Xadrez Verbal Podcast #228 – Gafanhotos, Europa e América Latina

Mais um podcast do Xadrez Verbal em quarentena! Recebemos o nosso agrônomo Gustavo Rebello para falar um pouco sobre a nuvem de gafanhotos que assola a África Oriental. Giramos pela Europa, com concentração de poderes em Orbán na Hungria e briga entre Polônia e a UE. Vamos até nossa vizinhança, com proposta dos EUA para a Venezuela e Ronaldinho fora da prisão. Além disso tudo, nós giramos pelo mundo, a semana na História, economia com a professora Vivian Almeida, peões da semana e dicas culturais fecham mais uma edição da sua revista semanal de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Editora Contexto

Podcast Podnext

Campanha semanal de e-books gratuitos da editora Osprey

Filme Apollo 13

Filme Patton: rebelde ou herói?

Fronteiras Invisíveis do Futebol #40 – Índia

Nerdologia História Criminosos – Oklahoma City 1995

Coluna Polônia, Hungria e o populismo com o dinheiro dos outros

Música de Encerramento Ain’t no Sunshine, com Bill Withers

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:03:10 – Giro de Notícias #01
  • 00:18:20 – Coluna Aberta: Gafanhotos na África Oriental, com Gustavo Rebello
  • 00:25:20 – Efemérides: A Semana na História
  • 00:34:50 – Match: Europa
  • 01:00:15 – Xeque: América Latina
  • 01:25:30 – Gambito da Dama: pandemia e cotidiano
  • 01:44:55 – Giro de Notícias #02
  • 01:54:05 – Peões da Semana
  • 01:56:30 – Sétimo Selo

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

25 Comentários

  • Em tempos de Corona, Matias deu um geisel para a OMS(trocadilho detected)

  • Diogo Maia de Carvalho

    A cobertura da imprensa brasileira a respeito da praga de gafanhotos na África é basicamente nenhuma. Pergunto-me se ela também seria nula se fosse no continente europeu.

    Abraços de longe.

  • O áudio do Matias ficou ótimo!

  • Bernardo, de Berlim

    Oi Filipe com i e Matias sem h,

    Ótimo programa! Bom ter o programa de volta ( e parabéns pela iniciativa do programa sobre o coronavirus).
    Só deixando um comentário sobre o encontro do Elba. O rio Elba ainda passa pela Alemanha. As águas dos rios de Berlim inclusive deságuam nele ao oeste de Berlim e este é o rio que passa em Hamburgo.

    Abraços!

    • Quero parabenizá-los por continuar mantendo o programa no ar mesmo no meio dessa bagunça. A qualidade do som melhorou em relação ao último, inclusive. É bem importante poder continuar com informações nesse nível de qualidade e abrangência em tempos de pandemia (eu sou do grupo dos heavy quarenteners, não saio pra nada, quando falta algo em casa eu vou me adaptando antes de fazer algum pedido, imagina ir num mercado ou feira…). Saudades do fronteira, mas entendo que vai demorar até o próximo.

      Abraços e obrigado mais uma vez.

  • Pedro Henrique Lins Gryschek

    Áudio ficou ótimo para uma gravação durante a pandemia, parabéns! Pequeno comentário sobre o Rio Elba: Ele nasce na Tchéquia, perto da fronteira do país com a Polônia (ao norte), faz uma curva na direção ocidental e entra na Alemanha. Passa por Dresden e Hamburgo, onde, inclusive, já próximo do estuário, possibilita o maior porto alemão. Provavelmente o rio a que o Filipe se referia era o Oder, que fica um pouco mais ao leste e, com o rio Neisse, serve como base para a fronteira entre Alemanha e Polônia, depois da II Guerra Mundial.

    • Pedro Henrique Lins Gryschek

      Filipe se referiu ao falar da Polônia, fique esclarecido. O encontro foi realmente no Elba. Boa quarentena pra vocês e seguido êxito pros Podcasts. Até meus pais agora ouvem e gostam.

  • Poderiam ter indicado o novo Álbum do Pearl Jam no Sétimo Selo

  • Momento que mais amo no Xadrez Verbal é quando o Matias diz “Por motivos de agenda, essa semana não teremos a coluna da professora Vivian Almeida” Amo que amo

  • David Onezio Moraes

    Essa história de América ser um continente só, é só aceita no Brasil? Ou o mundo em geral, tirando os EUA, aceitam?
    Programa melhor mais mesmo assim muito bom. Sobre o Irã não querer ajuda dos EUA, seria uma questão de coronga ou questão geral?
    Fica ai as perguntas, vocês dois estão ótimos como sempre.

  • Bom dia Filipe e Matias.

    Considerando a idade avançada do Trump e do Biden, como seria a dinâmica caso algum dos dois venha a falecer? No caso do Biden, as primárias democratas continuariam ou o Sanders “assumiria” o posto?

  • O Gambito da dama com a colunista Vivian Almeida fez me bem para o astral, visto que estava sentindo os sintomas do confinamento, e deixando minha espisa Julliana Rodrigues já preocupada com minha “cara de nádega”… Enfim lembrou me a importância de sermos uma família psicologicamente saudável para nosso pequeno Ramon Rodrigues! Que completa um ano essa semana! Obrigado por (re)exististirem! Se lembrar manda um beijo com batom de álcool em gel pra minha amada Julliana! Que é professora de arte, e agora / youtuber…

  • Senhores enxadristas, em tempos de crise mundial se fosse possível irem para uma terra fictícia por um tempo até as coisas melhorarem para onde iriam Pasárgada, Poyais ou outro lugar?

  • Obrigado por serem minha melhor companhia nessa quarentena! Um beijo de Recife pra vocês ❤

  • O canal do Science vlogs, ponto em comum ,tem um vídeo onde comenta-se as pragas de gafanhotos e a tentativa de controle com exércitos de… PATOS:

    Ultima linha pra deixar o desejo de boa quarentena a todos e quem tiver fazendo crepe pronta entrega nessa quarentena em Recife, com preço adequado, estou comprando.

  • Gostaria de saber da professora Vivian Almeida qual a opinião dela sobre o que o o Henrique Meirelles disse em entrevista pra BBC, de que a melhor solução para antender as pessoas em confinamento, na falta de dinheiro, seria a expansão contábil pelo Banco Central, vulgo “imprimir dinheiro”. Na situação de termos que evitar uma catástrofe humanitária mantendo as pessoas em casa, e evitar uma catástrofe humanitária tendo que evitar que tais pessoas morram de fome, considerando que somos um país “pobre”, faria sentido imprimir dinheiro? Meirelles diz que as óbvias consequencias disso (aumento de inflação) não se aplicam porque o cenário é único.

  • Alguns comentarios sobre Petroleo, acordo e Mexico.

    Sobre OPEP e a aliança que acertou de cortar a produção, um pequeno acrecimo, o acordo costurado do dia 10 ao dia 13 de abril não foi feito na esfera da OPEC, ou da OPEC+ e sim pelo G20, com paises produtores e compradores (1), segundo o Financial Times,grandes compradores, como a China, Japão, Coreia do Sul e o EUA se comprometeram a comprar mais petroleo para estocar, e paises produtores sejam da OPEC+ ou não, se comprometendo a cortar a produção, incluindo ai o EUA. Ja outros paises do G20 que são grandes produtores como Brasil e Canada, apoiaram o acordo mas não se comprometeram com nenhum corte, o Mexico foi socorrido pelo EUA, e em um acordo paralelo entre os dois, chegaram a uma compensação que posibilita a queda na produção Mexicana (2). Segundo a Reuters (3) a pressão do Trump foi decisiva para que esses acordos avançasem, com esse atuando nos bastidores.

    E comum alguma confusão com esses termos e grupos devido aos 3 grupos no momento serem liderados pela Arabia Saudita, e os encontros do G20 esse ano são sediados em Riad. A Russia não concordou com os acordos dentro da OPEC+ sem as garantias que outros paises fora do grupo, principalmente o EUA, que hoje e o maior produtor de petroleo do mundo, tambem não garantisse corte na produção, devido a isso a negociação do acordo saiu da esfera da OPEC+ e foi para o G20, facilitado pelo fato que o MBS ser a figura de influencia sobre a liderança nos dois grupos, vou tentar esclarecer alguns pontos para melhor entendimento dessa “salada” de letrinhas e organizações.

    O principal grupo e meio de negociações e a OPEC+, tambem chamada de “Grupo de Vienna”, que e a Aliança da OPEP com mais 9 países, que alem da Russia tem: México, Malásia, Azerbaijão, Cazaquistão, Brunei, Sudão, Sudão do Sul e Bahrein, ela surge em dezembro de 2016 (4) como a aliança dos 24 maiores exportadores de petroleo do mundo, que se reuniram em uma pauta comum de controle da produção de petroleo, antes existia uma mesa de negociação entre OPEC, Russia e paises da esfera de influencia Russa (5), chamados normalmente de FSU pela OPEC, e posteriormente expandido, não ha uma formalização de um cartel como na OPEP tradicional, apenas acordos e protocolos de intenção. Então sim, o Mexico faz parte do grupo, e não é tão recente. A OPEC deixou de fazer muito sentido como cartel com a expansão das fronteiras de produção de petroleo na ultima decada, hoje ela representa por volta de 30% da produção mundial de petroleo, e com o novo maior comprador do mundo, a China não jogando nas regras de livre mercado como eles estavam acostumados, foi necessaria uma reorganização para se ter alguma efetividade.

    Da questão Mexicana, eles não tem muitos problemas com o preço, pois grande parte da produção deles e vendida no mercado futuro, em contratos de Hedge que os protegem das variações do mercado (7), e justamente por isso, pelo compromisso ja assumido no mercado futuro de entregar o oleo que eles tem resistencia em cortar a produção, pois se não entregarem esses contratos prevem grandes multas, alem de afetar a credibilidade da Pemex, para se ter uma ideia da escala disso, somente a Pemex tem para esse ano todo, 236 mil barris/dia vendidos a um preço medio de 49 dollares o Barril, ainda ha os contratos do governo sob sigilo, então enquanto o resto do mundo esta vendendo petroleo na casa de 20 dollares, o Mexico esta vendendo a 49 Dollares, a diferença entre produção e consumo do Mexico esta na casa de 400 mil barris/dia, alguns analistas colocam que ate 80% disso pode esta protegido por Hedge. Não é que o petroleo deles seja barato de produzir por causa do frete, ele e muito lucrativo devido ao Hedge feito pelo governo no mercado futuro.

    (1) https://g20.org/en/media/Documents/G20_Extraordinary%20Energy%20Ministers%20Meeting_Statement_EN_v1.pdf
    (2) https://www.ft.com/content/01dd5ae4-16b9-4c20-becc-6a08c6289a67
    (3) https://www.reuters.com/article/us-global-oil-g20-energy/saudi-mexican-clash-halts-record-oil-cut-deal-despite-trump-pressure-idUSKCN21S19K
    (4) “Non-OPEC producers join OPEC action for first time in 15 years” OPEC Bulletin pg. 16 – https://www.opec.org/opec_web/static_files_project/media/downloads/publications/OB11_12%202016.pdf
    (5) https://www.themoscowtimes.com/2019/12/04/6-things-opec-russia-a68409
    (6) https://www.forbes.com/sites/arielcohen/2018/06/29/opec-is-dead-long-live-opec/#15f61e3a2217
    (7) https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-04-11/the-secret-weapon-that-gives-mexico-power-in-the-oil-price-war

  • Wilkerson Paulino

    Faz uns dois anos que acompanho vocês e só agora vim comentar aqui. Para inaugurar os comentários preciso:

    1° Agradecer ao meu amigo Fernando por me apresentar o Xadrez Verbal (ele que na época era mestrando em Ed. Física pela Unb).

    2° Deixar claro que como Professor de História da rede pública do DF adorei o formato do Fronteiras e que passei a gostar de Futebol graças ao programa e ao meu sogro Sr. Cleris torcedor do Vozão (Ceará).

    3° Como fã de Heavy Metal adoro as trilhas do programa.

    4° Gostaria de mandar um abraço aos amigos do Muidokan karatê kenkyukai (Grupo de estudos de resgate histórico e preservação técnica do karatê de Okinawa).

    Parabéns pelo podcast! Saudações fraternas de Planaltina-DF.

  • Só pra ser um pouco chato: se a América for um continente só, então pela mesma lógica Europa e Ásia deveria ser apenas o continente da Eurásia, pois o que separa é uma linha “cultural”. Além disso, tem o Canal do Panamá com água passando entre as duas Américas, coisa que a Eurásia não tem.

    Mas no final é uma discussão cultural essa do número de continentes, e não geológica.

  • Olá eu gostaria mandar parabéns e muitos beijos pra meu namorado Vladmir por seu aniversário que é o sábado 18 de abril. Ele apresentou para mim o programa para apreender português e eu gosto muito. Eu sou mexicana e acho que seria muito legal si vocês falaram um pouco mais do México.

  • Olá, sou estudante calouro em Relações Internacionais. Ingressei no curso porque gostava muito dos podcasts de política internacional do Jovem Nerd, e depois virei fã do Xadrez Verbal.
    Na minha faculdade, Uninter, uma professora de R.I sugeriu durante uma live que os alunos escutem o Xadrez Verbal, e achei isso muito bacana. Um forte abraço pra vocês dois.

  • Thalyse de Oliveira Schmalfuss

    Boa noite Filipe e Matias!
    Gostaria de mandar os parabéns para o meu namorado, Jean, que é uma pessoa maravilhosa e que tem toda a minha admiração! Ele está de aniversário nessa terça feira, dia 28, e é um grande fã de geopolítica e do trabalho de vocês – nunca fecha a aba do Xadrez Verabal! Aposto que ficaria extasiado ao receber felicitações de vocês!
    Um abraço

  • Olá pessoal, sempre escrevo aqui, mas queria que lessem esse recado por completo, pois ele é da minha mãe.

    Eu sempre fico ouvindo podcast aqui em casa e ela acaba ouvindo de tabela. E ela pediu para eu mandar um recado para vocês dizendo que ela é apaixonada por vocês e que vocês são muito inteligentes e muito foda.

    Ela está no primeiro ano do ensino médio no EJA, e diz que usa do que falam para bater um papo às vezes com o professor de história dela.

    É isso, obrigado pelo conteúdo que eu gosto e por ajudar ela também.

    Mandem um beijo pra Dona Hilda! Grande abraço em vocês (da forma mais higiênica possível).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.