Xadrez Verbal Podcast #266 – Paralimpíada e giro eleitoral

Podcast #266 do Xadrez Verbal no ar! Giramos pelas principais eleições que vão ocorrer no mundo no próximo mês, fomos até a abertura das Paralimpíadas em Tóquio e, claro, te atualizamos sobre o cenário que ocorre em Kabul, no Afeganistão. Além disso tudo, giramos pelo mundo, a semana na História, peões da semana e dicas culturais fechando mais uma edição da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Livro O vulto das torres: a Al-Qaeda e o caminho até o 11/09, de Lawrence Wright

Obra do compositor Mikis Theodorakis

Filme e trilha sonora Serpico

Filme El Candidato

Repertório #2.11 – Alexander Kellner

Podcast PodNext

Animação The Witcher: lenda do lobo

Matéria Oposição na Venezuela rompe boicote e diz que vai participar de eleição regional, por Sylvia Colombo

Matéria A premiada imagem de ‘papa-léguas’ diante de muro entre EUA e México

Matéria Empresa afegã pede que Brasil acolha 400 refugiados resgatados de Cabul, por Flávia Mantovani

Matéria Ministério Público pede que Brasil receba juízas afegãs e outros refugiados do país, por Flávia Mantovani

Coluna na Gazeta do Povo Como está o cenário faltando um mês para as eleições federais alemãs?

Livro Estranhas catedrais: as empreiteiras brasileiras e a ditadura civil-militar, 1964-1988, de Pedro Henrique Pedreira Campos

Coluna Escolha do meu pai como patrono de diplomatas mostra país que não quer ser pária, por Lygia Jobim

Música de encerramento The Upsetter, com Lee ‘Scratch’ Perry

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:03:40 – Giro de Notícias #01
  • 00:17:05 – Coluna Aberta: Bacia do Pacífico
  • 01:37:40 – Efemérides: A Semana na História
  • 01:42:50 – Match: Afeganistão
  • 02:02:20 – Xeque: Girão eleitoral
  • 02:44:20 – Giro de Notícias #02
  • 03:03:20 – Peões da Semana
  • 03:04:25 – Sétimo Selo
  • 03:12:05 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

28 Comentários

  • Diogo Maia de Carvalho

    No 11 de setembro eu estava na quinta série do Colégio Magnum Agostiniano. Não fiquei sabendo de nada até chegar em casa e ligar a TV. Naquele momento as duas torres já haviam caído, mas a Globo estava mostrando as imagens dos aviões atingindo o WTC em looping. A primeira imagem que eu vi foi aquela famosa do segundo avião entrando na Torre Sul. A primeira coisa em que pensei é que uma guerra estava para começar e eu não estava completamente errado.

    Abraços de BH.

  • Eu achei a discussão sobre as pensões muito interessante. O meu avô era funcionário da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, e morreu em 1984, quando minha mãe e minha tia eram adolescentes.
    Na época a lei dizia que filhas solteiras dividiram pensão vitalícia com paridade. As duas nunca se casaram.
    Acrescentando o fato de que o meu avô se aposentou em 1972, o Estado do Rio de Janeiro arca com esses custos há quase 50 anos.

  • Bom Dia / Tarde / Noite / Madrugada Filipe e Matias!

    Vocês mencionaram no começo do programa e eu gostaria de sugerir um Fronteiras Invisíveis do Futebol sobre a história das paralimpíadas! Como evento, ela teve seu surgimento separado das Olimpíadas e tem uma história toda comturbada e confusa que é muito curiosa e aposto que a maioria das pessoas acharia muito interessante porque é algo que muita gente não conhece!

    Parabéns pelos programas de sempre, vocês são o podcast que eu mais aguardo toda semana! Já indiquei para muito dos meus alunos, vocês são demais! ❤

  • Olá meninos! Ótimo programa como sempre. Sobre as bundes-eleições na Alemanha, queria dizer que o comentário da Merkel de que ela não faria uma coligação com o partido da esquerda é nada menos que uma sinalização à velha “red scare”, dando a entender que um voto na SPD abriria a chance para uma coligação vermelho-vermelho-verde, o equivalente alemão de dizer que o país vai virar a Venezuela. Em parte, a Merkel personaliza o comentário na pessoa dela pois há uma certa visão na Alemanha de que o Olaf Scholz, da SPD, seria um sucessor mais natural dela do que o Laschet, tanto por ter mais experiência como chefe de executivo e pelo temperamento comedido, quanto pelo Laschet ser de uma linha mais a direita da CDU (que é a dominante no partido no momento). E só pra complementar, os analistas aqui avaliam que uma coalizão SPD/Verde/Esquerda seria improvável, por causa justamente da política externa da Linke, que é bem mais cética à União Europeia e à OTAN do que o mainstream da política Alemã. Grande abraço!

    • Vim aqui pra falar justamente algo que tá expresso nesse comentário. Eu venho ouvindo podcasts de política/notícia alemoa e parece que tem toda essa idéia de que o Scholz é o “sucessor natural” da Merkel. Parece que isso também é porque o Armin Laschet é meio ruim de público (inclusive teve o causo em que ele ficou rindo com um pessoalzinho na volta dele enquanto as pessoas tavam falando sobre o desastre das enchentes na Alemanha um tempo atrás) e não dá muito a sensação de ser uma continuação da Merkel. O Scholz esteve na coalizão da Merkel por um tempão e por isso o próprio pessoal da SPD não gosta dele (porque acha que ele traiu os princípios do partido, renunciando demais à sua pauta pra manter a coligação com a CDU).

  • Ótimo programa como sempre Filipe e Matias. Sobre a eleição da Noruega, acredito que as chances dos trabalhistas voltarem ao poder são mais altas do que o Filipe pode estar achando. Lá o partido de Centro está alinhado à coalizão de esquerda desde 2005, quando levamos isto em consideração, todas as pesquisas realizadas este ano mostram a coalizão de esquerda composta pelos trabalhistas, socialistas e centro com ampla vantagem sobre a direita. Algumas destas pesquisas estão dando uma vantagem à coalizão de esquerda de até 20 pontos percentuais. Nesta situação, acredito que as chances dos conservadores se sustentarem no governo sejam bem baixas.
    Se esta previsão das pesquisas se confirmar, e o governo sueco segurar a barra até a posse dos trabalhistas na Noruega, toda a Escandinávia estará finalmente sendo governada pelos seus respectivos partidos socialistas e sociais-democratas simultaneamente.

  • Boa tarde, Filipe e Matias!
    Como sempre, excelente programa. Eu tenho muitos comentários para fazer, mas, essa semana, me restrinjo somente a um.

    Eu estava trabalhando. Estava lendo uma sentença da execução criminal, enquanto ouvia o novo episódio. Eis que, do nada, o Matias começa a cantar o refrão de Earth, Wind & Fire, e eu sou obrigado a parar de ler as sentenças por conta da crise de risos que tive hahahahahaha
    O cara REALMENTE meteu essa hahahaha

    Obrigado pelo excelente episódio e pela excelente cantoria!

    Abs
    Rafael Pio

  • Renan Parpinelli Scarpin

    Boa tarde, Filipe e Matias!
    Excelente programa como sempre, porém gostaria de fazer uma correção geográfica.
    Quando citando as antigas sedes olímpicas e paraolímpicas, mencionaram que Aachen (em português Aquisgrana) se localiza nos países baixos, porém a cidade fica na Alemanha, na fronteira com Países Baixos e Bélgica, representando a fronteira entre os três países.
    Agradeço novamente pelo ótimo programa, me tornei um ouvinte regular durante o ano passado e desde então recomendo a todos meus conhecidos interessados em política internacional, me sinto honrado de poder estar corrigindo figuras tão eruditas como os senhores.

  • Parabéns por mais um excelente episódio.
    Queria só fazer uma correção e um comentário:
    1. A diferença de CSU e CDU não é religiosa e sim regional. CSU é um partido exclusivamente da Bavaria, inclusive o nome completo é “Christlich-Soziale Union in Bayern e. V.”. Existem outros estados católicos como Saarland (que é percentualmente mais católico que a Bavaria) e são representados pela CDU
    2. Eu discordo que a população está querendo renovação. O candidato da SPD (Olaf Scholz) é o atual vice chanceler e ministro de finanças e de alguma forma representa mais a atual administração do que o candidato da CDU. Também não vejo um impacto eleitoral causado pelo medo de imigrantes afegãos, tanto é que a SPD (que é mais a favor que a CDU em abrir as fronteiras) aumentou a intenção de votos nas últimas semanas. Um motivo por essa migração de votos foi a péssima administração da CDU nas inundações recentes na Alemanha, que atingiram bastante o estado da NRW, onde o Armin Laschet é ministro-presidente (“governador”).
    2,5. Também não acho que necessariamente a nova administração envolva os verdes, apesar deles terem crescidos tanto. É provável que eles façam parte porque dificilmente um partido se nega a formar coalisão com eles. CDU já disse que não se une a esquerda. A esquerda não se une a FDP. Ninguém se une a AFD.

  • Eron Fernandes da Silva

    Pelo que estou entendendo da coberturasobre o Afeganistão, parece que o Vale do Panjshir é o ‘Afeganistão’ dos Talibãs

  • Talvez eu devesse estar comentando isso no site da central3, mas fiquei decepcionado com o Matias por não ter feito nenhuma piada com Total Recall, quando estavam falando que todos os governadores da Califórnia tinham sido alvo.
    Sobre o 11 de setembro, eu estava em casa, dormindo, quando acordei tava a confusão na TV, peguei o momento em que assistimos ao vivo o segundo ataque e o jornalista narra como se fossem imagens do primeiro. De tarde fui ao cinema assisti ao filme AI: Inteligência Artificial e lembro que vi as Torres gêmeas na Nova Iorque inundada.

  • Olá Filipe e Mathias!

    Gostaria de fazer uma correção: o termo correto para um veículo sem motorista é “autônomo”, não automático ou automatizado. Esses termos (automático e automatizado) se referem a tipos de caixas de câmbio, que são alternativas às caixas manuais.

    As caixas automatizadas, também chamadas de robotizadas, podem ser de embreagem simples ou dupla, sendo similares a uma caixa manual no quesito mecânico, mas possuindo uma espécie de “robô” que faz as trocas da marcha ao depender do giro. Já as automáticas podem possuir marchas ou ser do tipo CVT, que tem polias que simulam marchas. Nas automáticas uma peça chamada conversor de torque faz a troca das marchas.

    No geral se chama um veículo de automático ou automatizado não por não possuir motorista, mas por não ter trocas de marcha manuais.

    Uma explicação melhor: https://blogseminovos.localiza.com/cambio-automatizado/

  • Sobre a probição de jogar online de menores na china:

    A riot games, compania que desenvolve e publica o league of legends, mudou a localização do campeonato mundial de lol desse ano da china para a europa 2 MESES antes do evento.

    Esse anuncio veio 2 dias antes do anuncio dessa lei chinesa, não posso deixar de imaginar que essas coisas estão relacionadas.

  • Imagina as reações dos ancaps ao verem cuba lançar criptomoedas.

    Abraço!

  • A música de Tuva é muito da hora mesmo. Podia por de música de encerramento um dia desses 🙂

  • 20:47:50 Link para a imagem com as bandeiras (troquem os espaços por pontos):
    f i uol com br/fotografia/2021/09/01/1630536893613004bd77b58_1630536893_3x2_rt.jpg

  • O partido pirata islandês é o verdadeiro partido Viking

  • Vinícius Pascotto Gastaldo

    Posso perguntar se, além de saquear galeões espanhóis, faz parte das reivindicações do partido pirata comer muito churrasco, conquistar a Grand Line e encontrar o One Piece?
    Um abraço pros fãs do anime que completa 1000 episódios esse ano!

  • Olá Filipe! Endossando o comentário acima do Augusto sobre a questão CDU e CSU: a CDU não apenas não é necessariamente protestante, como o candidato do partido Armin Laschet é católico, e outros nomes históricos do partido, como Konrad Adenauer e Helmut Kohl também eram. A questão é que a Baviera é um estado de grande maioria católica, portanto a grande maioria dos integrantes da CSU serão católicos. Tendo isso em mente, e visto que a Alemanha é um praticamente meio a meio na relação de integrantes católicos e luteranos, acabam “sobrando” mais luteranos para a CDU. Recomendo este artigo da Wikipedia sobre a distribuição religiosa na Alemanha, que inclui um mapa bastante didático: https://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%A3o_na_Alemanha
    Abraços desde Stuttgart!

  • Ótimo programa como sempre!!

    O Matias cantando foi muito repentino, eu não estava preparado. hahahaha

    Muito obrigado pelo conteúdo!!

  • Parabéns pelo trabalho novamente, em especial pela participação musical do Matias. Foi emocionante (no sentido que se enquadra em algum lugar, que não sei bem qual é, do amplo espectro de emoções possíveis para o ser humano).

    Sobre o atropelamento mencionado: para além do fato de o veículo ser autônomo, paira outro porém: vocês mencionaram que era um veículo elétrico, que provavelmente produz níveis bastante baixos de ruído (não conheço o modelo específico do caso). O risco para os pedestres gerado por esse trânsito silencioso já é discutido há algum tempo (dado que o pedestre não recebe o alerta auditivo da passagem do mesmo). Considerando o fato de a vítima ser uma pessoa com deficiência visual, temos uma tempestade perfeita para risco de atropelamento: tecnologia autônoma imatura, veículo silencioso e vítima impossibilitada de vê-lo. Penso que foi pouco prudente de parte da organização da Paralimpíada permitir a circulação desses veículos, nessas circunstâncias.

  • Oi gente, sou ouvinte do Xadrez há mais de um ano e sempre quis aparecer no programa, irei a Portugal mês que vem cursar licenciatura em Línguas e Relações Empresarias e espero poder fazer comentários construtivos a respeito de Portugal ou à respeito da língua chinesa/ espanhola que irei estudar!
    Por enquanto ficam apenas meus parabéns pelo podcast e minha gratidão aos comentários ácidos sobre a formatura do Itamaraty, adoro ver gente indignada!

  • Mais um ótimo programa!!! Filipe, manda um salve pra Juiz de Fora/MG

  • Bernardo, de Berlim

    Olá Filipe e Matias,
    parabéns pelo programa.
    Só tenho uma dúvida/comentário: vocês falaram que no mundo anglófono, “liberal” é o termo usado para designar liberalismo econômico e social. Eu porém acredito que eles usam o termo “libertarian” para tal.
    O que geralmente vejo em programas americanos, o pessoal do campo mais progressista se definem como liberal, por causa de liberalismo social. Enquanto isso, os conservadores têm o alinhamento liberal econômico.
    Um amigo português e outro inglês vêem isso da mesma forma.
    No Brasil, liberal com certeza é pra denominar liberalismo econômico. Nao faco ideia se eles incluem o liberalismo social, ou se eles nem tocam nesse aspecto pq Brasil é conservador por natureza. Me corrijam se eu estiver errado.
    Abracos.

  • Salve, pessoal! Estou assistindo ao lançamento da SpaceX com civis e me veio uma dúvida que pode ser uma pauta para vocês. Pela legislação dos Estados Unidos, só cidadãos dos Estados Unidos podem ir para o espaço nas naves deles. A pergunta é: como fica para estrangeiros? A SpaceX teria de fazer lançamentos a partir de outros países? Como é a legislação para o turismo/exploração espacial atual quanto a isso? Quais são as tretas geopolíticas deste tema?

    Valeu =D

  • Fala pessoal! Tudo bem? Só um ponto de correção em relação à localização de Aachen, que na verdade fica na Alemanha e não na Holanda. Bem verdade que na fronteira com os Países Baixos, mas é alemã.

    Inclusive é onde foi enterrado Carlos Magno e onde tem um outlet da Lindt, pra quem é fã de chocolate. Cidade muito bonitinha

  • E o rolê do dinossauro cearense na Alemanha?

    O que vocês têm a dizer?

  • Atrasado para comentar esse episódio.
    Não sei se Filipe (grafia exótica interessante), não conhece ou não curte, mas há minissérie na prime video do livro indicado (The Looming Tower) . Gostei bastante. Elenco de peso, com grande atuação de Jeff Daniel’s e Peter Sarsgaard. Por essa indicação do livro, lembrou-me da vontade de ler quando assisti essa série (indo comprar agora).
    Também estou de licença parental, se possível manda um beijo (ou melhor um ‘xÊru’) para meu filho Leonardo, futuro ouvinte do XV (nasceu 06/09) e para minha esposa Ritinha. A dedicação que ela tem com nosso pequeno, só aumenta mais o respeito e amor por ela!
    Grande abraço e grato sempre pelo ótimo trabalho
    link para quem se interessar:
    https://www.primevideo.com/region/na/detail/0JXL25SWKSES3ROLAWZ5E8IGB3/ref=atv_dp?language=pt_BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.