Xadrez Verbal Podcast #65 – 71ª Assembleia Geral da ONU e Assad

Com o início da 71ª Assembleia Geral das Nações Unidas, teremos um programa recheado no Xadrez Verbal! Além de ficar atualizado com alguns dos principais acontecimentos relativos ao Debate Geral, o professor Guilherme Casarões analisa o discurso de Michel Temer, a professora Vivian Almeida analisa o discurso de Barack Obama e a jornalista Patrícia Dichtchekenian conta como é o clima e o ritmo da Assembleia Geral.

Comentamos também a fracassada trégua na Síria e o lamentável ataque ao comboio de ajuda humanitária da ONU e do Crescente Vermelho, além da entrevista de Bashar al-Assad, em que ele demonstra extrema confiança na vitória. Giramos pela Venezuela, Alemanha, Rússia, o encerramento das Paralimpíadas, o novo Bahamas Leaks, além da semana na História, dicas culturais, peões e um Menino Neymar que levanta do caixão

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Dez filmes baseados em obras de H.G. Wells

Série Master of None, da Netflix

Música Who let the dogs out, dos Baha Men

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa.  (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

10 comentários

  • Filipe, o correto não seria prodígio? Seria tipo um Batman (pode não ser bilionário como Bruce, mas é o Filipe Nobre) e Robin (Matías, o Menino Prodígio).

    Em relação à América Central, 8 em 10 pessoas na Costa Rica devem ter sobrenome Solis (digo isso baseado nos álbuns de figurinhas das Copas). Quanto à hipotética holding nas Bahamas, Ma-Ca-chet soa melhor na minha opinião.

  • Isso, Marcelo. Creio ter sido essa a intenção: “prodígio”, sagaz.

    Matias: Na política a palavra “títere” tem a significância e uso contumaz como “testa de ferro”, assim como o sentido clássico de manipulado
    Já aquele que manipula também pode ser chamado de titereiro, palavra menor e menos hostil aos ouvidos do que titeriteiro, também correta.

    Última flor do lácio de lado, obrigado sempre pelo conteúdo.

  • Eu comecei a ouvir o programa um dia que eu estava procurando algo sobre o Brexist, e não parei mais. Mas quando eu ouvia a voz do Matias sempre me pareceu familiar, mas depois que eu percebi que ele puxa o saco do Uruguai, só podia ser ele, o Matias que foi meu contemporâneo do ano que estudei na FFLCH e companheiro do time de Baseball no campeonato amador de baseball, se ele não lembra de mim (até porque ninguem é chamado pelo nome na FFLCH) então se voce se lembra Matias quem está falando aqui é o Ponta Grossa, muito bom os dois podcasts, por isso muito sucesso

  • Muito, muito bom!! O Xadrez Verbal está cada vez melhor. Depois que comecei a ouvi-los eu procurei por mais informações sobre política internacional e vi o quanto estamos mal servidos nesse aspecto na internet brasileira. Sem dúvida nenhuma, o Xadrez Verbal é a melhor fonte de informações sobre a política de norte a sul e de leste a oeste desse mundão cabra da peste!

    A participação da Patrícia nos trazendo os bastidores da Assembléia Geral da ONU foi sublime!! Mais uma pérola do Xadrez Verbal!

    Parabéns pelo podcast e muito obrigado!!

  • A figura do “pródigo” aparece no direito brasileiro na parte do código civil onde define-se a capacidade dos sujeitos:
    “Art. 4o São incapazes, relativamente a certos atos ou à maneira de os exercer:
    IV – os pródigos.”
    A pessoa assim classificada, não pode figurar em atos de compra, venda, hipoteca, empréstimo, e outros ações envolvendo finanças, sem ser assistida por um representante legal, como define o art. 1782 do mesmo código.

  • Salve Filipe,
    Não sou nenhum especialista no tema, mas pelo que eu sei o petróleo mais pesado é utilizado para fins distintos do petróleo leve, o primeiro é mais impuro e dele é retirado alguns óleos e para fazer asfalto, o petróleo leve é aquele que ao ser refinado gera a gasolina e outros combustíveis. E o nome do jogador da NFL que ajoelhou é o Colin Kaepernic, não Kelly Copernic. Abraços, adoro o podcast de vocês.

  • Perfeito o episódio #66 ser o da assembleia dera da onu em que Temer fez seu pronunciamento kk

  • Caro Filipe, gostaria de fazer uma correção sobre o seu comentário a respeito de petróleo leve, feito em 01h:21m:37s.

    A densidade do petróleo depende do reservatório de onde é extraído. Os reservatórios da Amazonia, localizados em Urucu, possuem um petróleo extremamente leve (°API > 40). Já o petróleo extraído dos reservatórios venezuelanos são bem pesados.

    A densidade do petróleo é dada pelo seu “grau API” (° API). Quanto maior for o ° API do petróleo, mais leve ele é.

    A função do ° API do petróleo é dada pela fórmula: ° API = (141,5 / Gravidade Especifica do Petróleo) – 131,5.
    A Gravidade Específica do Petróleo é a razão entre a densidade do petróleo e a densidade da água, medidas à pressão atmosférica e à temperatura de 60 F (ou 15,56 °C), e portanto é uma grandeza adimensional.

    A classificação que se tem hoje considera:
    óleo leve: ° API > 31,1
    óleo médio: 22,3 < °API <= 31,1
    óleo pesado: 10,0 < °API <= 22,3
    óleo super pesado: °API < = 10,0

    Ao contrário do que você disse, quanto maior o °API, maior o valor comercial do petróleo, e mais fácil de extraí-lo. O seu refino também é muito mais simples e barato. Até hoje, por exemplo, importamos óleo leve do Oriente Médio para misturá-lo ao óleo extraído da Bacia de Campos para podemos refiná-lo nas refinarias brasileiras. Os processos envolvidos para fabricar gasolina a partir de um óleo pesado envolve uma planta de craqueamento catalítico, um processo caro e complexo. Se o °API for muito baixo, fica inviável a produção de diesel ou querosene de aviação, por exemplo.

    Espero ter esclarecido esta questão para você. Qualquer dúvidas pode entrar em contato, terei enorme prazer em colaborar.

  • André Sentoma Alves

    Indicação:
    “Humor patológico: a doença que transforma o paciente em um compulsivo por piadas ruins””
    https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/03/14/Humor-patol%C3%B3gico-a-doen%C3%A7a-que-transforma-o-paciente-em-um-compulsivo-por-piadas-ruins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s