Xadrez Dominical – Israel e o Líbano

Caros leitores, hoje, 24 de maio, marca os exatos quinze anos da retirada das últimas tropas israelenses que ocupavam o sul do Líbano. O conflito no país dura desde a década de 1940 e nunca foi oficialmente encerrado, vivemos apenas uma situação de cessar-fogo; o Líbano é uma encruzilhada em que interesses geopolíticos e religiosos se misturam, com facções internas da região (como o Hezbollah) e intervenções israelenses e sírias. Para marcar a data, vamos ao Xadrez Dominical sobre Israel e o Líbano. 

A primeira dica é um filme. Na verdade, a maioria das dicas será de filmes. Líbano, de 2009, é um filme israelense, vencedor do Leão de Ouro em Veneza. O filme se passa durante a invasão do Líbano em 1982. O filme é curto, dá pra assistir tranquilamente.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Junho de 1982, Guerra do Líbano. Um tanque é enviado em missão a uma área hostil. Confinados no veículo, quatro tensos soldados tentam encontrar uma forma de saírem dali com vida antes que o desespero conduza à atos desmedidos.

A segunda dica também é um filme. Valsa com Bashir mistura animação com documentário com filme. Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e indicado ao Oscar na mesma categoria, o filme também foi premiado como documentário em outras academias e festivais.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Em um bar um amigo conta ao diretor Ari Folman sobre um sonho constante que tem, no qual é perseguido por 26 cães ferozes. Através da conversa eles concluem que a imagem tem ligação com sua missão na 1ª Guerra do Líbano, no início dos anos 80, quando defendia o exército de Israel. Como Ari nada se lembra do evento, ele passa a buscar e entrevistar seus velhos companheiros da época.

A terceira dica é um quadrinho. Uma variação da dica anterior, na verdade. Valsa com Bashir também existe como graphic novel, editada no Brasil pela L&PM, de Ari Folman e David Polonsky, com tradução de Pedro Gonzaga. O leitor pode apreciar um trecho sete páginas, em PDF, cortesia da editora.

valsacombashirA próxima dica é um filme. Um filme canadense, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, já que é em francês e em árabe. Incêndios, de 2010, conta a história de dois irmãos refugiados no Canadá. De origem palestina, vieram do Líbano, onde viviam em um campo de refugiados, e voltam ao Oriente Médio para descobrir sobre sua mãe.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Canadá. Jeanne (Mélissa Désormeaux-Poulin) e Simon (Marwan Maxim) são irmãos gêmeos e acabaram de perder a mãe, Nawal Marwan (Lubna Azabal). Eles vão ao escritório do notário Jean Lebel (Rémy Girard) para saber do testamento deixado por ela. No documento, Nawal pede que seja enterrada sem caixão, nua e de costas, sem que haja qualquer lápide em seu túmulo. Ela deixa também dois envelopes, um a ser entregue ao pai dos gêmeos e outro para o irmão deles. Apenas após a entrega de ambos é que Jeanne e Simon receberão um envelope endereçado a eles e será possível colocar uma lápide. Só que Jeanne e Simon nada sabem sobre a existência de um irmão e acreditavam que seu pai estava morto. É o início de uma jornada em busca do passado da mãe, que os leva até a Palestina.

A quinta e última dica é um filme. Beaufort, de 2007, um filme israelense que se passa nos últimos momentos antes da retirada israelense. O nome do filme origina do castelo de mesmo nome, do século XII, que era utilizado por tropas israelenses como posto estratégico, onde o filme de passa (embora as filmagens não tenham sido no castelo verdadeiro).

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Sul do Líbano. Ao longo dos séculos o castelo de Beaufort foi controlado pelos mais diversos exércitos, que estiveram no comando da região. Em 2000, após 18 anos de ocupação, as tropas de Israel deixarão o local. O jovem Liraz Liberti, de apenas 22 anos, é escolhido como último comandante da antiga base. Entretanto, o que deveria ser uma retirada tranquila é ameaçada pelo gênio explosivo de Liraz, que pode pôr tudo a perder.

urlA menção do post vai para os 140 anos da imigração italiana para o Brasil, como mencionado no último podcast do Xadrez Verbal. A dica é o filme Oriundi, de 2000, com Anthony Quinn, Letícia Spiller, Paulo Betti e Paulo Autran no elenco. O filme é uma história romântica, mas conta também as origens da comunidade italiana e é uma das últimas atuações do ator Anthony Quinn, quatro vezes indicado, e duas vezes vencedor, ao Oscar.

Trailer

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página. botãocursos

Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s