Xadrez Verbal Podcast #57 – Terrorismo, Hillary Clinton e Turquia 

 De servidor novo, o seu semanário de política internacional chega carregado nesta semana. Comentamos sobre os acontecimentos recentes da busca de Erdogollum por seu sultanato, como o fechamento de mais de cem veículos de imprensa em diferentes mídias e mais uma intenção de mudar a constituição da Turquia. De lá fomos para os EUA e a convenção do partido democrata, que nomeou Hillary Clinton como candidata e derrubou a chefe do partido devido um vazamento de e-mails.

No Xeque comentamos sobre o terror no mundo. Os atentados na Alemanha e a reação do governo Merkel, o crime bárbaro cometido na França, violência sectária no Afeganistão, no Iraque e na Síria, o novo nome da frente Al-Nusra e o ataque contra um posto da ONU na Somália. O que tudo isso indica e qual a ligação com as recentes derrotas militares do Daesh? A semana na História, peões, giros de notícias e dicas culturais fecham o programa e o fim da produção do videocassete.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

14 comentários

  • Não consigo fazer download, ele dá erro e baixar um arquivo com poucos kbts!

  • Download não está funcionando.

  • Olaa eu recomendo a voces postarem os episodios no soundclound. La eh quase impossivel dar essas quedas e erros de download, e alem disso, eh gratis. E da pra colocar o player na propria postagem.

    Adoro o xadrez verbal como um todo (site, podcast, canal youtube), por isso deixo essa sugestao como uma melhora tecnica, pq ta foda, quem curte acompanhar tudo em primeira mao, esta sofrendo hahaha.

  • Eu abaixei sem problemas mais ou menos às 20h40 de sábado. Mas deixando as questões técnicas de lado e toda complicação crescente nas questões do terrorismo e da Turquia o que me deixou mais “perdido”, sem entender nada foi a questão Trump. A primeira vez que eu ouvi sobre o sujeito em questão foi quando ele ainda era um possível pré-candidato republicano e aí a evolução do meu pensamento foi mais ou menos assim:
    1 – Olha só o maluco achando que pode ser candidato republicano à presidência… nem preciso perder tempo pensando sobre isso
    2 – O cara virou pré-candidato mesmo!! Mas não tem nenhuma chance… não vale a pena nem pensar nisso
    3 – O cara tem chances de ser mesmo o candidato republicano! Mas não vai acontecer..
    4 – MINHA NOSSA!!! Ele está crescendo!! Será possível que ela consiga ser o candidato republicado???? Não, não pode ser… ou pode… será?
    5 – Trump é o candidato republicano à presidência do EUA!!!!! Ainda bem que ele não tem chance!!
    6 – Primeira pesquisa CNN mostra Trump à frente da Hillary!!!!!!!!! PQP!!!!!!!!!

    Sério!!!!!! Não entendo nada mesmo!!!! Nunca sequer me passou pela cabeça que o Trump teria a mínima chance e agora tá aí!!!!! Como???? Como chegamos a isso????? Quero um Xadrez Verbal, um Anticast e um NBW só sobre esse tema pra ver se entendo alguma coisa desse “zeitgeist” atual que leva Donald Trump à presidência dos EUA…

  • Ja nao estaria na hora do mundo passar por um fim de fronteiras deixarmos de nos ver como brasileiro cristãos judeus muçulmanos sirios russos americanos e passarmos a nos vermos como humanidade? Quando isso ira mudar quando fizermos uma guerra entre nos que seja tao terrível que ninguém sobreviva ou quando uma ameaça externa seja nosso maior medo ou problema? Gostaria que vossas sapiencias comentassem sobre uma provável unificação das nações em um governo mundial e os beneficios para a humanidade humildemente gabriel

  • Filipe e Mathias,

    Essa música do final é ótima e ela toca no trem que leva de Cusco pra Aguas Calientes (no caminho pra Machu Picchu).

    No começo é legal… mais depois de 4 horas… enche o saco!!!!

    ótimo cast, como sempre.

  • Guilherme Henrique Camilo da Silva

    Depois de vocês (na verdade VC Filipe) terem blasfemado, cruelmente, de forma desonesta, parcial (inclusive acho que deveria ter direito de resposta) e cruel, a melhor banda desse país
    Pra ser sincero eu não espero de vcs,
    Mais do que educação,
    Sétimos selos sem coração.
    Não quero ser amigo,
    Apenas uma relação
    De podcaster e ouvinte(…) (Foi uma bela paródia, vai! u.u)

    Antes eu achava que o seu único defeito era ser palmeirense Filipe, sem clubismo, mas já vi que ainda não foi tocado pelo doce som de Humberto Gessinger hahahaha

    Brincadeiras à parte, como sempre, mais um ótimo programa Matias e Filipe, parabéns!

  • Caro menino Filipe Figueiredo,

    Sobre a sua pronúncia Aldo Rebelo (costumo chamar de Papai Joel), fica esse pequeno excerto de Eça de Queiroz:

    “Um homem só deve falar, com impecável segurança e pureza, a língua da sua terra: – todas as outras as deve falar mal, orgulhosamente mal, com aquele acento chato e falso que denuncia logo o estrangeiro.”

    Para mim, essa frase foi uma lição para a vida.

    Se me permite, retomo um assunto de um cast passado.

    Você mencionou o menino Napoleão II tanto no Xadrez Verbal, quando no Anticast e num dos dois programas, disse que o paradeiro do garoto era incerto e que a Disney tinha aí uma boa história, padrão Anastácia.

    Mas na verdade, pelo que me lembro, o garoto recebeu do pai ao nascer o título de Rei de Roma e só passou à história como Napoleão II, pois após o pai haver abdicado o trono em seu favor (não lembro se no primeiro – Elba – ou no segundo exílio – Santa Helena), as Câmaras de França o reconheceram como Segundo Imperador dos Franceses. Condição que durou bem pouco, pois logo na sequência rolou a famosa restauração Borbon na França.

    No Memorial de Santa Helena, autobiografia que o Vencedor de Austerliz ditou no exílio, Napoleão se queixa e se recente de estar afastado do filho e da esposa, enquanto permanece encarcerado naquela remota ilha, presa das mesquinharias de seu carcereiro, o vil de filhadaputa do Hudson Lowe.

    Mas o destino do Rei de Roma é bem conhecido: cresceu na corte do Avô Hadsburgo em Viena, mas sempre foi muito doente. Morreu bem jovem e ficou enterrado por lá até os Nazistas tomarem Paris em 1940, quando Hitler determinou a devolução dos despojos do Rei de Roma.

    Hoje ele jaz ao lado do pai, sob o Domo dourado do Hôtel National des Invalides, a última morada dos Imperadores de França.

    Um forte abraço e continuem o excelente trabalho.

    EDFL

  • Sou ouvinte assíduo dos podcasts da família Xadrez Verbal desde praticamente seu início. Aproveito para deixar meus parabéns pelo ótimo trabalho, tanto no podcast semanal quanto nos especiais, em particular os Fronteiras do Futebol. A presença recente de entrevistados do mais alto garbo e elegância acrescentaram bastante ao conteúdo do Xadrez Verbal. Nunca comentei antes pois me recolho à minha ignorância e deixo para falar besteira em outras paragens.
    Mas se me permitem o abuso não solicitado, sugiro ao Matias que abandone em seu bordão de entrada a palavra “revista” que vai facilitar bastante sua rima e métrica. Podcast semanal sobre política internacional é simplizinho mas bunitinho.
    Abraços a todos.

  • Filipe, tudo bem? Só um acréscimo: a religião católica condena o suicídio, mas respeitando a premissa de que o suicídio pode ser perdoado por Deus. Se entre o suicida apertar o gatilho e se arrepender antes de a bala chegar ao cérebro, já está por conta da misericórdia de Deus. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s