Xadrez Verbal Podcast #49 – Maduro “ditadorzinho” e Serra chanceler

Um programa mais sóbrio, mas sem perder a veia crítica. Comentamos a mudança de tom do Ministério de Relações Exteriores a partir das notas direcionadas aos países “bolivarianos”. O choque de gestão do novo chanceler também foi analisado a partir das 10 diretrizes apresentadas no seu discurso, na transferência de cargo, com diversas alfinetadas, inclusive para a Venezuela.

Em relação a situação política do país vizinho, críticas as últimas declarações do presidente Nicolás Maduro que está se convertendo em um “ditadorzinho” nas palavras de Luis Almagro, secretário-geral da OEA, ou está “louco como uma cabra” segundo José Mujica, ex-presidente e senador uruguaio. Também comentamos os “inimigos externos” que o mandatário venezuelano usa para desviar o foco dos problemas internos.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira, em menos de uma hora, você se atualiza e se informa.

Referências de leitura

Íntegra do discurso de Mauro Vieira por ocasião da cerimônia da transmissão do cargo de chanceler

Íntegra do discurso de José Serra por ocasião da cerimônia da transmissão do cargo de chanceler

Dicas do Sétimo Selo

Documentário Luto em Luta na íntegra

Documentário Once Brothers, na íntegra e no idioma original aqui

 

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. 

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

13 Comentários

  • Filipe, sobre o comentário de que a Argentina não é um país laico “porque o presidente deve ser católico”, não ouve uma confusão com o polêmico artigo da Constituição que diz que a Argentina apoia a Igreja Católica Romana?
    Procurei sobre o requisito para o cargo de presidente e só encontrei essa questão.

  • Admito que eu sumi um pouco Felipe. Quando as notícias da politica local começaram a ficar quentes e explosivas esqueci um pouco da politica internacional.
    Mas quando voltei percebi porque (para mim ao menos) seu podcast é atrativo: Sua forma de narrar a politica externa traz um ar de fim de mundo, parece que a qualquer momento uma bomba atômica vai cair em algum lugar. E isso da Adrenalina! Assim como foi a politica interna ultimamente.
    Exemplo é a forma que você narrou o caso Árabia Saudita – Obama – Bomba Econômica. Deu a impressão que é melhor eu estocar comida …!

    • João Pedro Mattos

      O mesmo aconteceu comigo, Fabio. Devido as impactantes notícias que dia após dia lia nas capas dos jornais brasileiros, me afastei das notícias internacionais, que são as que mais gosto de acompanhar. Tanto o Xadrez Verbal quanto jornais como NYT, Washington Post, Reuters e BBC praticamente sumiram do meu dia-a-dia. Retorno, agora, à esta grande esfera da política mundial e, consequentemente, à ouvir este maravilhoso podcast que é o Xadrez Verbal!

  • Felipe, só uma coisa, o principal mercado de exportação das armas brasileiras é para o Estados Unidos, só que para o mercado civil, apesar da Taurus ter fábrica lá, grande parte das produzidas aqui são exportadas pra lá(mesmo tendo uma qualidade questionável). Pelo menos as divulgadas, mas muitas vendas de armas e munições para governos são “sigilosas”. rs
    Grande abraço pra você e pro Matias! .

  • A capital do Sri Lanka desde 1982 é Sri Jayawardhanapura Kotte.

  • Tiago Assunção Silva

    Felipe sou meio novo por aqui e não manjo muito do assunto, e ouvindo esse ultimo Xadrez Verbal percebi que não sei qual é a extensão da responsabilidade do Itamaraty, o que é papel dele fazer o que não é papel dele fazer. Por exemplo, quando vocês criticaram o tom duro que o Itamaraty usou para responder os governos vizinhos, isso é pq um Ministério de Relações Exteriores não deve usar esse tom? (se não deve, pq não deve?) ou é pq vocês não concordam com esse tom nessa questão em especifico ou esse tom nunca deveria ser usado por nem um Ministério de Relações Exteriores no mundo em nem um situação?

    Tem algum vídeo ou podcast que vcs falam de maneira mais aprofundada sobre o Itamaraty?

    • Tiago, eles criticam porque são partidários do governo anterior, ainda que procurem não deixar isso afetar e, para ser justo, sejam muito mais competentes do que a média nisso, o que ajuda o podcast a ter a qualidade que tem.

      Dizer que a resposta de Serra é fora de tom é absurdo, é completamente fora de qualquer bom senso. São regimes, entre eles duas ditaduras, colocando em questão a própria legitimidade do governo brasileiro, interferindo na política interna de forma que, em outros tempos, seria visto como ameaça à própria soberania nacional, e os comentaristas pensam que Serra deveria responder como? Com flores, reconhecendo algum grau de legitimidade no argumento?

      A resposta dura é a única possível. Qualquer outra resposta que não mostrasse máxima indignação passaria a mensagem que o governo reconhece um mínimo de legitimidade no argumento, que reconhece como uma “opinião contrária” e não como o absurdo inominável que é.

      Quem acha qualquer coisa diferente disso ou é partidário do governo anterior e quer desgastar este ou não conhece nada de diplomacia, não acompanha a linguagem diplomática mundo afora, e acha que diplomacia é essa figura afetada que dela se faz nos círculos de estudos para o concurso do Itamaraty, essa coisa provinciana, de salão de interior.

  • Caros Filipe e Matias,

    Gostaria de fazer uma observação sobre a parte em que vocês mencionam que portadores de passaporte diplomático não precisam de visto. Na verdade, não é bem assim. Isso é válido apenas para os países com os quais há um acordo que preveja isso especificamente. É o caso, por exemplo, entre Brasil e Japão: http://www.br.emb-japan.go.jp/passaporte_oficial.html
    Para os demais países (como os EUA, citados no programa) ainda é necessário obter o visto, embora por vezes o procedimento seja mais simples.
    É isso, parabéns pelo bom trabalho, e um abraço de um ouvinte que os acompanha desde praticamente o começo do podcast.

  • Professor, no caso do Ministério da Cultura francês, ele existe, mas é fundido com o Ministério da Comunicação, no caso dos EUA eles não tem mesmo, apesar de terem Hollywood que ocasionalmente conta com favores de Washington e foi alavancada com ajuda de dinheiro público no contexto da exportação do American Way (posso estar errado quanto a Hollywood). No caso do Brasil a proposta não era de extinção de um Ministério da Cultura, mas sim sua fusão com o Ministério da Educação, ou seja, ficaria tipo França, com o Ministério fusionado. O corte de gastos seria insignificante, acho que o corte não chegaria a 100 milhões, a vantagem possível seria a centralização e, quem sabe, maior interação harmônica entre cultura e educação… porém, o desgaste político não compensou a aposta em um benefício incerto.

  • Filipe, escutei o podcast hoje e veja só que coisa, só tenho o que elogiar. Viu só como não precisa ficar de chororô? Você foi um excelente host, fez sua crítica ao Serra de forma muito ponderada e cuidadosa, mesmo que às vezss dura, e conduziu tudo com muita destreza.

    Parabéns. É isso que faz o Xadrez Verbal ser um podcast excelente. Se vocês tiverem esse tipo de postura como norte, não tem como errar.

  • Eita, fui apressado demais. Ainda estava escutando, chegando na parte do discurso do Serra, então não tinha ouvido ainda a crítica mal feita que você fez antes de elogiar. Não só você fez várias críticas vazias de sentido, coisinha de sentimento, como cometeu erros grosseiros, como quando, logo após ler o trecho em que Serra diz que o Brasil é dos mais abertos do mundo em termos de barreiras NÃO-TARIFÁRIAS, você criticou dizendo que o Brasil tem, sim, barreiras TARIFÁRIAS, como se o chanceler fosse dizer uma asneira dessas, que o Brasil não tem tarifas externas.

    Eita, Filipe. Dessa vez foi quase. Escorregou absurdo no final. O incauto, com formação meia boca, ouvd sua crítica ao discurso e, sem poder identificar o que é substância e o que é sentimento vazio, acaba achando que o discurso foi escrito por um leigo pego aleatoriamente no metrô. Tá tudo errado, tudo errado, tudo errado… ora, não nos faça rir.

  • Filipe,

    Em algum dos podcasts anteriores (acredito que o anterior ao do Matias Spektor), vocês falaram sobre quais seriam os critérios adotados para o Prêmio Nobel, como me lembrei disso agora e apesar de não ter nada a ver com o que foi falado no útlimo podcast, deixo aqui a sugestão de um episódio do Freakonomics Radio que explica bem como é todo o processo de escolha dos premiados. É uma entrevista muito massa! Abraço!

    http://freakonomics.com/podcast/how-to-win-a-nobel-prize-a-new-freakonomics-radio-episode/

  • Boa Noite Pessoal, vou colocar por aqui pois não achei lugar melhor no site (na verdade não procurei muito…rsrs). E o menino Neymar ataca novamente

    https://omelete.uol.com.br/filmes/noticia/xxx-the-return-of-xander-cage-tera-participacao-de-neymar/

    Sou fã do Xadrez Verbal e acompanho desde o primeiro programa.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s