Xadrez Verbal Podcast #125 – Início de 2018

Está de volta a sua revista semanal de política internacional em formato podcastal, o Xadrez Verbal! Um programa para resumir tudo que aconteceu no último mês, do final de 2017 ao início de 2018. Para isso, fazemos três giros de notícias, passando por quase todos os continentes (a Oceania é meio monótona…) e, claro, com BREAKING NEWS!
Nos blocos principais passamos pelo governo Trump, pela América Latina e pelo Oriente Médio, cobrindo todos os principais eventos recentes, desde os protestos no Irã ao Papa no Chile, que não é um shithole. Os peões da semana (do mês?), muitas efemérides, dicas culturais abrem o ano de 2018, que também conta com o pontapé inicial na coluna Menino Neymar.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Filme Dr. Strangelove

Livro Burguesia y gangsterismo en el deporte, de Dante Panzeri

Música Ode to My Family, do The Cranberries

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

19 Comentários

  • Tava com tanta saudade que eu joguei todos os pratos na pia só pra ter louça e poder escutar o programa!

  • Eu estava com saudades !

  • por que não tem mais os episódios no youtube?

  • Finalmenteeeeee, minha amorosa foi salva!!! Ja estava ficando sem conteúdo para seduzir a crush.

  • Muito bom ter de volta o Xadrez Verbal (mesmo tendo que aturar as menções ao futebol, mas o programa é deles e é de graça, então eu que me incomodo se quiser que me mude).

    Quanto à Revolução Meiji, acho que faltou mencionar o fato histórico que pra mim é o mais impactante ao demonstrar o rápido desenvolvimento japonês, a vitória japonesa na guerra Russo-japonesa, com o seu mais famoso episódio na batalha naval de Tsushima. Enquanto a China era tratada como a prostituta da Asia, o Japão estava derrotando em guerra uma secular potência européia.

  • Que saudade do Xadrez Verbal. A cada semana sentia minha inteligência diminuir KKK Felizmente, fui consolado pelo AntiCast. Agora, com a volta do podcast, meu músculo cerebral voltou a crescer kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • David Onezio Moraes

    Ótimo programa como sempre. Sobre as olimpíadas de inverno a Record transmitia algumas modalidades, não me lembro de quantas. E sobre o curling de fato é real, na minha família eu pensava que eles nem conheciam, quando do nada vejo uma discussão sobre no fim da noite de natal desse ano hahahaha, eu mesmo só conheço a Sidorova por causa da musiquinha que o Molejo fez pra ela.
    E sobre o programa ficou muito bom mesmo principalmente a parte da Bolívia e do Iran.

  • Muito interessante esse programa. Achei intrigante a forma como o conflito entre as religiões afeta a política internacional. Nesse contexto, gostaria de fazer uma pergunta talvez um pouco polêmica: Filipe e Mathias, quais são suas religiões?

  • Bom tê-los de volta amigos! Os pratos sujos na pia começam a sumir.

    Só uma curiosidade: o lema “Diversity is our strength” (Diversidade é nossa força) diversas vezes utilizado pelo Trudeau, está escrito no brazão da cidade de Toronto.

    Sidney Alencar
    Cearense radicado em Toronto.

  • na terça-feira fui em uma apresentação de um evento musical onde o Alex Klein(oboista, mastro, ativista…) fez uma provocação ao musico norueguês Ole Bøhn sobre essa fala do thrump e a resposta do musico: https://youtu.be/KTpHRNUZu8c?t=10m50s

  • Pingback: A Bolívia ia criminalizar o Cristianismo? | Xadrez Verbal

  • Salve senhores, estão corretíssimos. Eu só acrescentaria que a Teologia da Libertação se propunha uma teoria proveniente da práxis, por isso às vezes destoa de um país latino americano para outro.

    Em minha opinião, precisamos de ainda mais Libertação, do que esta que nos dão:
    https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/20/internacional/1516482939_392886.html

  • muito bom o esclarecimento sobre a questão da bolivia, ja repassei para todos os meus grupos do WhatsApp que estavam alarmados com mais uma perseguição comunista contra o cristianismo.
    valeu

  • Olá Filipe / Matias,

    Acompanho o xadrez verbal há tempos e vcs já estão na minha lista de fontes para saber sobre o mundo. Ouvimos não apenas o xadrez como o fronteiras do futebol e ninguém em casa segue o jogo. A gente boia nas piadas, mas tudo bem! 😂 Parabéns pelo ótimo trabalho 😊

    Neste último episódio, vcs comentaram mais uma medida radical do Donald Trump, em que ele recusou a extensão de vistos aos salvadorenhos em solo dos EUA. Juntamente, o primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau, fez um pronunciamento que vcs comentaram com um viés um pouco negativo. Contudo, esse pronunciamento foi acolhido com bastante positividade nas comunidades salvadorenhas. Acompanho esse tema há algum tempo, pois imigrei para Toronto recentemente. Então, esse assunto está fresco na minha cabeça.

    Ao contrário do sistema desenhado nos EUA, onde é impossível imigrar legalmente, vide o exemplo do mexicano casado com filho nos EUA citado no mesmo episódio. Isso faz a permanência ilegal no país a estratégia mais eficiente para imigrar.

    No Canadá, o sistema funciona de outra forma. É totalmente possível imigrar pelas as vias legais. O que exige um preparo extensivo prévio ao momento da mudança. O ponto aqui é, caso o aplicante fique ilegalmente em algum país, seja dentro ou fora do Canadá, o seu processo é impugnado e vc fica proibido de retornar.

    Então, o discurso do PM Trudeau diz que os salvadorenhos não arrumem suas malas e mudem-se para o Canadá e tentem legalizar sua situação posteriormente, pois eles serão expelidos. Se vc reparar, vai ver que o tom usado é o mesmo quando eclodiu a crise do México. Ele usa o termo elegibilidade varias vezes, que é a chave do processo de imigração por questões econômicas ou de família no Canadá. A comunidade salvadorenha de Toronto já está em contato com os centros comunitários dos EUA para auxiliar no processo das famílias que desejam vir mais ao norte.

    Bom, espero que esse comentário ajude a enriquecer a discussão.

    Saudações da terra do papai Noel.

    Luiz

  • Referente ao Padre “Mujica”, o filme Argentino “Elefante Blanco” com Ricardo Darin conta a historia de um Padre que atuava nas “villas” portenhas e que tem como homenagem ao Padre Mugica.

    https://www.cineismo.com/criticas/elefante-blanco.htm

  • Felippe Marques Orlov

    Referente ao famigerado Código Penal Boliviano, quando vi um certo político brasileiro (Eduardo Bolsonaro), replicando em sua conta do Twitter esse fake news, com o titulo – “Bolívia de Evo Morales passa a perseguir cristãos e religiosos” – Pensei, tem algo de muito errado com essa postagem e essa fonte duvidosa! Como diria minha mãe, santa virtude da ignorância !

  • Grande programa como sempre! Melhor podcast do Brasil. Só “discordo” que o Michael Wolff, autor do Fire and Fury, seja um colunista de fofoca. Ele realmente faz cobertura de figuras midiáticas mas também tem alguns livros publicados previamente, sendo o seu trabalho anterior mais famoso a biografia de Rupert Murdock. Só faço esse comentário porque pode ficar parecendo que ele é “Leão Lobo” dos EUA o que poderia diminuir a credibilidade do livro. De toda forma parabéns pelo programa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s