Xadrez Verbal Podcast #147 – Eleições na Turquia, Europa e América Latina

A 147ª edição do podcast do Xadrez Verbal chega com tudo! Recebemos novamente a professora Monique Sochaczewski Goldfeld para comentar sobre a eleição de Recep Erdogan, agora como Presidente da Turquia em um sistema presidencialista. O que isso significa e quais os desafios que ele enfrentará? Também passeamos pela Europa, onde o assunto imigração dominou a pauta dessa semana, assim como uma força militar comum e notícias de cada país. Com destaque, claro, ao anúncio de uma cúpula entre Putin e Trump na Finlândia.

De lá vamos para a América Latina. O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, esteve no Brasil, e você vai saber o principal de como foi essa visita. Repercutimos notícias desde o Chile até o norte da região, com especial destaque ao pleito vindouro no México. Quais os principais candidatos, as pautas de destaque e a relação comercial entre México e Brasil. Giramos pelo mundo, a semana na História, os peões da semana e dicas culturais fecham mais um programa do Xadrez Verbal com Matias Pinto e Filipe Figueiredo!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site da Fundação Orwell

Documentário 1958 – O ano em que o mundo descobriu o Brasil

Música Cariñito, de Los Hijos del Sol

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

26 Comentários

  • Olá Filipe e Matias, já que no início do programa falaram que a maioria dos ouvintes é do interior de Pernambuco, vim aqui pra aumentar esse número, escuto o Xadrez Verbal e o Fronteiras a um ano, e escolhi fazer o curso de história graças aos vídeos que o Filipe fez, entrevistando alguns amigos professores de história, ainda na época do YouTube, um abraço de Bonito-PE.

    • Mais um! Eu sou de Recife, mas rotineiramente escuto tanto o Xadrez quanto o fronteiras enquanto me desloco pelas estradas pernambucanas…

      A propósito, agora que se confirmou a eleição de Obrador, gostaria de lembrar que, aqui em Pernambuco, o verbo “obrar” significa defecar!

  • Juliano Julio (JJ)

    Filipe, uma dúvida, a região em que hoje fica a cidade de Vladivostok na Rússia fazia parte de império Qing, logo a China revindica Vladivostok?Outros territórios russos são revindicados pela China?

  • Caro Matias e Felipe, muito obrigado pelo podcast, que está melhor a cada edição.

    Já escuto o Xadrez Verbal há dois anos, desde quando comecei o curso de RI, e sou muito agradecido por tudo o que aprendi com vocês.

    Gostaria que mandassem um abraço para a Vitória Maciel, minha colega de curso, que não aguenta mais o meu tesão pelo Oriente Médio.

    É isso. No aguardo do próximo episódio 🙂

  • Filipe, sobre as relações entre Brasil e México, lembre-se que o maior favorito à eleição no Brasil, quando o Lula não estiver no páreo, colocará as ideologias e a proximidade com países desenvolvidos acima do pragmatismo de uma relação com países cujos governos sejam “de esquerda” ou subdesenvolvidos. Logo, mesmo que o Obrador saia vitorioso e de fato aconteça as circunstâncias que mencionastes, um candidato excessivamente ideológico e anti-esquerda no poder brasileiro minaria a possibilidade do Brasil ter boas relações comerciais com um México “esquerdista”.

  • Só para lembrar que a fábrica da Harley no Brasil (em Manaus) não produz apenas coisas pequenas não. Ela monta praticamente toda a linha da Harley, além dos modelos para uso militar e policial, e está na Zona Franca desde 2001. Além disso, a Harley tem uma grande fábrica na India, e inclusive existem uma linha, a Street, com modelos de menor cilindrada, 500 e 750, e refrigeração líquida, especificamente criada para o mercado asiático e latino-americano. Ou seja, produção de Harley-Davidson fora dos Estados Unidos não é novidade.

  • Recomendo o Nerdcast 617 sobre a Nova corrida espacial, lançado em abril desse ano e q tem a participação do Marcos Pontes. Ele acaba abordando muitas questões políticas, nacionais e internacionais. Na minha opinião foi o melhor episódio de Nerdcast desse ano até o momento. (Me desculpe Felipi)

  • Sobre o George Orwell, Filipe, a minha principal recomendação aos ouvintes do Xadrez Verbal é “Homage to Catalonia” (“Homenagem à Catalunha”), livro autobiográfico sobre a sua experiência como voluntário na Guerra Civil Espanhola, e também um excelente registro dos desenvolvimentos políticos em Barcelona durante as chamadas Jornadas de Mayo de 1937.

    E é um livrão para quem curte não-ficção de forma geral.

  • Olá sou Vivaldi/Russo estudo no CEFET/RJ fazendo o curso de eletrotécnica

    Estou a mais de um ano acompanhando o xadrez verbal no entanto nunca comentei. Posso dizer que as notícias sobre o terrorismo no continente africano foram tristes porém muito importantes para mim,pois irei representar a R.D.Congo no modelo diplomático da CPSUA (Conselho de Paz e Segurança da União Africana).

    Modelos Diplomáticos são simulações de organizações internacionais ou locais, com o intuito de resolver um tema que seja pertinente àquela organização ou região. Um grupo de jovens se reúne discutindo temas e propondo soluções, visando não somente resolver a situação, mas também trabalhar com o diálogo, poder de convencimento, interação social, respeito e diversas outras características próprias da formação da cidadania.

    Enfim só queria agradecer ao Xadrez Verbal por divulgar informações e notícias de forma responsável, dinâmica e agradável.

  • Olá, eu sou uma estudante de Direito na cidade de Paragominas-PA. Eu amo o xadrez verbal, escuto há um ano e decidi finalmente comentar porque vocês falaram sobre a falta de engajamento feminino na seção dos comentários kkk
    Sobre a situação Taiwan-China, eu me lembrei de um ocorrido no início de 2016. Eu acompanho o cenário musical coreano há muitos anos, e de uns tempos pra cá o Kpop vem aparecendo cada vez mais no cenário internacional, principalmente na Ásia.
    Um grupo chamado “Twice”, formado por nove garotas tem uma integrante que nasceu em Taiwan, e em uma entrevista perguntaram a ela qual era a sua nacionalidade e ela respondeu que era Taiwanesa. Na época as eleições Taiwanesas estavam se aproximando, e a China estava banindo aparições públicas de todos que fossem pró-independência de Taiwan. Além disso, ela segurou uma bandeira de Taiwan em um programa de TV junto com uma bandeira da Coréia, sendo por isso duramente criticada pelos internautas Chineses.
    Uma estação pró independência Taiwanesa começou a retratá-la como um símbolo da luta da independência (como eu expliquei antes, o Kpop tem um peso muito grande na Ásia, e esse grupo é um dos mais conhecidos batendo vários recordes de venda inclusive no Japão).
    Um movimento contra a aparição de Twice na China foi iniciado por um cantor Chinês chamado Huang An no Weibo (uma das redes sociais mais usadas na China).
    Depois disso vários convites para programas e shows foram cancelados na China, afetando até mesmo convites para outros grupos da mesma agência.
    Ela foi obrigada a fazer um vídeo se desculpando, sem maquiagem e com o rosto inchado, com um ar de humilhação. No vídeo ela fala entre outras coisas que: “Há apenas uma China. Afinal, eu ainda estou orgulhosa de que eu sou chinesa” e que estava muito arrependida.
    E em todos os sites oficiais de Twice, mudaram as palavras do perfil de Tzuyu de “Nacionalidade” para “Local de nascimento”
    Depois disso o presidente de Taiwan (na época o Ma Ying Jeou) se pronunciou, dizendo que ela não deveria se desculpar e que era errado fazer isso com uma garota de 16 anos que só estava segurando uma bandeira do seu país de origem, e por fim completou que Taiwan a apoiava.

    Enfim, parabéns pelo trabalho, o xadrez verbal é sem dúvida o meu podcast brasileiro favorito ❤

  • Olá, sou estudante de Medicina pela federal de Alagoas, passando aqui pela primeira vez pra dizer que acompanho o trabalho de vocês há mais de um ano, inclusive fez muita diferença nas provas de vestibular que fiz ano passado. Só tenho a agradecer por me manterem atualizado, mesmo com as mil atribulações na facul. Escuto o XV lavando prato, tomando banho, dirigindo, jogando Cities Skylines, enfim, sempre que dá. Estou no aguardo do beijo no quinto do pé direito, em homenagem a nosso menino Ney que jogou muito contra o México hoje.

    Continuem com o ótimo trabalho e tudo de melhor sempre.

  • Boa noite, Felipe.

    O senhor se equivocou ao pronunciar o nome da cantor Lexa, pois o mesmo se pronuncia “lécha” e não “lecsa”.

    Ótimo programa, aliás.

  • Olá Felipe e Matias! Passando pra dar mais volume à presença feminina nos comentários e também ao coro da galera de Pernambuco! rs Moro em Florianópolis, porém no momento por motivos familiares estou em Recife, minha cidade natal. E daqui há poucos dias irei a Garanhuns, minha “segunda” cidade natal, visitar a outra parte da família. Foi muito legal saber de ouvintes em Jupi e Lajedo, lugares pelos quais passei diversas vezes por conta da proximidade de Garanhuns (onde já morei algumas vezes). Aliás, também morei em Caruaru. Adoro o Xadrez e o Fronteiras (e nem curto futebol rs) e por mim vcs fariam outro podcast voltado a política nacional! #fikdik Abraços!

  • Bom ida, Filipe e Matias.
    Vim endorsar ainda mais a Confraria dos Verbo-enxadristas de Pernambuco. Sou ouvinte de Serra Talhada – PE, e posso afirmar que temos vários ouvintes na cidade. Penso em organizar uma caravana para a cidade de Caruaru, para o primeiro Encontro da Confraria.
    Forte abraço, não perco um programa (mesmo que na velicidade 1.5x)

  • Bom dia Filipe e Matias, estudo para o concurso da diplomacia a 8 meses e sou um aficcionado nos Podcasts do xadrez verbal, escuto sempre no carro ou em casa durante os afazeres domésticos, sou de Palmeira dos Índios, Alagoas. Manda um abraço para minha esposa Amanda que escuta por tabela os podcasts, e meu filho na barriga dela tbm. Ha e se houver o encontro em caruaru eu organizo a caravana e Alagoas.

  • Comentando aqui só pra aumentar o girl power, rs. Brincadeira. Preciso dizer que ler o “1984” novamente depois de “véia” foi uma experiência bem diferente e melhor em relação a primeira leitura. Também fiquei com invejinha do xodó com os pernambucanos e convoco: goianas e goianos do mundo, uní-vos.

  • Olá Filipe e Matias! Aumentando a participação feminina e especificamente de Manaus deixo meu comentário. Acompanho os podcasts Xadrez Verbal e o Fronteiras Invisíveis e admiro muito o trabalho de vocês! Adorei ter ouvido vocês falarem um pouco sobre a região no cenário da política internacional, e inclusive me diverti com a interpretação do Filipe do tt do prefeito e com a reação do Matias em relação ao nome do governador ser quase o nome do estado (rsrs). Um abraço do pessoal da “terra dos barés, dos igarapés e rios colossais”

  • Olá, Filipe e Matias, só pela tradição, queria dizer que o programa me ajudou muito na prova de papiloscopista que eu fiz domingo na parte de atualidades e conseguia ouvir a voz de vocês falando sobre a Nicarágua quando fui fazer a questão, ou quando disseram que o Reino Unido tava tentando dar o bote no Brexit. Gosto muito do programa, e caso eu passe no concurso, entrarei para o grupo de financiadores 😉 Abraços.

  • Oi gente, parabéns pelo programa. Sou aqui de Manaus e queria tirar uma dúvida, em algum episódio não lembro se do xadrez ou do fronteiras o Filipe mencionou a etimologia da palavra Istambul como sendo corruptela de alguma outra mas não lembro exatamente e não sei como achar, se alguém puder ajudar agradeço desde já

  • Boas Felipe e Matias,

    EXCLUSIVO
    Discurso do Presidente JLO da República no parlamento europeu

    Destaca-se também o facto de ter ido (o presidente de Angola) para a Europa (França, Inglaterra e Bélgica) na sua primeira viagem diplomática para UE, mais não passou por Portugal o maior aliado de Angola na UE

  • Meninos, mais uma vez excelente programa! Sobre o que vcs falaram da comida etíope, devo concordar com o Filipe que ela é bem pesada, mas super saborosa e com uma mistura de temperos incrível. O que deixa as refeições mais pesadas mesmo é o injera, uma espécie de panqueca gigante feita de uma espécie local de trigo fermentado e que acompanha todos os pratos. Passei um mês na Etiópia e, depois do terceiro dia, já não aguentava mais injera do café da manhã ao jantar — os etíopes, claro, já estão mais do que acostumados. Quando pedi que o garçom não trouxesse injera, mas só os molhos e ensopados (deliciosos, por sinal), ele ficou pistola e disse que não existe refeição etíope sem injera — e trouxe mesmo assim, hahah… Mas sobrevivi, recomendo muito a viagem e fico na torcida pra que logo menos o Matias consiga ir para lá. Abraço!

  • sei que o hype de falar do que se joga enquanto ouve o xadrez verbal passou mas queria falar que vejo em dois momentos o XV: enquanto jogo Travian e no trajeto entre Montes Claros e São João da Lagoa…rsrs
    Filipe, vcs vão fazer algum programa especial para tratar sobre as eleições no Brasil… não só as de presidente, mas para os estados?

  • Parabéns por mais um excelente programa. Fiquei um pouco confuso em relação à situação dos bispos chilenos que teriam abusado de crianças. Pelo que entendi, mais de 30 pediram uma renúncia coletiva, mas o Papa só aceitou 5 delas? Isso quer dizer que os outros 25 supostamente assumiram o crime, mesmo assim não deixaram de ser bispos por falta de aprovação do Papa? Como funciona essa “aceitação” do pontífice? Obrigado

    Manda um abraço pra Floripa, a cidade perfeita para ouvir o Xadrez Verbal (no trânsito! kkkk)

  • Idelfonso Beltrão Jr

    Sou mais um ouvinte do interior de Pernambuco, vindo da Terra da Pitu (sim, aquela famosa cachaça), Vitória de Santo Antão, a meio caminho entre Recife e Caruaru

  • Matias! Que música maravilhosa! Lembrei de minha última viagem ao Peru!
    Abraços, daqui de Diamantina/MG, ao casal!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.