Xadrez Verbal e Atila Iamarino – Especial Coronavírus #16

Programa de número 16 sobre a pandemia da covid-19 com o biólogo e virologista Atila Iamarino para trazer uma perspectiva diferente ao noticiário internacional. Aqui você terá, gratuitamente, as principais notícias sobre a pandemia e um novo estudo de caso sobre o México, junto com as análises do que está funcionando, o que não está e quais as lições para o Brasil!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Matéria Populists Inflame the Coronavirus Outbreak Across Latin America, por Jon Lee Anderson

Curso gratuito COVID-19 Contact Tracing

Coluna OMS: Vacina testada no Brasil é a mais avançada em pesquisas, por Jamil Chade

Música de Encerramento Civilization Collapse, com Kreator

Use o código XADREZVERBAL10 na compra da sua máscara OTO aqui neste link e contribua com a Cruz Vermelha.

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 01:22:45 – Estudo de caso: México
  • 01:44:00 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

18 Comentários

  • A CoronaVac (vulgo “vacina chinesa”) vai ser testada no RS também, o Hospital São Lucas da PUC vai ser um dos centros de testes e já tem movimentos contrários, inclusive, ameaçando invadir hospital.
    Quanto a questão sazonal está ocorrendo um monitoramento no sul do Brasil. Por enquanto não conseguimos observar uma relação direta (ao menos nos municípios onde sou voluntária), mas ainda é precoce fazer qualquer afirmação a respeito da sazonalidade. Unica afirmação possível, por enquanto, é de que há relação entre a presença de frigoríficos e indústrias alimentícias de grande porte nos locais onde ocorreu o aumento de casos confirmados e a elevação de mortes por síndrome respiratória (algo que já foi citado em outros programas).

    Comentários aleatórios:
    – Enquanto ouvia o programa rolava uma festa no prédio ao lado. A nova moda em Porto Alegre é aluguel de salas comerciais, no bairro que resido, para festas clandestinas.
    – É a terceira vez que pauso o aplicativo de músicas pra ouvir o podcast e ele encerra com a banda/cantor que estava ouvindo antes. Admito que fiquei com um pouco de medo.

  • Tava pensando que seria legal no último episódio do especial corona vírus (se tiver 😥) fazer um estudo de caso sobre o Brasil

  • Só o Xadrez Verbal pra tocar Kreator. Kipodcast!!
    Filipe devia se juntar com o Gaveta e o Affonso Solano pra fazer um podcast de Heavy Politica Nerd Internacional.

  • Luiz Carvalho Junior

    Sou apaixonado por vocês (culpa do Atila). E tenho uma pergunta: Átila, existe algum estudo sobre alguma ligação entre apendicite e COVID-19? Eu fui diagnosticado de COVID-19 no mesmo dia que tive as dores no apêndice. Fora isso não tive qualquer outro sintoma. Ficarei feliz caso seja respondido, e até o próximo podcast! Ah, e escrevo aqui de São Luís, a Atenas brasileira!

  • Felipe, Infinita Highway é uma obra prima dos EngHaw mas você não tá preparado para essa conversa, haha.

  • Filipe,
    o programa estava excelence. Mas gostaria que você, por favor, avisa-se o Átila que, aos 17:46, quando ele vai falar do CORONAVIRUS felino (o FCoV, que causa a Peritonite Infecciosa Felina-PIF), ele o confunde com o PARVOVIRUS felino (que causa panleucopenia e enterite em gatos). Os dois são vírus predominantemente entéricos/intestinais, mas de famílias diferentes e que causam enfermidades distintas.
    Muito obrigado e continuem o bom trabalho.

  • Adoro o programa e meu coração está mais vazio agora que é quinzenal, mas POR FAVOR, Matias, para de respirar no microfone e peço que faça caminhadas na sua sala porque sua capacidade cardiorrespiratória não parece bem

  • Ótimo programa, excelente, maravilhoso esse cross-over com o Átila.
    Obrigado pelo programa e pelo presente de aniversário (foi no dia do meu aniversário, 3 de Julho que saiu o programa);
    E já estou trazendo mais uma ouvinte, minha namorada, a Tatiana, que amo muito, começou a ouvir o Invisible Frontiers of Football.

    Abraços e lambidas em seus alvéolos pulmonares.

  • Excelente programa. Ouvir Kreator em 1.4x da ainda mais vontade de quebrar tudo do que o normal.

    Abraços no figado.

  • Fala amigos do tabuleiro! Gosto demais do conteúdo de vcs, principalmente o xadrez verbal. Confesso que o especial covid só ouvi os 2 últimos.
    Coloco uma questão para análise: percebo que alguns países apresentam excelentes desempenhos (numéricos) no combate ao covid, entre eles: China, Coreia do Norte, Cuba e Nicarágua. Todos nós sabemos que é uma coincidência curiosa.
    O Brasil possui números de infectados e de mortos grandiosos, mas possui tb dimensões e população continental, inclusive fiquei contente quando o Átila mencionou algumas vezes as proporções para fazer uma comparação mais adequada. Sabemos também, que existe grande subnotificação brasileira e que isso é uma problemática, creio que mundial.
    A questão é: todas as oportunidades onde foram feitas menções aos países supracitados com resultados excelentes (nesse podcast me recordo de Cuba e China), os números são tratados com maior seriedade e respeito. Já as oportunidades onde o Brasil era colocado, o Mathias fez questão de depreciar e inclusive relembrar das subnotificações em vários momentos.
    Sei que o programa é de vocês e fazem o que quiser, mas pelo menos não comparem a situação desses países que eu citei, com o nosso, eles não estão no mesmo patamar. Subnotificação por subnotificação, quem será que omite mais? Quem está passando as informações nesses países, a imprensa de lá? Legal!
    Por favor, não citem os países com essas características como exemplos. Nesse último podcast, até fazer pouco dos riscos do 5G o Mathias, fez, coisa que o próprio Felipe já tratou que não é tão viagem assim.

    Passada essa colocação, reitero minha total admiração por vcs, não sou hater, não acho Átila comunista, não quero que ninguém vá pra Cuba, não sou terraplanista, não sigo o Olavo e não acredito em teoria da conspiração chinesa. Vocês contribuem demais nos conhecimentos de atualidade na política externa. Muito obrigado!
    Só como observação, moro em El Salvador, dá um alô aí! Valeu!

  • Gustavo Henrique Pereira de Paula Vidal

    Adorei o programa, muito bom. Só quero passar por aqui para mandar um abraço para vocês… Conheço o trabalho de vocês e do Átila antes de virar modinha!!! 😂😂😂
    Sou farmaceutico clínico e trabalho em um posto de saúde na pequena e pacata cidade de Iperó, cidade onde fica Aramar, onde estão fabricando o motor do submarino nuclear da Marinha. Converso aqui com os outros profissionais de saúde e com a população sobre as informações que tenho ouvindo vocês e sobre essa loucura da Pandemia…
    Por aqui já falta azitromicina, prednisona e ivermectina, praticamente toda receita aviada sai com essa prescrição… Já até cansei de falar que não existem evidências, mas o pessoal está com medo… Há mais ou menos um mês os casos começaram aumentar vertinosamente… Estamos todos preocupados…
    Abraço a vocês e excelente trabalho…

  • Calebe Piacentini

    Gostaria de fazer uma pergunta para o Átila sobre uma teoria (conspiracionista?) que me tem irritado (isso para não ser elegante): o sistema digestório, em especial, o estômago é capaz de “matar” um vírus? No caso, o coronavírus. Porque me parece errado: a ideia não é quebrar ligações moleculares, não desnaturar células? Mas as pessoas tem repassado e acreditado piamente nessa teoria pelos ZapZap.

    Comentário bondoso: o programa é ótimo e eu gosto como o Felipe é grosseiro e o Matias paciente. Abraço!

  • Adorei o programa, como sempre! Parabéns Felipe, Matias e Átila!
    Queria saber se vocês podem me ajudar a dar força a um projeto.
    Sou estudante de Medicina da Unicamp e sou um dos organizadores do OrientaCOVID. Diante desta pandemia, desde março, os acadêmicos de Medicina e Enfermagem da minha universidade vem realizando atendimentos por telefone para sanar dúvidas da população sobre o vírus e sobre sintomas (deve procurar serviço de saúde? deve se isolar?), sempre supervisionados por docentes, remotamente. E agora, estamos numa etapa nacional, que nos organizamos com várias universidades de todo o Brasil para atender gratuitamente a população, seja por telefone no nosso número nacional (0800 042 0506), seja por chat no nosso site!
    Segue nosso site:
    https://orientacovid.com.br/
    Se puderem ajudar divulgando o nosso trabalho, seria incrível!
    Obrigado e abraços!

  • Bom dia, Boa Tarde, Boa Noite.
    Fabricio aqui. Professor de História, atualmente na Austrália trabalhando em outro ramo. Por aqui me atualizando do que acontece com o mundo com os Podcasts do Xadrez Verbal (mesmo que sendo com algum delay).

    Antes de mais nada… como assim 3 jogadores do Volta Redonda jogaram com positivo do Covid-19? E parabéns para o comentário futebolístico que só nos recorda da saudade do Fronteiras Invisíveis do Futebol, lá que me satisfaço com a conversa histórica que me falta aqui em Sydney. Sempre muita informação e opinião honesta.
    Está passando uma série naquele aplicativo de streaming chamado Esportes do Mundo. O primeiro episódio dessa série é sobre o Calcio Storico! Não sabia de tanta violência no ˜futebol˜.
    Enfim, acabei de escutar no programa da última semana que ainda sem previsão para retomar o Fronteiras. Só me basta então escutar os outros episódios do fronteiras.

    E sobre o som de encerramento do programa: Que Assim Seja! \o/
    Rock and roll na veia! Como diria um amigo, som duka!

    Sobre o Corona, aqui tudo mudou na programação de abertura depois do aumento de números de casos em Melbourne após duas pessoas que voltaram de Londres não respeitaram a quarentena e depois de ir a um velório disseminaram o vírus. Como desde de Março os Estados aqui na Austrália estão fechados, e ainda antes desde o primeiro caso aqui em Janeiro, quando o “caminho” do vírus já era “perseguido” pelo MInistério da Saúde daqui; esse aumento de positivos para a doença são bem localizados e dá certa tranquilidade para as pessoas aqui.
    Dos hoje quase 10 mil casos, cerca de 10% que são disseminação comunitária. E a maioria foram adquiridos no exterior. Aqui a polícia fica na recepção de hotéis vigiando a quarentena de quem vem do exterior (tudo pago pelo governo). E fora os mais de 3 milhões e 100 mil testes realizados (em um país de 25 milhões de pessoas). Essa até é uma pergunta que tenho para o Atila: existe tem um número mínimo de testes realizados (em relação à população) que seja recomendado? – mesmo sabendo que uma mesma pessoa possa ter feito o teste mais de uma vez – fora que não faço ideia de que tipo de testes estão realizando?!

    Obrigado pela oportunidade. Muita Saúde para todos!

  • Ola a todos,

    Sou o Tiago de Lima Castro, professor de música e filosofia, tentando sobreviver ao doutorado. Recuperei-me do COVID19, só o olfato que não ficou completamente normal, mas de resto bem. Obrigado pela menção.

    Penso que a falta que a falta de uma boa divulgação histórica da gripe espanhola tem ajudado todo esse negaciosismo. Na minha família temos a memória da minha Tataravó, Dona Maricota, ter transformado a casa em enfermaria lá numa cidadezinha no triângulo mineiro, durante a epidemia. Outras cidadezinhas a volta tiveram pessoas fazendo o mesmo, não sei por orientação de quem. Mas essa mínima memória e observando os dados levou a ter cuidado desde o início.

    Muitos mais estudos que os que já têm sido publicados, o serão nos próximos anos. Contudo, penso que seria necessário obras de divulgação escritas com bom rigor científico articulando biologia, epidemiologia com ciências humanas. Quem sabe vocês três não escrevem algo a seis mãos quando tudo isso passar?

    Parabéns pelo trabalho e tudo de bom a vocês!

  • Olá pessoal do Xadrez Verbal! Me veio de uma duvida e gostaria saber do Atila, o nosso paladino: O quê aconteceria com o vírus se uma saliva infectada com a Covid-19 entrasse em contato com a mucosa de outro sistema do corpo que não a respiratória? Por exemplo, o sistema digestivo, excretor e outros, ela “anda” e vai até os pulmões?

    Obrigado pela atenção. Abraços!…quer dizer, acenos!

  • Queria entender como em 16 programas o Matias nenhuma vez apresentou o nosso paladino com a voz do Cid Moreira em referência ao “Mister M, o paladino mascarado”.

    Tirando essa falha, ótimo programa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.