana e dicas culturais abrindo mais um programa da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Vídeo O que é a “lógica do condomínio”?, de Christian Dunker

HQ Oscar e o Pan de 87, de Milena Azevedo e Isaque Sagara

HQ Último assalto, de Daniel Esteves

HQ Por um fio, de Will Rez e Lara de Paula

Livro Mundo Avesso, de Carlos Ruas

Livro Silencio en el estadio, de Álvaro Soffia e Rodolfo Aedo

Filme Netto perde sua alma

Curta O dia em que Dorival encarou a guarda

Curta A cabeça de Gumercindo Saraiva

Fronteiras Invisíveis do Futebol #71 – Irã e Pérsia (pt.1)

Fronteiras Invisíveis do Futebol #72 – Irã e Pérsia (pt.2)

Nerdologia História – Partição da Índia

Fronteiras Invisíveis do Futebol #40 – Índia

Matéria The un-Kenyan election, por Patrick Gathara

Repertório #04 – Ibrahim Soliman

Livro Herança, desigualdade e tributação o que há de errado com a transmissão hereditária de grandes patrimônios?, de Arthur Cristóvão Prado

Podcast É da sua conta

Matéria Australian-born judge released from immigration detention in Kiribati, after being held overnight

Série de reportagens de Flávia Mantovani sobre refugiados afegãos no Brasil

Música de encerramento You’re the one that I want, com Olivia Newton John e John Travolta

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:02:00 – Giro de Notícias #01
  • 00:23:00 – Coluna Aberta: Invasão Russa à Ucrânia
  • 01:07:20 – Efemérides: A Quinzena na História
  • 01:22:35 – Match: África
  • 02:10:25 – Giro de Notícias #02
  • 02:24:15 – Xeque: Bacia do Pacífico
  • 03:44:45 – Gambito da Dama: Direitos Sociais
  • 03:57:45 – Giro de Notícias #02
  • 04:06:40 – Peões da Semana
  • 04:08:50 – Sétimo Selo
  • 04:16:10 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

16 Comentários

  • 4h20 de programa: é disso que a gente gosta, é disso que a gente precisa. O resto é conversa paralela. rs

    • Verdade, Anderson!
      Por mim deveria durar umas 6h, como aconteceu com uma das edições anteriores.
      Mas faço um aparte: tudo bem que prometeram gravar na quinta, por conta dos problemas técnicos, mas era realmente necessário (talvez pela organização dos estúdios) uma vez que o Felipe estava “virado”? Tudo correu bem, mas é importante descansar, rapaz! 😉

  • sobre 2:15:36
    Outro Canal que aborda dinossauros e fez recentemente uma série com 16 vídeos com média de um hora em cada vídeo foi o Pirula.

  • Sobre o incêndio em Matanzas, em Cuba, o causador foi um raio e não um relâmpago. Pra esclarecer: o raio é a descarga elétrica, o relâmpago é a luz e o trovão é o barulho.

  • O Filipe (com i igual meu irmão) comentou sobre a inflação argentina bater 71% em julho, mas, complementando para evitar interpretações erradas pelos ouvintes, ela atingiu 71% no acumulado de 12 meses e não no próprio mês de julho. Um abraço!

  • O cansaço resultou em alguns pequenos erros: Aos 50 minutos disse que Russia e Ucrania assinaram acordo de reconstrução do pais. Turquia não?
    2:32. O traficante Uruguaio se envolveu na morte de um procurador Paraguaio
    2:43 trocou forças armadas colombianas por venezuelanas
    3:10 o Don Young foi eleito 25 vezes pois nos EUA o mandato dos deputados (representatives) e de 2 anos.

  • Lucélio Murcegão

    Parabéns pelo programa… só uma anedota… o Filipe, em certo momento, faz piada com o monte Kilimanjaro/Serengeti, fazendo um paralelo com o monte Roraima ser no cerrado… e o pior é que tem cerrado em Roraima…perto da divisa norte do país… lá é chamado de LAVRADO… mas é um tipo de cerrado 😀

  • Os fãs de Community agradecem a referência do Matias ao encerramento do episódio em que rola o cover de África, do Toto. Grande abraço e parabéns pelo podcast genial.

  • Gilberto Magalhães

    Ótima escolha de música de encerramento. É uma das músicas favoritas da minha esposa. Inclusive, se puderem, por favor mandem um abraço pra Raíssa Martins Magalhães no próximo episódio. Ela não ouve de uma vez, como eu, mas ouve todos!

  • Belo programa.
    Bom lembrar que a ministra filandesa tá sendo repreendida por dançar em uma festa normal, mas caladinhos quando o Berlusconi promovia orgia em prédio público.

  • Parabéns mais uma vez pelo trabalho de vocês. O programa é tão bom que chego sentir um vazio no coração quando não tem um episódio novo do Xadrez Verbal no sábado de manhã. Só um comentário extra: se o continente africano foi nomeado em homenagem à música do Toto, então o continente europeu recebeu seu nome a partir de uma banda de rock sueca.

  • Uma curiosidade: na língua japonesa, Sake é usando tanto para se referir a bebida fermentada de arroz como um termo genérico para bebida alcoólica, tipo a gente quando diz “vou tomar umas pingas hoje”. Portanto o “viva Sake” pode ser o estímulo ao consumo de qualquer tipo de bebida.
    Cabe ressaltar que o Japão tornou-se um expoente em destilados nos últimos anos, tendo Wiskys premiados internacionalmente, desbancado inclusive alguns escoceses do 1o lugar em campeonatos.

  • Fala Matias e Filipe. Só um adendo sobre o mel que deixou o urso doidão. Aqui na Turquia( onde atualmente moro a trabalho) a notícia repercutiu bastante, principalmente na comunidade brasileira. O mel com alucinógeno( chamado aqui de deli bal) vende no mercado de forma legal, e é usado como redutor de pressão arterial e outras enfermidades . Inclusive conversando aqui, descobri que ele ja foi usado como arma química na guerra contra os gregos na Cólquida do Sul. Grande abraço.
    Edgard Packness

  • Eu trabalho numa usina nuclear no Canada e sofremos inumeras dificuldades com atrasos no recebimento de materiais, devido aos problemas de Supply Chain global, alem de falta de mao-de-obra (gente afastada com Covid), entao fico imaginando as dificuldades em Zaporizhzhia em meio a uma guerra.
    Acho q eh um milagre que 2 reatores ainda estejam em operacao. Num unico dia, uma usina desse quilate demanda centenas de ordens de trabalho na manutencao de seus componentes para que seja gerada energia de maneira segura. Eh uma tarefa impossivel manter Zaporizhzhia nessas condicoes, alem de ser extremamente perigoso.
    Abs!

  • Eu fiquei pensando se dizer que o Alexander Dugin seria o ideólogo de Putin, se seria equivalente a dizer que o Olavo de Carvalho seria o ideólogo de Lula. O Olavo tem influência grande em diversas áreas do estado Brasileiro, assim como o Alexander Dugin tem no exército Russo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.