Xadrez Verbal Podcast #237 – Beirute, América Latina e TikTok

Chegando mais um podcast no seu feed, e nada de usar o TikTok! Sério, o Trump baniu a rede social. E isso pode afetar o League of Legends. Passamos também por outras notícias da disputa entre EUA e China, além de um giro pelo Pacífico. De lá vamos até Beirute, com a trágica explosão que tirou mais de 150 vidas. Atentado? Negligência? Acidente? Vamos tentar responder essas perguntas. Finalmente, fechamos em nossa quebrada da América Latina, com presidente novo e ex-presidente preso. Além disso tudo, nós giramos pelo mundo, a quinzena na História, economia com a professora Vivian Almeida, peões da semana e dicas culturais fecham mais uma edição da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Use o código XADREZVERBAL10 na compra da sua máscara OTO aqui neste link.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Editora Contexto

Live com a professora Vivian Almeida sobre o direito de ser humano

Filme A Batalha da Grã Bretanha

Filme Num céu azul escuro

Livro A revolução dos bichos, de George Orwell

Filme Branco sai, preto fica

Coluna na Gazeta do Povo As outras razões da retirada militar dos EUA da Alemanha

Fronteiras Invisíveis do Futebol – 13 de maio

Reportagem Niger lost tens of millions to arms deals malpractice, leaked report alleges, por Jason Burke

Música de Encerramento Rajeh Yet Ammar Loubnan, com Zaki Nassif

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:04:00 – Giro de Notícias #01
  • 00:27:10 – Coluna Aberta: TikTok e guerra comercial EUA x China
  • 01:19:45 – Efemérides: A Quinzena na História
  • 01:33:35 – Match: Oriente Médio
  • 02:31:45 – Giro de Notícias #02
  • 02:40:35 – Xeque: América Latina
  • 03:39:15 – Gambito da Dama: reflexões sobre renda básica
  • 03:50:30 – Giro de Notícias #03
  • 04:03:15 – Peões da Semana
  • 04:05:05 – Sétimo Selo
  • 04:28:40 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

52 Comentários

  • Salve salve pessoal!
    Hoje o programa deve ta show!
    Grande trabalho rapaziada.
    Aquele abraço da epiglote!

  • A cidade de Antioquia na atual Turquia é “AntioQUIa”. Já o departamento na Colômbia é “AntiOquia” (se aportuguesada, levaria acento, “Antióquia”.

  • Levando em conta que está uma dentro da outra, a menor distância entre capitais do mundo não seria entre Cidade do Vaticano e Roma?

  • Entrei para o grupo seleto de pessoas que tiveram o nome lido errado, kkkkk! Meu sobrenome é SANTO (sim, sem “S” no final), mas sempre brinco que essa foi uma baita de uma trolagem do meu falecido avô paterno que se chamava Benedito do Espírito Santo e quando foi registrar meu pai, simplesmente considerou como “Espírito” sendo um sobrenome e “Santo” sendo outro. Mas fiquem tranquilo que essa troca não me causa irritações e muitas das vezes acaba virando uma conversa como a que ocorreu aqui para explicar o por quê desta grafia.

    Por fim, a menção a questão no programa retrasado sobre o Metrô de Londres e o aniversário de inauguração da “Victoria line”, a minha comparação, quando falado da expansão do Metrô de SP foi com o Metrô da Cidade do México, seja por esta cidade possuir um tamanho e população próximos ao de São Paulo, mas pelo início das obras de construção das linhas ter ocorrido num pequeno intervalo de diferença. O Metrô de Santiago, mesmo sendo superior em termos de extensão, na verdade teve as obras iniciadas cerca de 7 anos após o início dos trabalhos, um ano após o Metrô de São Paulo ter iniciado seus trabalhos.

    No mais, gostaria de agradecer mais uma vez pelo excelente trabalho que vocês fazem. Em qualquer oportunidade que tenho recomendo o trabalho de vocês, seja do Xadrez, do Repertório ou do Fronteira.

    Por fim, nessas recomendações, descobri que eu e o Matias temos um conhecido em comum, o Vinicius Diniz, com quem ele estudou História. O Vinícius foi meu colega na Faculdade de Direito.

    Um grande abraço!

  • Olá, Filipe e Matias!
    Pelo que é explicado na reportagem da BBC “O que é nitrato de amônio, principal ‘suspeito’ de ter causado megaexplosão em Beirute”, a substância explode quando é aquecida a mais de 300 °C, o que é fácil de acontecer em um incêndio. Mais detalhes da reação química podem ser vistos em vídeos nos seguintes canais do YouTube: Universidade da Química, Química com Prof. Paulo Valim e Café com química.

  • Olá pessoal do XV!
    Prezado Felipe, uma pequena correção. Atualmente, no Brasil, após a “PEC da Bengala” , servidores públicos efetivos e dentre esses os magistrados, podem ser aposentados, compulsoriamente, na forma da lei complementar 152/15, que regulamentou a questão, aos 75 anos de idade. Assim, hoje, os ministros do STF
    aposentam- se , compulsoriamente, aos 75 anos idade. Tanto que há alguns ministros já acima dos 70 anos na Corte : Rosa Webber(71); Marco Aurélio (74) ; Celso Mello (74) e Ricardo Lewandowisk (72).
    Por favor, mandem um abraço pro meu marido Rafa que me acompanha na faxina de sábado oubindo Xadrez Verbal!
    Forte abraço pra vcs!

  • Começa o programa botando sal na ferida, lembrando a tara que o meu pais tem com o dolar (coisa que não nego, os anos 90 estão aí de testemunha desse fetiche), botam limão quando falam que a questão dos acordos da dívida parece um filme de loop temporal e ainda enfiam o dedo lembrando do Macri e aclarando que a dita dívida está dolarizada… Até porque falando em pesos argentinos o número fica com tanto zero que dá vontade de deitar e chorar em posição fetal.
    Brincadeiras aparte, programa fantástico como sempre. Digo e digo outra vez, sem dúvidas as vozes mais bonitas da podosfera. Quem não concordar está errado e sinto muito

    • No caso, postei o comentario dobrado, aquí e nos comentários do episódio mesmo por pura incompetencia com tecnologia. Deixo meu facepalm aqui

  • José Nonato A. Nero

    Sugiro , a semelhança do momento “Menino Neymar”, começar o momento “Ok, Ok”, em homenagem ao grande Nelson Rubens, maior comunicador da Rede Tv ( fofoca geopolítica). Brincadeira a parte, vc são meus companheiros do final de semana. Da lavagem do carro ao churrasco. Moro no sul do Pará, São Félix do Xingu, já na espera da temporada do fogo deste ano, infelizmente prevejo uma grande destruição.

  • Com a história da explosão em Beirute eu só fico torcendo pro pessoal do porto de Montreal aqui do lado estar revisando todos os armazéns, por via das dúvidas. Fico imaginando quantas histórias suculentas como a de um russo dono de uma empresa cipriota que decreta falência com um navio que ia pra Moçambique abandonado no Líbano.

    Mas o que mais me chamou atenção nessa história toda é: em que porto da Moldova um navio se registra??

    Como sempre, parabéns pelo trabalho!

  • Buenos Aires e Montevidéu não são exatamente “frente a frente”. Isso seria verdade com Sacramento, colônia portuguesa na Banda Oriental. Mas que também não é capital…
    Parabéns pelo programa, rapazes! Estou maratona do o Fronteiras e já quero que volte o quanto antes! Hahahaha

  • Olá Filipe e Matias,

    Tanto a pronúncia cetamina e quetamina são frequentes, mas atualmente os acadêmicos tem preferido quetamina por maior semelhança fonética com o inglês Ketamine.
    É usada como party drug por seus efeitos psicodélicos e na medicina nas áreas de anestesia, tratamento de dor ( fora de centros cirúrgicos) e vem sendo estudada como um tratamento para depressão refratária e outros transtornos mentais ( sou psiquiatra e há um grupo grande de estudos sobre quetamina para depressão na Unifesp, onde fiz residência médica),

    Abraços

  • Uma pequena correção: Guano são fezes de passáros, principal fonte de amônia para explosivos e fertilizantes, extraído da ilha de Chinca, na costa do Peru, na metade do século XIX. O estopim da guerra do pacífico foi o salitre que pode ser encontrado, entre outros lugares, no deserto do atacama, fronteira entre Peru e Chile. O salitre chileno foi amplamente explorado até a invenção do processo Haber-Bosch, possibilitando a síntese da amônia em escala industrial.

  • Oi Meninos,
    Um pequeno comentário sobre o assunto do Rei Carlos I da Espanha. O Rei ainda nao está respondendo nenhum processo jurídico, no momento só está sendo investigado. Por tanto, nao podem restringir o seu direito de ir e vir. O Supremo ainda nao abriu inquérito contra ele. Sim, o Rei está aforado só pode ser julgado pelo do Supremo. En relaçao com a investigaçao que um fiscal está fazendo na Suiza provavelmente nao vai dar em nada por falta de informaçao. Aqui na Espanha já estao falando que estao regularizando a parte fiscal do problema. É muito provavel que isso vai acabar em paella.

  • Olá meninos, prabenizo pelo podcast que está excelente como sempre. Minha dúvida é que há uns meses apadrinhei o Xadrez Verbal na categoria Mequinho. Até hoje não recebi nenhum comunicado sobre se vocês estão recebendo, se meu nome consta na lista, enfim… No mínimo um mail de “ei, obrigado,”. Sei lá, acho que por ser uma senhorinha antiquada eu fico ressabiada. De qualquer forma valeu. Admiro vocês. Beijos.

  • Olá Filipe e Matias! Nunca comentei aqui no Xadrez Verbal, mas hoje quero agradecer todo o conteúdo criado até hoje para trazer mais da política internacional ao nosso dia a dia. Já sou ouvinte há alguns anos, talvez desde o começo da Era Trump, e é um dos meus podcasts favoritos.
    Gostaria de pedir que mandassem um beijo pra minha digníssima esposa Layla (lê-se LAÍLA) que de tanto eu ouvir em volume alto os programas no celular, ela até repete a vinheta falando “GIRO DE NOTÍCIAS”. Forte abraço e continuem sempre esse excelente trabalho! Espero poder contribuir com a campanha assim que melhorarem as coisas por aqui.

  • Felipe e Matias, como vão?
    Procurei o motivo por que chamam o mercado de Persa Biobio e tive respostas parciais. Vamos. lá:
    O Persa bio bio tb é conhecido como Persa Franklin, um bairro ao sul de Santiago. Franklin foi um bairro muito próspero pela construção de um matadouro em 1847, mas que fechou as portas em 1979 durante uma crise. A municipalidad de Santiago resolveu abrir os intermináveis galpões do matadouro para vendedores ambulantes em 1982. Passado os anos, os produtos do mercado foram variando muito, apesar de a maioria ser de móveis e antiguidades.

    Tanto é que muitos móveis da minha casa são de lá, ótimo lugar pra comprar cacarecos. E o que descobri também é que o nome deriva de “Feria Persa” onde se vende tudo e o termo é usado para distinguir da feira livre, pra que a pessoa saiba que é um mercado de cacarecos. Tanto é que o Persa biobio é uma das tantas “ferias persas” no Chile, acho que a mais famosa. Outro dado importante é que Franklin era um sector de imigrantes nos anos 40, assim que pode ser que o termo tenha surgido por lá mesmo, apesar da minha mulher acreditar que o termo é genérico para os ambulantes que vendem suas coisas na rua, com seus produtos expostos sobre um pano extendido no chão (prática comum até hoje aqui em ferias persas).

    Dito isso, não achei exatamente a conexão com os persas e essa imigração citada anteriormente. Uma outra coisa muito importante é que o artista e letrista Zenén até hoje vende suas obras originais no Persa. Ele é conhecidíssimo na cultura de Santiago por desenhar os cartazes de rotas dos antigo onibus e de fazer placas e letreiros para bares e restaurantes. Compramos eu e
    Rosario (minha mulher) um quadro dele que está na nossa sala.

    Um abração e até mais do seu ouvinte do Chile.

  • João Paulo Vicensio

    Tô bravo……vcs falaram da batalha de Culloden e não falaram da série OUTLANDER…..

  • Muito bom, como sempre, o programa!
    Nunca comento nada (sinto q me falta gabarito), mas, dps de tanto tempo acompanhando, gostaria de ao menos agradecer todo o excelente trabalho q fazem: Muito obrigado!
    Aproveito para pedir um abraço para minha namorada Jéssica, e deixar aqui registrado q a única autoridade monárquica q eu reconheço é Amador Bueno, Rei de São Paulo. kkkk

    Tudo de bom!

  • Olá pessoal. Aproveitando o assunto sobre o nitrato. Vi que ultimamente muitas pessoas tem se mostrado preocupadas, porque é um produto bastante usado na agricultura brasileira, principalmente em Citros (Laranja, Mexerica e Limão). Sou agrônomo e trabalho em uma empresa que produz fertilizantes, e posso afirmar que o controle sobre essa matéria-prima é bem rígido. A fábrica de fertilizantes deve manter uma câmera ligada 24hrs monitorando o silo onde está esse produto, que pode ser requisitada pelo exército. Além disso a documentação sobre a movimentação da mercadoria também é vistoriada. Então, apesar de não ser descartada a possibilidade de termos um acidente do tipo nas fábricas brasileiras, o rigor da fiscalização diminui bem essas chances.

  • O filipe pode ter dito como brincadeira mas eu acredito meso que o motivo do banimento do tik tok seja o comicio de tulsa que os fans de kpop fizeram falhar usando aplicativo.
    A unica coisa que faz o trump agir é o seu ego e quando o mesmo é ferido, se nós já sabíamos do potencial risco do tiktok a alguns meses as agencias de inteligencia dos eua ja sabiam a VARIOS meses e provavelmente relataram isso ao trump, mas como ja foi revelado que até mesmo a acusação de a russia estar pondo recompensas em soldados dos eua no Afeganistão o trump achou que era fake news mostra a tendencia dele de não acreditar ou ignorar relatórios das agencias de inteligencia, ai na semana seguinte ao comício de tulsa ele anuncia que pretende banir o tiktok? não, isso não é uma coincidência!

    Ótimo programa, queria indicar aqui o documentário em 5 partes disponível no youtube chamado segredos do castelo onde uma equipe de historiadores e arqueólogos constrói um castelo medieval usando tecnologias disponíveis no século 13!

  • Olá Filipe,

    Quando você mencionou o meu comentário a respeito das posições do Churchill, afirmou que as citações que eu coloquei dele, e que tirei do livro que eu tenho aqui na minha estante, não eram verdadeiras. Não entendi o motivo, diz respeito ao fato dele tomar atitudes díspares ou falas contraditórias sobre este assunto posteriormente a publicação da obra? Se for isto, peço perdão pela minha ignorância, pois depois de ler o seu livro de memórias, fiquei com a firme convicção de que ele era europeísta…

    Ah, e só uma pequena correção: a idade atual para aposentadoria dos juízes do STF é de 75 anos.

    Saudações desde Pombal-PB.

    • Filipe, acho que ele não falou do seu comentário. A impressão que eu tive é que ele estava comentando sobre os diversos posts que aparecem pela internet com frases aleatórias que colocadas como de autoria de Churchill. Achei bem válido tanto o seu comentário quanto o dele!!

      Abraço

      • Agora que você falou, fez total sentido! hahaha

        Me esqueci como o Filipe costuma ser sarcástico com isto, e na hora associei como se estivesse relacionado com o meu comentário, caí naquele erro típico de internet de não reconhecer uma ironia.

        Mil perdões para ele e obrigado a você pelo esclarecimento.

  • Bom dia!!

    Para variar um programa ótimo!! Parabéns!!!

    Só um comentário aleatório, mas muito legal, sobre o Segundo Levante Jacobita!! Muito legal vocês lembrarem da música do Grave Digger!! A banda de power metal de Curitiba, Dragonheart, tocava a música Rebellion em seus shows, quando estas coisas existiam. A voz do meu grande amigo Taborda (baixista) deixou a música especialmente boa!! Fica aí uma propaganda da banda que está na ativa novamente e, não fosse a pandemia, estaria lançando mais um trabalho!! Mas está tudo pronto pra sair assim que eles puderem se reunir e gravar!!

    • Olá Filipe,
      Sou escrivão de policia civil e sobre o questionamento acerca do Rei Emérito Da Espanha Juan Carlos I: “qual critério para chamar alguém de foragido?”
      Esse termo, no Brasil, é utilizado quando se tem um mandado de prisão em aberto em desfavor de tal pessoa e essa pessoa não é localizada ou não se apresenta espontaneamente.
      Só o fato de se ter uma investigação ou uma pessoa “sumir” não implica automaticamente no status de foragido.
      Enfim, é necessário a expedição do mandado de prisão e a pessoa não ser encontrada ou não se apresentar.

    • Fiquei surpreso com a menção ao Grave Digger. Já conhecia a música, mas não tinha noção de que era referência ao conflito. Quando o camarada mencionou a banda do seu amigo, por um momento achei que se tratava da famosa Lionheart que fez muito sucesso no LionFest, dia 11, dia 11, dia 11. hahahahahha

  • Excelente, como sempre. Fiquei esperando para ouvir sobre Belarus e não decepcionaram. Espero que no #238 falem bastante do que está acontecendo lá desde a eleição. Tenho família lá, estou pertinho da fronteira da Letônia com Belarus, no momento, e a coisa está realmente feia. Ficamos 48 horas sem conseguir comunicação com o pessoal lá… Aliás, falando em apagão, até o momento que publico este comentário, nada de manifestação do Itamaraty…. Abraço!

  • Pq não chama o presidente da china de ursinho pooh mais? Foi ameaçado?

  • Saudações!
    Como sempre, excelente programa!! A faxina sempre rende quando estou acompanhados de vocês. Sobre a Rebelião Jacobita, partes dela (incluindo a Batalha de Culloden) são retratadas na série de ficção histórica/fantasia Outlander, adaptação da série de livros da escritora estadunidense Diana Gabaldon.
    Abraços de um graduando em História (por influência dos senhores).

  • WILLIAM DE OLIVEIRA MENEZ

    Olá pessoal! Mais uma vez gostaria de agradecer pelo trabalho de vocês e dizer que montei uma disciplina na escola onde dou aula de história em Belo Horizonte sobre História da África e tem me ajudado muito na preparação das aulas o Fronteira Invisíveis do Futebol. Escutei todos os fronteiras sobre países africanos e os alunos também estão gostando de ouvi-los.
    Grande abraço e gostaria que vocês enviassem um abraço pra Laura Moura Martins, minha esposa, pois foi ela que me apresentou o Xadrez Verbal.
    Ah. E na hora de cozinhar sempre ouço a playlist do Matias!
    Beijos para os dois!

  • Muito obrigado pelo trabalho excepcional de vocês! Faço um curso preparatório para o Enem e quando tem aulas de atualidades sempre fico lembrando de tudo que aprendi no podcast. O engraçado é que encontrei o podcast por acaso pesquisando sobre “xadrez” e agora não consigo parar de assistir. Muito obrigado! Abraço!

  • Olá Filipe e Matias, parabéns por mais um episódio excelente. Como vocês falaram sobre o amado guilty pleasure, aka Lolzinho, a algumas semanas ocorreu uma polêmica envolvendo o campeonato europeu de LOL com a empresa saudita NEOM. Após o anuncio que a NEOM seria a principal patrocinadora da competição que caminha para os playoffs, a comunidade puxada principalmente pelos casters que possui membros LGBT+ começaram um boicote a competição até falando que se recusariam a participar da competição enquanto a NEOM fosse uma das patrocinadoras. Vale olhar a reportagem da BBC chamada “League of Legends European Championship cancels Saudi deal after backlash” e a coluna do pontual Guga Chacra no site do Globoesporte chamada “Guga Chacra opina sobre parceria entre LEC e NEOM: “Deplorável””
    Abraços e continuem com o excelente trabalho.

  • Sobre o gentílico dos EUA, eu só quero lembrar que o Che Guevara os chamava de “usanos”, como pode ser visto no discurso dele em que ele disse que ía ter fusilamento sim:

    Desde que o descobri, passei a chamar de “usano” também. Inclusive em inglês digo “USian” (lê-se /ɪu’ɛsjan/).

  • Gostaria de fazer um comentário muito sério e cheio de conteúdo relevante sobre esse último episódio, mas hoje eu vim aqui só pra exaltar as duas menções a Papaléguas e uma a Pernalonga no podcast, achei sensacional, hehe . Obrigada pela companhia de vocês durante a “quarentena de quarenta meses” (MATIAS, 2020), me ajudando a ficar menos doida. Um abraço.

  • Poliana Nascimento Rufino

    Olá meu caro Matias e Filipe! (Por favor leiam meu comentário no próximo episódio, já avisei a família toda pra ouvir). Primeiro quero parabenizá-los pelo incrível trabalho. E segundo pedir uma sequência de abraços. O primeiro para meu irmão Leonardo Nascimento Rufino, que me apresentou o xadrez verbal. Desde então não o tiro dos ouvidos. Toda limpeza da casa é feita ouvindo vocês (inclusive deixo o celular no bolso enquanto faço diversas atividades em casa, meu marido ouviu muitas vezes através de mim e passou a gostar também. Mandem um abraço pra ele também, Diego Augusto). A sequência de abraços vai para meu irmão Vinícius Nascimento Rufino, meu sobrinho Miguel, minha mãe Sônia e meu irmão de coração e professor de história preferido, Tharles Silva. Devido a pandemia não nos vemos pessoalmente há 5 meses. Saudades família! Assim como você Filipe respondeu a uma ouvinte, só saiu de casa quando o Átila autorizar. Um abraço para o Átila também. Parabéns novamente pelo trabalho de vocês. Gratidão por todo conhecimento compartilhado.

  • Vinicius Pales Quaresma

    Abraço pro Matias e pro Felipe, melhores companheiros de estrada! Tive que me deslocar da minha cidade (Vitória da Conquista – BA) até Salvador e são 510 kms! Fiz o sacrifício de acumular episódios e deu certo! Na ida fui ouvindo o Xadrez com o Atila e na volta o tradicional mesmo e estava ótimo!! Viagem passa mais rápido na boa companhia de vocês!
    Queria agradecer pois nunca vi nada nem sequer parecido com o trabalho de vocês, não sabem o peso disso para o público em geral!
    Mandem um abraço pra mim (Vinícius Pales) no próx episódio, ficarei muito feliz!

  • Olá Filipe e Matias, tudo bem?
    Confirmando que vocês tem sim algum ouvinte da comunidade libanesa rs, sou da terceira geração da família nascida no Brasil.
    A situação atual do Estado libanês, tomado por negligência, dívidas e corrupção nos entristece muito, mesmo parecendo distante, já que nós os descendentes mantemos uma relação de carinho com este país.
    Gostaria de agradecer pela escolha da música de encerramento, uma singela homenagem as vítimas dessa tragédia.
    Aproveitando a deixa, sugiro um Fronteiras sobre o Libano, assim que vocês retomarem. Comecei a ouvir os podcasts de vocês pelo Fronteiras, que acho sensacional, o meu preferido.
    Parabéns pelo trabalho de ambos e do Atila na cobertura da pandemia também. Um abraço.

  • Luis Eduardo Reis da Silva

    Olá Matias e Filipe, tudo bem? Ótimo programa como sempre, muito obrigado pelo conteúdo!!
    Sobre a questão das pessoas nomearem a atual situação entre EUA e China como uma espécie de nova guerra fria, entendo a posição do Filipe sobre o termo; mas gostaria de fazer uma pergunta: a relação entre essas potências poderia se assimilar um pouco com a relação entre Grã-Bretanha e Alemanha antes da primeira guerra mundial? Faço essa pergunta pois enquanto lia o livro História Moderna e Contemporânea, de Leonel Itaussu A. Mello e Luís César Amad Costa (1999), me deparei com o seguinte trecho: “Os alemães dominaram mercados anteriormente britânicos na Europa, no Oriente e até mesmo dentro da própria Grã-Bretanha. Tudo isso colaborava para a rivalidade anglo-germânica.” Entendo que são contextos e países diferentes, mas achei interessante. Sou leigo e tenho muito a aprender, então não sei se faz sentido uma comparação dessas, por isso fiz a pergunta.
    Obrigado pelo ótimo conteúdo!!

  • Olá, meus caros Filipe e Matias!

    Me tornei ouvinte fiel do Xadrez Verbal desde o começo do ano. Mas só agora “criei vergonha” e resolvi deixar meu elogio ao trabalho de vocês, que além de me dar uma mãozinha nas faxinas, também tem sido bastante útil no meu Doutorado em Comunicação na Universidade Federal do Ceará.

    Em uma das disciplinas que estou cursando (Comunicação e Política Comparada), estamos conhecendo os sistemas de mídia de diversos países pelo globo (Lituânia, Arábia Saudita, África do Sul, Rússia, etc). Pra me ajudar na tarefa resolvi dar uma chance ao Fronteiras Invisíveis do Futebol, ignorando o futebol (que não entendo nada) e focando na parte do “intensivão” de história.

    Nessa quarta-feira (12 de agosto) ouvi o episódio sobre Israel e fiquei surpresa com a menção aos dois únicos acordos de paz com países árabes (Egito e Jordânia), que findaram com o assassinato de líderes nacionais envolvidos (Anwar Sadat e Isaac Rabin). Pois não é que justamente no dia seguinte(!) saiu a notícia de um novo acordo de paz, agora com os Emirados Árabes, e pensei logo: “Valei-me meu Padim Ciço, será se dessa vez vão matar alguém?”

    Enfim, meu comentário é também pra parabenizar e agradecer pelo trabalho de vocês. Mandem, por favor, um abraço para o professor da disciplina, Diógenes Lycarião, que vai ficar “todo pabo”, pois ele também é ouvinte do Xadrez Verbal e sempre comentamos sobre o programa durante as aulas. E deixem um alô pra minha terra, o Crato, na região do Cariri, interior do Ceará. Também há ouvintes de vocês por aqui. ❤

    Débora Silva Costa
    @sitedadebora

  • Olá meus caros! Obrigada por mais este podcast! Gostaria de pedir uma descrição do Mathias Pinto aqui no site também, pois sempre que vou apresentar o Xadrez Verbal às outras pessoas, eu sei falar sobre o Filipe mas não sei falar sobre o Mathias e me sinto frustrada quanto a isto. Pleeeesseee!!!

    Ah, leiam os comentários do pessoal do YouTube, tem muita gente que comenta coisa bacana lá também 🙂

    Outra coisa: se não for pedir demais, queria que vcs mandassem um abraço para mim e meu marido Bruno Leonídio pois agora, dia 07/07, comemoraremos 3 anos de casados (estamos há 13 anos e 9 meses juntos – e contando!) e, durante estes 3 anos, além de ele ter aprendido a gostar de gatos e ter virado vegano por causa deles (a gente casou comigo levando meu casal felino – o Ragnar e a Lagertha – e, durante este tempo casados, adotamos mais dois por ele ter aprendido a gostar e amar gatos a partir dos dois. Adotamos mais dois gatos machos para encher a casa de alegria, o Fenrir e o Wendigo Clodoaldo) , ele aprendeu a ouvir vocês e a gostar do programa, já que os ouço desde o início do podcast e continuei ouvindo-os enquanto lavo a cozinha e faço comida. Ainda não virou um ouvinte, pois ouve através de mim mas…. quem sabe isso não muda, certo? 🙂

    Obrigada, pessoal! Abraços!!

  • Pablo Ramon Prediger Garay

    Olá caros! Hoje escutando o programa tirei uma ‘pequena dúvida’. Nos abraços do último programa com o Átila, se não me engano, ao me mandar o abraço, o caro Filipe me chamou de “nosso ouvinte metroviário”. Não entendi porque esse título mas imaginei que teve alguma confusão de ouvintes ou com alguma mensagem minha. Terminei de escutar esse programa (237) hoje e nos comentários finais o Filipe mencionou o Ramón “do metro”. Ahhh ai está. Eu tenho Pablo na frente do Ramon, e o meu Ramon não tem acento e não ando de metro hehehe.
    Abraços!

  • Sobre o vazamento nas ilhas Maurício. O navio estava contratado pela Mitsui (uma das acionistas da Vale) e em rota para o Brasil para pegar um carregamento de minério de ferro em Tubarão (possivelmente da Vale). Somando esse vazamento com o naufrágio de fevereiro de 2020 no Maranhão e o desaparecimento de outro navio em 2017 próximo à Argentina, a mineradora brasileira parece estar associando seu nome a uma série de acidentes em navegação. Quanto será que as seguradoras vão começar a cobrar a partir de agora?

  • Olá, meus caros! Parabéns por mais um excelente programa.

    Talvez já tenha sido comentado por algum outro ouvinte, mas queria compartilhar que todo início de programa, quando o Matias entoa “oooo hooooooomem por trááááááas do tabuleiro” ele soa IGUAL ao lendário Paulo Brito, o eterno narrador de GREnais da RBS.

    Abraços!

  • Guris:
    Excelente programa.
    Vcs fazem um trabalho excelente, esclarecedor, muito necessário!
    Obrigada pela dedicação.
    Força para atravessarem a pandemia com saúde.
    “Tudo é uma questao de mamter a mente quieta, a espinha ereta e o coraçao tarnquilo”! Walter Franco
    Abraçao! 🙂

  • Gostaria de pedir se possível no próximo xadrez uma lembrança para a professora Marcia Barbosa Mansor D’Alessio do departamento de História da UNIFESP que morreu de câncer que vinha enfrentando alguns anos. Ela traduziu obras como do Nora para o português e como aluno do departamento e da professora me deixou bem abalado e triste por esse momento.

  • Ei vocezes…

    Dois detalhes…

    Vocês souberam q o Xadrez Verbal apareceu rapidinho no seriado Marielle, da globoplay?

    Além disso, dia desses vi um episódio do Greg News falando sobre Q-anon e me espantei… como eu vejo algum tema internacional em outra mídia antes do XadrezVerbal me explicar?

    Segue o link

  • TAYNA CAPRARA MATIOTA

    Deixando mais um comentario aqui, sobre a primeira Efeméride, do movimento Jacobita, a série da Netflix Outlander é contada no contexto desse movimento e na batalha de Culloden, com um toque de misticismo e com uma historia romantica, muito bom recomendo.

  • Notei que o Filipe pós pandemia NÃO TEM MAIS ficado resfriado…uma bom “efeito colateral” dessa virose maligna… grande abraço aos dois ocupantes da nave vagando pelo universo sideral…😎

  • Eu não tenho dúvidas de que a acusação da Venezuela direcionada à Guiana surgiu após eles assistirem Sangue Negro.

  • PEDRO HENRIQUE LINS GRYSCHEK

    Salvem Filipe e Matias. Queria agradecer vocês porque na minha dissertação de mestrado sobre genocídio no Direito USP – finalmente defendida nesta semana e focando em Srebrenica – os capítulos sobre Iugoslávia e Bósnia do Fronteiras me serviram de base para a pesquisa do contexto histórico.
    Abraço na vesícula biliar dos dois.
    Se puderem, mandem um abraço pro pessoal da D&B, todos ouvintes fiéis e à Dani.

    Pedro Gryschek

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.