Xadrez Dominical – Ucrânia

Caros leitores,

Como o primeiro texto de 2014 no Xadrez Verbal foi sobre a Ucrânia, então, nada mais apropriado que o Xadrez Dominical de hoje tenha como tema…Ucrânia! É um pouco complicado dar dicas culturais sobre o país, pois, embora sua cultura seja riquíssima, é uma região historicamente pertencente à Rússia, ou seja, é difícil separar eventos e pessoas ucranianos do que seria russo ou soviético. Na literatura, alguns dos principais autores nascidos na Ucrânia são de língua russa. Na religião, a maioria da população religiosa (a Ucrânia é dos poucos países cuja maioria se declara ateia ou não religiosa) é ortodoxa, mas divididos entre os patriarcados de Moscou e de Kiev. Por isso, algumas dicas aqui não são exclusivamente ucranianas.

Um Antonov An-225, o maior avião do mundo e produto da Ucrânia. Foto: Olav Groening/Planespotters.net

Um Antonov An-225, o maior avião do mundo e produto da Ucrânia.
Foto: Olav Groening/Planespotters.net

Filmes. O conhecido diretor Anatole Litvak, que depois se radicou na França, era ucraniano, diretor de filmes como A Cova da Serpente, pelo qual foi indicado ao Oscar, e de A Noite dos Generais, com Peter O’Toole e Omar Sharif, que eu recomendo. Um filme mais recente, coprodução entre Rússia e Ucrânia, foi lançado no Brasil, direto para DVD, com o nome Príncipe de Ferro; o título original é Yaroslav, nome do “unificador” da Rus, partindo de Kiev, recém-eleito o maior ucraniano por uma rede de televisão local.

Dois eventos importantes da história da Rússia imperial ocorreram em território ucraniano: a Guerra da Criméia, cuja carga da Brigada Ligeira na batalha de Balaclava é tema tanto de um filmaço, típico épico dos anos 1960, quanto da música The Trooper, da banda britânica Iron Maiden.

O outro evento foi durante a Revolução de 1905, o motim de marinheiros a bordo do Encouraçado Potemkin, que foi eternizado por Sergei Eisenstein no filme de mesmo nome. O navio era baseado na base de Sevastopol, na costa ucraniana, que é até hoje uma base naval russa, arrendada, fato que mencionei no texto de quinta-feira. O filme está na íntegra e legendado abaixo.

Finalmente, o Senhor das Armas, um filme espetacular cuja família de protagonistas é ucraniana e retrata o período do final da União Soviética e o contrabando de armamento da região no lucrativo mercado armamentista clandestino. O filme tem uma das mais marcantes e criativas sequências de abertura do cinema.

Livros. Como afirmei acima, autores ucranianos escreveram tanto em ucraniano quanto em russo. Um dos principais autores da língua ucraniana é Taras Shevchenko que, infelizmente, não tem nenhuma obra sua editada atualmente em português. Outro importante autor ucraniano é o conhecido Nikolai Gogol, que tem diversas de suas obras editadas pela Editora34, que possui um vasto catálogo de literatura russa e do leste europeu. Uma de suas obras mais conhecidas é Tarás Bulba, que tem forte cunho nacionalista para parte da sociedade ucraniana: justamente a parte que defende a Ucrânia e a Rússia como irmãs. Por isso, Gogol é uma figura que ainda levanta certa controvérsia na Ucrânia contemporânea.

A autora ucraniana mais conhecida talvez seja Clarice Lispector. Sim, meu caro leitor, a famosa escritora de clássicos como A Hora da Estrela e A Paixão segundo G.H., além de autora de nove em dez citações da internet, nasceu na Ucrânia e veio para o Brasil ainda bebê. Basicamente toda a obra da autora faz parte do catálogo da editora Rocco.

Documentários. Orange Revolution é um filme sobre a Revolução Laranja de 2004, um dos primeiros grandes protestos ucranianos contra a influência russa no país. Klitschko
é um documentário sobre os irmãos Vitali e Wladimir, ambos campeões mundiais. Vitali é, atualmente, um dos líderes da oposição ucraniana.

O pai dos Klitschko era um oficial da Força Aérea soviética e operou durante a evacuação e combate ao incêndio do reator nuclear de Chernobyl, durante o desastre de 1986, sem dúvida um dos fatos contemporâneos mais importantes e impactantes relacionado à Ucrânia, se não for o mais importante. Neste link você pode visitar o site do Museu Nacional em memória ao acidente nuclear. Aqui você pode ver uma galeria de fotos do Telegraph sobre a cidade fantasma de Pripyat e aqui neste outro link, uma galeria de fotos da Time dentro da zona da usina de Chernobyl, onde a radiação atinge níveis letais.

A cidade-fantasma de Pripyat, onde está a usina nuclear de Chernobyl.

A cidade-fantasma de Pripyat, onde está a usina nuclear de Chernobyl.

O evento é de uma dimensão gigantesca e poderia escrever horas sobre ele. Alguns documentários que destaco são Chernobyl Heart, vencedor do Oscar de Melhor Documentário Curta Metragem, sobre as crianças nascidas na região após 1986. Black Wind, White Land, sobre a dimensão do impacto do desastre, que se espalhou rapidamente. Finalmente, o filme sobre as providências e negligências ocorridas logo após o acidente, The Battle of Chernobyl (que é um pouco sensacionalista, aviso).

Música. A Ucrânia foi sede da primeira Academia de música clássica da Rússia imperial, famosa por seus compositores e instrumentistas. Além disso, o desastre de Chernobyl inspirou a música Time Will Crawl, de David Bowie.

Como eu disse, alguns eventos ou pessoas não são exclusivamente herança da Ucrânia. A participação do país durante a Segunda Guerra Mundial foi essencial, tanto como campo de batalha como combatentes; cossacos e nacionalistas ucranianos combateram ao lado das forças alemãs, diga-se. As batalhas de Kiev, Sevastopol e Odessa foram das mais importantes no Fronte Oriental da guerra e o maior ás da Força Aérea Vermelha soviética, Ivan Khozedub, era ucraniano. Caso o leitor se interesse, recomendo a busca por esses temas também.

Gostaram? Não gostaram? Mais dicas? Comente.

*****

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial.

 

 

 

Anúncios

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s