Xadrez Verbal Podcast #62 – Brasil, Trump no México e América Latina

Sai Dilma, entra Temer. Você acha que foi impeachment? Tem país que concorda. Acha que foi golpe? Também tem país que pensa assim! O fato é que Michel Temer agora é Presidente do Brasil e teve recepções variadas na comunidade internacional. Além disso, já foi pra China, para encontros com empresários e lideranças chinesas e, em seguida, o encontro anual do G20, que envolve chefes de Estado e de governo das mais importantes economias mundiais.

Além da repercussão dos eventos no Brasil, a América Latina está fervendo por outros motivos também. A crise política na Venezuela, o debate sobre o processo de paz na Colômbia e a ida de Donald Trump ao México, convidado pelo presidente Peña Nieto, estão no programa. Passamos pela Europa, relações África-Japão, Oriente Médio, além da semana na História e dicas culturais, em mais um podcast do Xadrez Verbal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Filme Banzé no Oeste, trailer aqui

Filme Babel, trailer aqui

Música Liberdade, de Dili Allstars

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa.  (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

11 Comentários

  • Esqueceu de colocar que ta,bém é amigo do Coringa, comedor de rapadura!

  • O link está direcionando para o episódio 61 !!!

  • Uma expressão alemã de sentido aproximado a “ir pelo ralo” é “den bach runter gehen”, que em tradução literal fica “ir pelo riacho abaixo”, a qual denota a mesma ideia das coisas estarem indo de mal a pior.

  • Costumo ficar cantarolando as vinhetas e desta vez não rolou a das efemérides, descobri com isso que tenho TOC e o monstro saiu da jaula quebrando a casa toda, no mais ótimo programa.

    Sobre o nerdcast dos bárbaros, os hunos são um povo proto turco aparentados dos mongóis, que saíram hãa da Mongólia aprontando altas confusões.

    Ironicamente o único povo guerreiro das estepes que pararam de botar fogo em tudo e realmente conquistar e administrar pra valer os territórios foram os turcos, os outros “hunos , magiares, búlgaros, sarmatas, citas etc,etc, etc…” gostavam apenas da pilhagem

  • já que dessa vez esqueceram de mencionar, quando não conseguiram pronunciar uma simples palavra, permitam-me: “desculpem pela cãibra mental, mas como sabem o cérebro tmb é um músculo[..]”. Só pra nao perder o costume hehehe

  • Pingback: Xadrez Verbal no Mamilos Podcast | Xadrez Verbal

  • alguém pode por favor me mandar a matéria do alexandre del porto sobre o burquini
    estou procurando e não encontrei ;__;

  • Alguém sabe, por favor, quais são as músicas que eles colocaram no meio do programa?

  • Felipe, manda um alô para quem ouve o Xadrez Verbal no ônibus para o trabalho.

    Da próxima vez que gravar o Nerdcast chama o Matias, lá ele vai encontrar concorrência para as piadas, kkkk!

  • João Gabriel Almeida

    Olá,
    Estou correndo bastante, por isso não comentei o que vocês falaram da Colômbia nos últimos programas. Estou auxiliando la Red Pedagógica por la Paz emontando um dos comitês cidadãos pelo Sim. Queria fazer algumas ressalvas:
    1- Tem que entender que os dois lados estão abrindo mão. Juan Manuel Santos deixou bem claro desde o início que o modelo econômico era inegociável. As FARC-EP estão voluntariamente desistindo de insistir na reforma agrária, e o processo de perdão servirá também para o exército colombiano.
    2- A leitura que eu tenho do que propõe as FARC através dos acordos é: Garanto o mínimo para poder ser um agente político (algumas vagas, dinheiro para se reintegrar através de ações comunitárias e regularização fundiária para setores camponeses próximos a eles) junto com uma prestação de contas à sociedade colombiana com ações para o combate ao narcotráfico e para o ressarcimento das vítimas.
    3- Isso a Ana Luiza pode falar bem melhor do que eu, mas essa crítica dos membros das FARC não irem presos é uma contradição, porque a lei de vítimas está sendo considerada como um dos processos mais avançados por órgãos internacionais de Direitos Humanos, pois trabalha com um conceito de justiça reparador e não punitivo. Ou seja, o foco do processo é garantir que quem sofreu com o conflito armado sejam reparados, e não que simplesmente se faça uma caça à bruxas que não mata a fome daqueles que perderam tudo seja por causa da guerrilha, do governo ou dos narcos.
    4- O custo dos acordos é uma média de 200 milhões de reais. 27 bilhões de pesos, que é algo como R$ 22.000.000.000 é o que a Colombia gastou em 2014 com a guerra. Ou seja, mesmo pagando para as FARC, para as vítimas, etc, não é nada comparado ao gasto que se está tendo neste momento. Só olhar esse infográfico, UMA jaqueta de um soldado já paga um ano do que se vai pagar a um desmobilizado. http://www.semana.com/nacion/articulo/cuanto-cuesta-la-guerra-en-colombia/403122-3

    Abraços, e aproveito para dar um presente para o Matias que gosta de música latino-americana. Eu estive em um festival de música afrocolombiana e subi o cd da Orquestra Nacional de Bogotá com os principais cantores do pacífico colombiano;
    https://drive.google.com/drive/folders/0B-S6CEQOkpYoVVRONDVRZG1mU00

  • Pingback: Xadrez Verbal no Mundo Freak Confidencial | Xadrez Verbal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s