Correção e eventuais recursos da prova de História Mundial do CACD 2019

Alunos e alunas, pessoas que me acompanham aqui. Sou professor de História Mundial para candidatos ao Concurso de Admissão à Carreira Diplomática. Seguem alguns comentários sobre a prova de hoje, item por item, com eventuais sugestões para recursos. Lembrando que cada prova possui uma ordem diferente de questões, então, por isso, faço um breve preâmbulo em cada item; confira a ordem da sua prova com cuidado para evitar sustos. 

Na avaliação geral: foi uma prova muito parecida com a de anos anteriores, com uma distribuição dos principais temas, com alguns itens factualmente difíceis. Duas questões de EUA, longo século XIX bastante presente, uma questão sobre pontos culturais. Bastante tradicional. O meu número de discordâncias com o gabarito também foi habitual, em parte por itens com grafias ambíguas/confusas, em parte por preciosismo desse que vos escreve. 

A seguinte resolução segue a ordem do caderno de prova tipo B. Você pode baixar os cadernos de prova e os gabaritos no site da banca organizadora.

Questão 55 – Sobre descolonização africana

1 – Sobre Nkrumah. Correto, o líder ganense do Bloco de Casablanca defendia uma federalização africana, em contraste ao Bloco de Monróvia, de Senghor. Item C

2 –  Sobre intelectuais. Diversos intelectuais participaram dos novos governos africanos, como o próprio Nkrumah. Item E

3 – Sobre Agostinho Neto. Item difícil, mas faz um breve resumo do pensamento do líder angolano sobre Portugal: o elo mais fraco de uma dominação europeia mais ampla e do embate da Guerra Fria entre duas superpotências. Item C

4 – Sobre Fanon. O pensador nasceu em Martinica e teve importante papel tanto na luta na Argélia quanto em questões psicológicas da colonização, como apontado. Item C

Questão 56 – Sobre Era de Ouro do Capitalismo

1 – Sobre década de 1950, o item está com uma grafia ambígua. A URSS teve crescimento econômico após a guerra, assim como a Iugoslávia. Ainda assim, crescimento menor do que o dos EUA. Suficiente para dizer que “não encontrou paralelo” em uma prova objetiva? Qualquer resposta abre margem para recursos, mesmo que tênues. De qualquer maneira, o crescimento soviético foi maior do que a média mundial, então, item E

2 – Sobre mundo capitalista, falar em “eliminação do papel do Estado” no período de implementação do Welfare State não faz sentido, item E

3 – Sobre partidos verdes, os primeiros partidos europeus com essa bandeira são justamente da década de 1970, item C

4 – Sobre países industrializados, acredito que o item faz um apropriado resumo do que é o Estado de Bem-estar Social, item C

Questão 57 – Revoluções europeias

1 – Sobre cortes revolucionárias, o item está, em si, correto, como mostram os manifestos de Condorcet, embora possa se discutir a expressão “recepção positiva”. Item C

2 – Sobre cabildos, o item está correto em apontar que os cabildos na América hispânica possuíam o caráter de lealdade ao monarca Fernando VII, deposto e preso por Napoleão. Item C

3 – Sobre o caráter tradicional, não é possível falar em repercussão “quase nula” quando a realidade é evidente e outra, item E

4 – Sobre a constituição, ao meu ver, é complicado colocar que a constituição espanhola de 1812 possui uma linhagem com a constituição francesa de 1793, que difere inclusive das outras duas constituições de seu país. Item E

Adição após o gabarito: Tenho aqui uma divergência com o gabarito, já que a constituição francesa de 1793, a de Robespierre, era bem mais radical, e sequer chegou a ser implementada na França. Tenho dúvidas se pode ser colocada como influência da constituição de 1812 em Cádiz. Para possíveis recursos, esses seriam meus dois argumentos: radicalismo da carta e o fato de nunca ter entrado em vigor.

Questão 58 – Revolução Mexicana 

1 – Sobre economia, o período do Porfiriato é marcado pelo crescimento e pela pobreza, item C

2 – Sobre propriedade no México, o item faz uma inversão de fatores, já que o que ocorreu foi a expansão latifundiária e concentração de terras, agravando o cenário de pobreza rural, item E

3 – Sobre Zapata, embora correto em apontar sua liderança no sul, ele e Madero eram rivais, não aliados. Além disso, a luta de Zapata continua após a morte de Madero. Finalmente, as reformas começam com Carranza. Item E

4 – Sobre a constituição, o item faz um resumo apropriado. Item C

Questão 59 – Expansão territorial dos EUA; aluno meu que errar questão de EUA fica de castigo 

1 – Sobre Doutrina Monroe, ela é do início do século XIX e busca também um parâmetro de relação entre os EUA e a Europa, item E

2 – Sobre conflitos entre mineradores e indígenas, as reservas indígenas são do governo Jackson, ainda na primeira metade do século XIX, e a instituição de reservas não “pacificou definitivamente” as partes em conflito, item E

3 – Sobre ferrovias, resumo apropriado, item C

4 – Sobre a fronteira em 1890, o item provavelmente bebe em Frederick Turner, que adota a tese de que, em 1890, não havia mais terras férteis para serem ocupadas livremente, de fato encerrando a corrida para o oeste. Caso esse entendimento esteja correto e o candidato queira recorrer, pode alegar que a formação dos novos estados do Oeste ocorre apenas em 1912. Item provavelmente C

Adição após o gabarito: O item foi dado como errado, possivelmente pelo entendimento, que citei, de que a expansão para o Oeste vai além de 1890, além do fato de ter sido uma expansão de fronteira agrícola, não apenas para “construção de cidades” como escrito no item.

Questão 60 – Artes no século XX

1 – Sobre Duchamp, ele foi um dos principais nomes das vanguardas, especialmente do dadaísmo, rejeitando a ideia de arte como mercadoria, item E

2 – Sobre Klee e Kandinsky, item certamente motivado pelo centenário Bauhaus. Por conta da “recusa em diálogo”, item provavelmente E

Adição após o gabarito: Não sei como é possível encaixar a escola Bauhaus em um cenário de “recusa em diálogo”, ao meu ver cabe recurso

3 – Sobre beleza das máquinas, um resumo das vanguardas modernas, afetadas pela Segunda Revolução Industrial, item provavelmente C

4 – Sobre a imprensa, resumo apropriado da importância de revistas e da difusão de novas ideias, item C

Questão 61 – Sobre pensamento econômico, tema de uma aula específica no meu curso

1 – Sobre fisiocratas, o item não menciona o trabalho produtivo da terra como ideia central, item E

2 – Sobre Turgot, o item faz um apropriado resumo das medidas liberais do ministro; entretanto, está escrito de forma extensa e confusa, o que gera uma certa contradição. Item provavelmente C

3 – Sobre fisiocratas, item desconexo, já que a ideia não se trata do livre comércio de bens, item E

4 – Sobre a tabela de Quesnay, o item faz um apropriado resumo, embora o uso do termo “trocas comerciais” possa causar confusão ou até mesmo recursos, já que salários e aluguéis eram centrais na ideia do fisiocrata, e estão de fora do item. Item provavelmente C

Questão 62 – Sobre as guerras do Ópio

1 – Sobre os EUA, o item está errado, já que o país americano foi aliado britânico em exigir concessões da China. A divergência entre europeus e americanos ocorre apenas no final do século XIX, com a Política de Portas Abertas, quando os EUA querem impedir que a China seja retalhada em posses coloniais. Item E

2 – Sobre Hong Kong, o item está errado, pois o controle do porto foi consequência da guerra, não um fator militar, item E

3 – Sobre embaixadas, o item está possivelmente correto, embora tenha dúvidas se a Primeira Guerra do Ópio já não responderia corretamente. Item provavelmente C, com possibilidade de pesquisa para recurso

Adendo no dia 10/09: O candidato Henrique do Vale me mandou uma foto do livro On China, do Kissinger, que mostra que a Rússia possuiu uma embaixada permanente na monarquia Qing, o que permite recurso em um dos itens da questão da Guerra do Ópio

4  – Sobre a rebelião Taiping, o item está correto, as potências europeias auxiliaram os Qing, até pelo caráter “anti-imperialista” da rebelião, item C

Questão 63 – Sobre Concerto Europeu

1 – Sobre a paz relativa, resumo apropriado, item C

Adição após o gabarito: O item foi dado como E, talvez pelo trecho “a despeito dos sistemas políticos e de valores”. Nesse caso, o item quer fazer uma ligação com os valores de restauração e legitimidade; entretanto, esses próprios valores citados foram progressivamente modificados no Longo Século XIX. As unificações tardias e mudanças constitucionais em governos que foram alicerce de Viena são exemplos de que o sistema realista de equilíbrio foi mantido a despeito dos sistemas e valores, mesmo quando esses eram outros.

2 – Sobre o czar, Alexandre I tinha visões conflitantes sobre o liberalismo; enquanto defendia visões liberais, na prática era um absolutista autocrata. E sim, anos antes de Viena, antes de Tilsit, ele fez uma proposta iluminista de “federação europeia”. Item provavelmente C, numa pegadinha 

3 – Sobre o Reino Unido, o item inverte o Isolamento Esplêndido. Item E 

4 – Sobre Kant, suas ideias não influenciaram Viena, mas a Liga das Nações. Viena foi baseado no realismo e no equilíbrio de poder. Item E 

Questão 64 – Sobre EUA; a bronca se mantém 

1 – Sobre voto, o item faz uma salada. A primeira mudança de regras eleitorais nos EUA ocorre apenas após a guerra civil, e a discussão de “democratização” ocorre com Jackson, não Jefferson. Item provavelmente E

Adição após o gabarito: Como mencionado, o item faz uma salada e era “provavelmente” E. No fim das contas, ele foi dado como C, porém sua ambiguidade permite recursos, baseado no fato de que as regras eleitorais nos EUA ocorrem apenas após a guerra civil. Estou de castigo também.

2 – Sobre Hamilton, o item faz um correto resumo, quem ouviu o musical acertou. Item C

3 – Sobre o partido Democrata-republicano, o item faz um apropriado resumo. Item C

4 – Sobre John Adams, seu governo não foi tranquilo, marcado por feroz disputa política, resultando em sua derrota ao buscar a reeleição. Item E

Questão 65 – Conferência de Potsdam 

1 – Sobre a desnazificação, item faz um resumo apropriado, item C

2 – Sobre a Guerra Fria, item faz um resumo apropriado, item C

3 – Sobre Coreia e Vietnã, item capcioso, já que fala em “consolidação” da divisão coreana em “dois Estados”. Embora factualmente correto, inclusive pensando no fato de que o Brasil mantém relações diplomáticas com as duas repúblicas coreanas, é complicado falar que ocorreu uma “divisão consolidada”, já que nunca ocorreu nenhum acordo sobre o tema, e cada república coreana se vê como única representante. Item provavelmente C, com certa margem para recurso 

4 – Sobre as unificações tardias, item faz um resumo apropriado, item C

 

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

5 Comentários

  • Felipe, a questão sobre Paul Klee e Kandinsky. No texto está escrito “recusa em diálogo imediato”, o que está correto. Isto é reforçado na própria questão quando se fala em “soberania do ato criador como expressão da interioridade do indivíduo”. Estes artistas foram responsáveis por uma série de experimentalismos e abstrações na concepção da arte, que em um primeiro momento chocaram muitos expectadores. Este estranhamento levou regimes autoritários a perseguir alguns nomes, inclusive.. Recomendo o capítulo 27, “Arte Experimental – A primeira metade do século XX”, do livro História da Arte – E.H. Gombrich, lá fala um pouco sobre os movimentos modernos em um texto que trabalha bem a questão do contexto histórico.

  • Felipe, saudações.

    Fiz uma busca rápida na internet e vi que , pelo menos, em dez países europeus, os partidos verdes foram criados nas décadas de 80 e 90

    Você mencionou num comentário que foram criados na década de 70.

    Por gentileza, poderia indicar fontes que confirmem isso?

    Desde já, grato.

  • Prof. Felipe Figueiredo, muito grato por sua conduta ante a prova do CACD: antecipa seu gabarito, não para mostrar superioridade ao conteúdo da prova. Pelo contrário, desce do palanque de professor que “tudo sabe” e arrisca-se ao lado dos candidatos para favorecer os recursos em tempo hábil. Comentários esclarecedores e informativos às questões. Meus parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.