Xadrez Dominical – Homenagem para Omar Sharif

Caros leitores, na última sexta-feira, dia Dez de julho, faleceu, aos 83 anos, o ator Omar Sharif. Nascido no Egito, onde iniciou a carreira, depois radicou-se na Europa, vivendo em diversos países, especialmente França e Reino Unido. No final da vida, retornou ao Egito, onde morreu após uma brilhante carreira. Em homenagem ao ator nessa data, vamos ao Xadrez Dominical sobre Omar Sharif.

A primeira dica é o filme que rendeu indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, Lawrence da Arábia. Em um comentário paralelo, o filme foi exibido na TV Globo no sábado seguinte à morte de Omar Sharif, em um bonito gesto. O filme é considerado um dos maiores de todos os tempos, vencendo sete Oscars, incluindo Melhor Filme. Obrigatório assistir.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Em 1935, quando pilotava sua motocicleta, T.E.Lawrence (Peter O’Toole) morre em um acidente e, em seu funeral, é lembrado de várias formas. Deste momento em diante, em flashback, conhecemos a história de um tenente do Exército Inglês no Norte da África, que durante a 1ª Guerra Mundial, insatisfeito em colorir mapas, aceita uma missão como observador na atual Arábia Saudita e acaba colaborando de forma decisiva para a união das tribos árabes contra os turcos.

A segunda dica é o filme que lançou Omar Sharif ao estrelado, Dr. Jivago, em que protagoniza a história baseada no livro de Boris Pasternak, que se passa na Rússia antes, durante e depois das Revoluções de 1917, pano de fundo histórico da trama. O filme venceu cinco Oscars e rendeu um Globo de Ouro de Melhor Ator para Omar Sharif.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: O filme conta sobre os anos que antecederam, durante e após a Revolução Russa pela ótica de Yuri Zhivago (Omar Sharif), um médico e poeta. Yuri fica órfão ainda criança e vai para Moscou, onde é criado. Já adulto se casa com a aristocrática Tonya (Geraldine Chaplin), mas tem um envolvimento com Lara (Julie Christie), uma enfermeira que se torna a grande paixão da sua vida. Lara antes da revolução tinha sido estuprada por Victor Komarovsky (Rod Steiger), um político sem escrúpulos que já tinha se envolvido com a mãe de Lara, e se casou com Pasha Strelnikoff (Tom Courtenay), que se torna um vingativo revolucionário. A história é narrada em flashback por Yevgraf de Zhivago (Alec Guiness), o meio-irmão de Yuri que procura a sua sobrinha, que seria filha de Jivago com Lara. Enquanto Strelnikoff representa o “mal”, Yevgraf representa o “bom” elemento da Revolução Bolchevique.

A terceira dica é uma minissérie, Pedro, o Grande, de 1986, produzida pela NBC e com Maximilian Schell no papel título. A série ganhou diversos prêmios, inclusive o Emmy de Melhor Minissérie. Nela, Omar Sharif interpreta o príncipe Feodor Romodanovsky, na Rússia do século XVIII.

Trecho

Sinopse do Filmow: Esta é a história de Pedro I, czar da Rússia de 1682, e a luta constante entre ele, sua irmã Sophia e Streltsy. A história mostra os esforços de Pedro para transformar a Rússia num “todos os países” europeus, a importação de cientistas, costumes, tecnologia e táticas militares.

A quarta dica é o filme Rua Paraíso, de 1991, com Claudia Cardinale. O filme já foi mencionado no Xadrez Dominical, no contexto do centenário do Genocídio Armênio. No filme francês, ambos interpretam um casal de uma família armênia que migra para a França, refugiados da perseguição. Como demonstração de seu impacto, o filme tem um Tomatômetro de 92%.

Filme na íntegra com legendas em inglês

Sinopse do Arte no Cinema: Um filme que nos remete à situações universais. Com uma habilidade ímpar, o filme nos mostra a importância das relações humanas, no núcleo familiar e no casamento. São valores resgatados onde o que predomina é o amor, acima de qualquer bem material ou conveniências de um casamento.

A quinta e última dica é um dos últimos filmes de Omar Sharif, o belíssimo Uma Amizade sem Fronteiras. O título original do filme é Monsieur Ibrahim, o personagem vivido por Omar Sharif, que ganhou o César de Melhor Ator por seu trabalho em 2003.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Ibrahim Deneji (Omar Sharif) é o dono de uma mercearia em Paris, muçulmano, que fica amigo de Momo (Pierre Boulanger), um pobre garoto judeu de 13 anos. Após ser abanado pelo pai, Ibrahim decide por adotar Momo. Com o tempo os dois se tornam cada vez mais amigos, com o garoto aprendendo os ensimanetos do Alcorão.

cazuzaA menção do post de hoje vai para os vinte e cinco anos da morte de Cazuza, cantor e compositor e um dos principais nomes do rock brasileiro. Cazuza morreu em Sete de julho de 1990, de complicações derivadas do HIV. Para lembrar a data, a íntegra do show do Barão Vermelho no Rock in Rio original, em 1985.

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página. botãocursos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s