Xadrez Verbal e Átila Iamarino – Especial Coronavírus #05

Quinto programa sobre a pandemia do covid-19 com o biólogo e virologista Atila Iamarino para trazer uma perspectiva diferente ao noticiário internacional. Aqui você terá, gratuitamente, as principais notícias sobre a pandemia e um estudo de caso sobre o Japão, junto com as análises do que está funcionando, o que não está e quais as lições para o Brasil!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Editora Contexto

Matéria Sweden’s liberal pandemic strategy questioned as Stockholm death toll mounts, por Johan Ahlander e Philip O’Connor

Matéria Nerola, a cidade italiana transformada em laboratório humano contra o coronavírus, por Daniel Verdú

Fronteiras Invisíveis do Futebol #65 – Finlândia

Episódio Vienen a morir”: el colapso de Guayaquil do podcast El Hilo

Nerdologia História Criminosos O culto que atacou o metrô de Tóquio com gás sarin

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

16 Comentários

  • Bom dia, caríssimos.

    Gostaria de defender o ARGUMENTO do tal jornalista sobre o número de 65 mil respiradores para o Brasil.

    Ele alega que a Itália utilizou 5 mil e o mundo inteiro 50 mil.

    Imaginando que ele tenha tirado esses números da cachola, vamos utilizar dados dito pelo Filipe: 3 mil respiradores para NY, que tem uma população de 19,5 milhões.

    Fazendo uma regra de 3 simples, o Brasil precisaria, na mesma proporção de NY, 32,3 mil respiradores. Metade!

    Por fim, o jornalista não AFIRMOU que 65 mil respiradores seria demais. Ele QUESTIONOU e solicitou que se fiscalize os gastos. Aliás, Witzel colocou sob sigilo os gastos de R$ 1 BILHÃO voltado para a pandemia!

    • Você é o exemplo perfeito do efeito racionalização. Defender o indefensável. Esse jornalista diversas vezes desmereceu a doença, sendo assim obviamente ele acredita que 65 mil é demais, mas o que importa é a corrupção não é?. Pessoas como você me deixam feliz por ser um gênio relativamente.

  • Pedro Lembi Júnior

    Queria saber do Átila: teve um exato instante em que teve aquele pensamento “agora, o mundo mudou”? Teve esse momento com o coronavírus, ou foi uma construção, nada catártico? Grato por mais uma belíssima edição, abraço!

  • Em relação ao Boris Johnson, ele “tem histórico de atleta”. Durante a preparação do Rio para os jogos de 2016, ele (então prefeito de Londres) esteve aqui no Rio numa agenda de lições aprendidas entre as duas sedes olímpicas. Numa brecha, esteve na Lagoa pois remou quando na faculdade. Visitou os clubes, e no Vasco ele deu uma remada com atletas do clube. Eu na época era remador master do clube e fui em outro barco (um fourskiff) com os coroas ao lado do barco dele (um 4-sem)

    • Seria possível que o Átila explicasse os fundamentos do teste nacional que será feito pela UFPel? Se estimarem os casos totais de covid-19, mas não atualizarem o número de mortos como vão calcular a taxa real de letalidade?

  • Independente da religião de cada um, o jejum intermitente é benéfico para sistema imunológico. 😉

  • Igor Paiva Wakabayashi

    Gente, sobre o Japão (posso falar mau pq sou descendente)

    Pelo que entendo sobre a cultura e a vida no extremo oriente, vou sempre me questionar sobre os números publicados pelo japão.

    Assim como a china fez, o japão tende a manter o discurso de “esta tudo bem, continuem a vida normalmente” até quando não puder mais. Isso ocorre em diversos outros problemas daquele país, por exemplo: consumo elevado de cigarros, taxa de suicidio elevado para países de primeiro mundo, doenças decorrentes do trabalho. Os governos japoneses tampam esses problemas até se tornarem grande demais, chamando atenção de orgãos internacionais.

    Um exemplo histórico dessa cultura foi a rendição na segunda guerra mundial, não defendo o uso das bombas é claro, mas a guerra estava perdida muito antes do seu uso.

    Os habitos das pessoas com certeza ajudam a conter o vírus, mas basta ver o metrô com pessoas cujo trabalho é empurrar os passageiros pra dentro do vagão, é muito questionável a situação relativamente tranquila da saúde do país.

    No mais quero que o país melhore logo para que eu possa voltar a sonhar em voltar pra casa em paz.

  • Queridos, boa noite.
    Tenho duas perguntas para o Átila.
    1. Por volta de novembro de 2019 surgiu uma notícia, inclusive comentada no Xadrez verbal, sobre o diagnóstico de peste bubônica em pacientes na China (de um tipo que afeta os pulmões, não saberia especificar com detalhes, perdão), há alguma possibilidade de já ter sido o covid-19?
    2. Já foi comentado que o vírus não foi produzido ou manipulado em laboratório e que isso é possível determinar por meio da análise de assinaturas presentes no dito cujo. É possível precisar o local de origem de um vírus pelo mesmo procedimento, por meio da comparação de amostras geograficamente distintas, por exemplo? Nesse sentido, existe a possibilidade de o vírus não ter se originado na China, mas em outros países?
    São curiosidades que tenho, sei que diante dos problemas não são questões das mais relevantes.
    Abraço para todxs. Um salve para os parças de Osasco que estão em quarentena,( e para os pé de breque que andam por aí sem necessidade, só lamentos)

  • Oi, eu e meu marido Paulo escutamos o podcast e adoramos! Eu trabalho na aviação e moramos em Dubai! Estamos tendo que aplicar para permissão pra ir no mercado e só e liberado a cada 3 dias. O lockdown começou faz um tempo aqui e gostaríamos de ouvir vocês falando mais sobre os Emirados Árabes pois acho que o país e um grande exemplo em questão de testes e como estão lidando com o covid19! Um abraço

  • Sobre pegar barcos na Amazônia. Vi essa notícia de um oficial militar, cargo importante, ter morrido na fronteira. https://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/militar-lotado-em-sao-gabriel-da-cachoeira-cidade-mais-indigena-do-brasil-morreu-por-covid-19

  • Se agente ouvir o primeiro programa vc vai ver que todas as indicações e teorias que pelo Atila era coisas absurdas ou teoria da conspiraçao estam se fazendo real, a China confessa que o surto foi 40% maior o uso de mascaras mesmo que de pano no elastico é recomendado, e agora USA esta envestigando a possible do virus ter surgido em laboratorio

  • Boa tarde, Pessoal!

    Como faço para me tornar membro do Xadrez Verbal? Quero contribuir, porque vocês contribuem para a formação dos meus alunos!
    Mandem um abraço pra mim e para todo o pessoal do Cursinho Pré-Vestibular da FADI.

    Abs!
    Rafael Pio

  • Olá meus queridos! Primeiramente OBRIGADO pelo trabalho!
    Tenho uma dúvida sobre a parte de 91 pessoas da Coreia do Sul que testaram negativo e voltaram a testar positivo depois.
    Essa pessoa que testou positivo de novo, qual o grau de infeção a doença trouxe? Alguma teve internação? Ela vem no modo leve assintomático apenas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.