Xadrez Verbal Podcast #64 – Paralimpíadas, Paz na Síria e MERCOSUL

Paz na Síria? Venezuela marginalizada no MERCOSUL? Calma, você vai entender tudo isso hoje. Primeiro passamos pelas Paralimpíadas, com um pequeno apanhado dos principais eventos da última semana, com destaque para a exclusão do time feminino de goalball da Argélia, por questões políticas, além dos eventos esportivos. Passamos pelo Oriente Médio, comentando acontecimentos na Turquia, no Iêmen, na Palestina e em Israel, antes de irmos ao tema principal. Afinal, teremos uma paz negociada na Síria, após as conversas entre EUA e Rússia?

Também fazemos um giro pela América Latina, falando de nossos vizinhos, como a Colômbia, e de nossos sócios no MERCOSUL. Tanto temas internos quanto a decisão de executarem uma presidência colegiada no organismo, impedindo provisoriamente a Venezuela de exercer a presidência como uma solução para o impasse no bloco. Os termos do acordo você vê por aqui, além dos giros de notícias, a coluna da economista Vivian Almeida, dicas culturais, peões, a semana na História e um Menino Neymar retroativo!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Texto sobre erros de tradução no Uruguai

Filme Corações de Ferro

Filme Além da Liberdade

Livro Justiça – O que é fazer a coisa certa?, de Michael Sandel

Música An open letter to NYC, dos Bestie Boys

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa.  (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

14 Comentários

  • Acompanho o podcast desde o começo e curto muito o trabalho de vcs , nao sei se aqui o lugar correto mas porfavor aumentem o volume do Microfone do Matias , no ultimo podcast sobre o Rio Grande do Sul o audio atrapalhou muito. De qualquer forma, parabens pelo programa e sensacional !!!!

  • Olá Nobres Senhores. Diretamente da terra da rainha Beti vos saúdo. Primeiramente gostaria de parabeniza-los pelo programa, vocês alegram minhas madrugadas(fuso-horario) de sexta ao voltar do trabalho. Minha esposa e eu temos como pratica sabática ouvi-los no café da manhã, para começar o sabado bem. Gostaria de minimizar o “MENINO NEYMAR,” dessa semana e tirar um pouco da culpa do globo e dividir com os jornais britânicos também, tais como the mirror, sun e the independent que também noticiaram a morte da soldada curda com a Angelina Jolie from Kurdistan. Inclusive a BBC lançou no dia 12 de setembro uma materia comentando sobre o porque desse enfoque na beleza da moça morta ao invés de sua causa. E o consternação causada na propria comunidade curda. Continuem com excelente trabalho de sempre e sugiro que vocês façam um patreon também, gostaria muito de poder ajudar a financiar um projeto tão bom quanto o de vocês. Abc

  • Àqueles que alegam que o Filipe não deixa o Matias falar recomendo fortemente que ouçam o ‘Fronteiras Invisíveis’. Sobre o menino Neymar, o Jaime tirou as palavras do meu teclado.

  • Apesar do Nick falar outra coisa, aqui é Ricardo A. Fagiani de Barretos – SP

    Queria deixar um parabéns pra vocês que me informam bastante o que acontece no resto do mundo, fazem um excelente trabalho. Aprendo bastante com vocês. Ouço sempre durante minhas jogatinas de Bloodborne, Dark Souls e Destiny no meu Playstation 4.

    E Avanti Palmeiras! (aqui também um Palmeirense como o Filipe)

  • Vou reforçar o pedido e dizer o mesmo: porfavor aumentem o volume do Microfone do Matias. Já a muitos programas “vejo” essa questão atrapalhando um pouco o audio, ou peçam pra ele falar mais alto :3

    No mais quando teremos camisetas do Xadrez Verbal, estou jogando dinheiro no meu monitor e nada acontece… rsrs brincadeira mais um ótimo podcast.

  • O Filipe recomenda um filme chamado CORAÇÕES DE FERRO mas não manda abraço pra quem ouve o podcast jogando Hearts of Iron.

  • Prezados,

    Fica minha sugestão para o nome dos drops de economia: En passant.

  • Sobre os peões e o falecimento da Asia Ramazan:

    O globo (http://migre.me/v1qF1) e G1 (http://migre.me/v1qFD) mostrando que as editorias dos vários canais do portal da gigante Robertomarinhesca não se conversam muito…

    Nunca comento mas escuto tudo toda semana(menos as musicas indicadas pelo Mathias).
    Parabéns pelo programa e continuem com o excelente trabalho!!

    att;
    Nicholas Prade
    29 anos, Joinville – SC

  • Olá e parabéns pelo programa !

    Só queria complementar a notícia sobre a Argentina e refugiados sírios, além de um compromisso de se inserir no cenário mundial, e do Menem ter origens sirio-libanesas, a esposa do atual presidente Macri, Juliana Awada, também é uma importante empresária e representante da comunidade sírio-libanesa.

    O que nem seria necessário explicar, já que a Argentina, como outros países latinoamericanos, tem um forte contingente de imigrantes, e embora o preconceito seja mais para os ‘negritos’ (bolivianos, peruanos, filhos de índios do norte do país) do que para outras nacionalidades, o momento da Argentina é de não ter uma nota no bolso, então a queixa foi mais pelo fato do Macri querer ajudar mas não ter com o quê.

    COmo todo conflito, todos tem um pouco de razão, falta sentar numa mesa e fechar acordos.

  • Minha sugestão para o drops de economia: ‘o roque diário’ (o roque, parece rock mas é roque, é a única jogada onde se movimentam duas peças, e o objetivo é proteger o rei, cuja morte seria o final da partida. Então é movimento mais econômico e que serve para proteger o mais preciado).

    Legal a sugestão acima que também é do zadrez, mas eu não sou francófilo 😛

  • Olá Filipe! Venho aqui tecer 3 comentários não relacionados entre si sobre o programa.

    O primeiro é sobre o adjetivo pródigo que você associou ao Mathias. Não sei se era a intenção, mas ele não é bem uma qualidade, tá mais para um “defeito”. Explico: pródigo é sinônimo de gastão, gastador. O filho pródigo a casa torna porque consumiu todos os seus bens e precisa da ajuda da família para se sustentar (essa eu lembrei de um episódio do programa “Nossa Língua Portuguesa”, do Pasquale, que passava na TV Cultura e exibia suas propagandas durante os intervalos do Castelo Rá-Tim-Bum).

    O segundo refere-se ao evento de 11 de setembro de 2001. Eu também estava no primeiro colegial na época, com a desvantagem (ou vantagem) de ser uma escola com colegial e faculdade apenas, sem meninas da sétima série. Pois bem, era aula de matemática, do professor Pedro, e o coordenador do ensino médio pediu licença para entrar com todos os alunos do colegial na nossa sala (importante citar, era a única sala em que havia antena para sintonizar algum canal aberto para acompanhar os eventos). Pessoas sentaram em todos os espaços disponíveis e a televisão foi ligada e sintonizada. O repórter comentava alguma coisa sobre o primeiro avião e a sala acompanhava em silêncio. Foi quando veio a imagem ao vivo do segundo avião e algo bizarro aconteceu: toda a sala comemorou, inclusive a orientadora educacional do ensino médio! Naquela época, a tragédia envolvida e as vidas perdidas não entraram na conta, apenas o ataque ao símbolo maior do capitalismo mundial (os EUA) em sua própria casa. Mas adolescentes são passionais em excesso. Nas semanas seguintes, os professores de história (Sérgio), geografia (Sônia) e filosofia (Batagello) utilizaram bastante esse material e nos fizeram repensar no ocorrido, agora com uma visão mais racional.

    Finalmente, terceiro comentário. Por favor, ilumine minha ignorância. Se um Estado tem uma religião oficial (como é o caso da Argentina, que é católica), seu governante pode seguir outra (ou nenhuma) religião? Eu entendo que os assuntos de Estado e da Igreja, em sua maioria, são tratados separadamente, cada um na sua esfera. Mas isso no Estado laico (como o Brasil… Ah, esquece =P ). Para um Estado não laico, como funciona?

    Parabéns pelo programa! Aliás, pelos programas. Acompanho também o Fronteiras e o Nerdologia. Inclusive, queria muito te convidar para participar do nosso podcast, o CervejaPod, onde vamos começar uma série sobre a história das religiões.

    Abraços!

    • Já que você cita a Argentina e eu nasci lá (foi há muito tempo, aliás, no atentado às torres gêmeas estava trabalhando) há uma contradição porque na Constituição cita-se o estado como laico, mas o presidente deve ser católico apostólico romano. Enfim, coisas dos trópicos.

      No caso do Menem ele se ‘converteu’ ao catolicismo para concorrer à presidência.

  • Esse programa msm estava ouvindo durante uma viagem de 7hs, de Praga a Budapeste!
    O próximo, ouvirei de Budapeste pra Viena!!!
    Em casa, ouço tb lavando a louça, tomando banho, limpando a casa…
    *Vcs deveriam oferecer programa a patrocinadores de produtos de limpeza, alimentícios, turismo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s