Xadrez Verbal Podcast #16 – Reino Unido, ONU, Síria e Rússia

Elizabeth II estabelece o recorde da coroa do Reino Unido, a monarca mais tempo no cargo. Aproveitamos a ocasião para fazer um balanço da situação no país, refugiados e a renúncia na Irlanda do Norte. Também falamos da Assembleia Geral da ONU que começa semana que vem e as disputas sobre sua agenda e a reforma do Conselho de Segurança.

A suposta presença militar russa na Síria é outro assunto importante da semana e que está no seu semanário de política internacional, completado com notícias sobre refugiados, REM, Irã, Guatemala, Menino Neymar, dicas culturais, recados dos ouvintes e semana na História.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira, em menos de uma hora, você se atualiza e se informa.

 

 

SHEFFIELD, UNITED KINGDOM - NOVEMBER 18: Britain's Queen Elizabeth II wearing 3D glasses to watch a display and pilot a JCB digger during a visit to the University of Sheffield Advanced Manufacturing Research centre on November 18, 2010 in Sheffield, England. IMAGE SUPPLIED BY MICHAEL DUNLEA / BARCROFT MEDIA LTD UK Office, London. T +44 845 370 2233 W www.barcroftmedia.com USA Office, New York City. T +1 212 564 8159 W www.barcroftusa.com Indian Office, Delhi. T +91 114 653 2118 W www.barcroftindia.com Australasian & Pacific Rim Office, Melbourne. E info@barcroftpacific.com T +613 9510 3188 or +613 9510 0688 W www.barcroftpacific.com Barcroft / Reporters

Dicas do Sétimo Selo

Filme A Rainha, trailer aqui

Documentário 11 de setembro de Ken Loach na íntegra

Música Canción de poder popular de Inti Illimani

Textos no Xadrez Verbal

O rebaixamento do rating soberano do Brasil: uma análise

Síria Parte 1 – O interesse da Rússia

Especial: 68ª sessão da Assembleia Geral da ONU

Especial: 69ª sessão da Assembleia Geral da ONU

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. 

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

central3A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

botãocursos

Anúncios

16 comentários

  • Felippe marques - 18 anos - Programador - Itaquaquecetuba/SP

    Como de costume, venho parabenizar o trabalho de vocês, pois ele é ótimo. No quesito reforma do Conselho de Segurança, o nosso vizinho, a Argentina, possui uma politica externa paradoxal. Recentemente, eles solicitaram o apoio do Brasil para ingressar nos BRICS. Ao mesmo tempo, essa mesma Argentina, por via do Coffee Club tenta limar a entrada do Brasil no Conselho de Segurança. Agora gostaria de saber a opinião de vocês, seria uma atitude sábia colocar o nosso vizinho BOLADÃO nos BRICS ? Ou o interesse econômico (dos BRICS) vai ofuscar a politica externa do Brasil?
    Um grande abraço do ouvinte fiel.

  • Prezados, conheci o podcast através do Projeto Humanos e comecei a ouvir na segunda-feira passada.
    O programa é sensacional, estou ouvindo os programas anteriores também. Ao contrário do Filipe, compactuo
    do gosto musical e futebolístico do Matias. Aliás, coloca La Vela Puerca no encerramento do programa. Dale Uruguay!
    Mas, falando sobre o último podcast, quando vocês abordaram a questão Rússia-Síria e a legitimidade do envio de
    tropas russas fiquei com dúvidas se este ato não poderia ter como justificativa a legítima de defesa coletiva que,
    segundo art. 51 da Carta da ONU, autoriza o uso da força (mediante o cumprimento de alguns requisitos) enquanto
    o Conselho de Segurança não tomar as devidas providências para manter a paz e a segurança internacionais.
    Sigam com este excelente trabalho. Saludos!

  • Eu fui o cara que comentou sobre a dicção do âncora do podcast. Depois que citaram, fui reler e vi que fui extremamente grosseiro e perdi a mão na crítica, que deveria ser um “toque”. Desculpem…
    Sou admirador do podcast e agradeço pelo trabalho.

  • Caros Matias e Felipe. Acompanho o canal de vocês na central 3 desde o inicio, como também ja vinha assistindo os vídeos no youtube do Xadres Verbal. Gosto muito da analise de vocês sobre política e relações internacionais. O.bom humor com que tratam os fatos, na minha humilde opinião é o diferencial do programa. Fico sempre ansioso por chegar o sabado.de manhã aqui (porque devido ao fuso não.consigo ouvir na sexta feira) para poder me distrair e estar mais informado das coisas, sobre o ponto de vista da terrinha rsrs. Bom…eu queria levantar alguns pontos sobre o programa passado, quando foi tratado sobre a Inglaterra se separar na Eurozona. Vocês sitaram como fonte um tabloid Londrino chamado Evening Standard. Um tabloid de circulação gratuita nos metros e trens da cidade, que em minha opinião é tendencioso, uma vez que ja lí várias vezes notícias enfocando o assunto imigração (antes da morte das duas crianças Sírias na costa da Turquia a 3 semanas), Eurozona, crise grega de maneira parcial e tendenciosa. Não posso afirmar que a pesquisa realizada por eles seja alterada ou manipulada, mastenho 2 pés atras quando se fala sobre esse tema em alguns tabloids londrinos. Quanto a separação do UK da Eurozona, em Fev ou Março um canal britânico chamado ITV fez um “documentário” mostrando como seria para a ilha sair da UE e o senário foi caótico, uma vez que muitas empresas francesas, holandesas e alemãs estão no Reino Unido, devida a ausencia de.barreiras imigratórias e política. O Commom Wealth não significa muito para balança comercial inglesa, quando comparada ao UE. Segundo The Times, 58% da exportação do Reino Unido se destina ao mercado Europeu. Bom, espero ter levado um pouco mais de informação para você (não.que vocês precisem). Grande abc e continuem esse trabalho maravilhoso que faz minhas viagens para o trabalho mais.curtas.

  • Primeiro, gostaria de parabenizar pelo ótimo podcast, escuto desde o 09 e já criei o costume de me atualizar sobre política externa todas as sexta por meio de vocês.
    Agora vem a segunda parte: Sei que é questão de opinião, mas fiquei abismado com o que o Matias falou sobre o corte do grau de investimento nacional pela Standard & Poor’s.
    Sim, em 2008 as 3 principais agências de risco americanas admitiram a seus clientes que foram enganadas por bancos para garantir classificação máxima a ativos de baixo valor. Sim, isso resultou em multas bilionárias e impactou como nunca a credibilidade do mercado, mas o contrário do que boa parte das pessoas possam imaginar, o mercado de ações e títulos não se resume a capitalistas de cartola fumando charuto no alto de um grande prédio comercial.
    O maior jogador desse mercado são os fundos de pensão, com ativos na casa dos 24 trilhões de dólares. Estes fundos estão disponíveis para investir a médio e longo prazo, e são compostos principalmente por salários de professores, policiais e outros funcionários públicos de países ricos. E é aqui que entram agências como a Standard & Poor’s: elas dizem onde o seu dinheiro não corre risco de desaparecer, sumir, evaporar, virar pó. Em suma, se você espera captar dinheiro de investidores, a primeira forma é garantir que eles possam confiar em você, não é mesmo? Para fazer isso, países e empresas contratam agências de risco, que expõem suas contas e geram avaliações. Aqui, ao contrário do que o senso comum possa sugerir, não se trata de uma empresa que analisa as contas brasileiras para dar palpites na nossa política econômica. As agências são contratadas pelo próprio governo para esse fim. Com a avaliação internacional, o Brasil pode ir ao exterior captar recursos com os juros adequados à sua capacidade de pagamento. Como inúmeros fundos só podem investir em países com esta classificação, isso significa dizer que com a conquista do grau de investimento nós ampliamos imensamente a nossa capacidade de captar recursos. Isso é bom para mim, para você, para o país todo.
    Agora a pergunta que fica é: “podemos de fato confiar nas agências de classificação?”, é o que você deve estar se perguntando. A resposta não é tão simples como parece. Erros existem. E os acertos também – e em maior número, evidentemente. Num mercado, porém, onde se arriscam trilhões de dólares por dia, as agências provam ser o mais eficiente mecanismo de contenção de risco. Governos do mundo inteiro, como o do Brasil, e grandes investidores, confiam nelas.

  • Só vim aqui pra dizer que “BNegão e Os Seletores de Frequência” é muito bom, shame on you Filipe por cortar a dica cultural original do Matias!

    (esse deve ser o comentário mais inútil do post, quiçá do blog! mas tamo junto)

  • Boa noite Filipe e Matias. Primeiro gostaria de parabenizá-los pelos excelentes casts produzidos. Tem cerca de duas semanas que conheci o projeto de vocês e já “devorei” todos.
    Em segundo lugar, este foi mais um cast excelente! Espero pelos próximos!
    E mais uma vez, parabéns!

  • Olá, sou estudante de Geografia e conheci recentemente o Xadrez Verbal, e estou gostando bastante da forma como vocês abordam os assuntos, de forma descontraída mas sem perder o foco principal das discussões.

    Desde então fico sempre na expectativa pra ouvir a edição seguinte.

    Um abraço.!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s