Xadrez Dominical – Captura e julgamento de Adolf Eichmann

Na última segunda, Onze de maio, fez cinquenta e cinco anos do sequestro de Adolf Eichmann. Embora o termo “sequestro” possa denotar, Eichmann não era exatamente uma vítima. Um dos responsáveis pela coordenação dos genocídios executados pela Alemanha nazista, Eichmann conseguiu fugir para a Argentina após a guerra. Vivendo com uma identidade falsa, foi encontrado e monitorado pelo serviço secreto israelense, o Mossad, com a contribuição de alguns “caçadores de nazistas”, como Simon Wiesenthal. Preocupados com as constantes recusas argentinas em extraditar criminosos nazistas, o governo de Israel decidiu por uma abordagem radical: raptou Eichmann, levou-o para Israel de forma clandestina, onde foi julgado e executado por seus crimes. A ocasião inspira o Xadrez Dominical sobre a captura e o julgamento de Adolf Eichmann.

A primeira dica é a compilação de dados, depoimentos, provas e testemunhos sobre a carreira, a operação de captura e o processo contra Eichmann. Isso pode ser acessado no projeto Nós somos seis milhões de acusadores. O site está em inglês, assim como o site Nizkor, que compila as transcrições do processo.

A segunda dica é o arquivo, integral, do julgamento de Eichmann, em vídeo e em inglês. As mais de duzentas horas de vídeo, em projeto conjunto entre Yad Vashem e os arquivos de Israel, estão em um canal próprio no Youtube. A iniciativa e realização do projeto de tal tamanho são uma boa demonstração da importância do episódio.

eichmanA terceira dica é um filme. Um ótimo filme, já mencionado por aqui, mesmo sendo feito para a televisão. Conspiração, de 2001, produzido pela HBO, estrelado por Kenneth Branagh, como Reinhard Heydrich, com Stanley Tucci como Eichmann. O filme retrata a Conferência de Wannsee, organizada por Eichmann. Branagh venceu o Globo de Ouro por sua atuação.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Em setembro de 1939 Adolf Hitler invadiu a Polônia, dando início à 2ª Guerra Mundial. No inverno de 1942 as tropas dele estavam famintas e congelando nas nevascas da Rússia, onde seu melhor general morreu de enfarto, e os Estados Unidos tinham entrado na guerra. Pela 1ª vez o sonho de Hitler sobre o império alemão durar mil anos ficou incerto. Enquanto Hitler contratava e demitia generais e o inverno ficava mais frio, 15 homens de confiança do III Reich, liderados pelo general da SS Reinhard Heydrich (Kenneth Branagh), se encontraram para uma reunião secreta em Wannsee, subúrbio de Berlim. Em duas horas eles mudaram o mundo para sempre, pois ali foi decidido a “Solução Final”, que tinha por objetivo eliminar todos os judeus da Europa.

A quarta dica é outro filme, também feito para televisão. O homem que capturou Eichmann, estrelado por Robert Duvall como Adolf Eichmann em sua vida na Argentina. O filme conta os últimos dias de Eichmann em liberdade, a operação para sua captura, até o momento em que é levado para Israel.

Na íntegra no idioma original

Sinopse da Folha de S. Paulo: Telefilme não somente sobre a operação de captura do hediondo nazista Adolf Eichmann como também sua versão da história, contada no cativeiro

A quinta e última dica é uma obra-prima. Eichmann em Jerusalém – Um relato sobre a banalidade do mal, da filósofa Hannah Arendt. Arendt era alemã e judia, cobriu o julgamento como jornalista. Derivado de seus artigos sobre o julgamento, Hannah Arendt formula o questionamento da banalidade do mal: quem estava ali, em sua frente, julgado, não era um monstro, um sanguinário. Era uma pessoa ordinária, um burocrata, que simplesmente cumpriu as metas estipuladas pelo seu governo. Uma obra-prima, necessária para todos os que são dos campos da História, da Filosofia, da Política, do Direito e do jornalismo.

niltonsantosA menção do post de hoje vai para o dia 16 de maio, quando Nílton Santos, a Enciclopédia do Futebol, teria feito noventa anos de idade. Um dos maiores laterais de todos os tempos, Nílton Santos reinventou a posição. Jogador histórico da seleção brasileira e ídolo do Botafogo, dividiu os gramados com diversos craques, especialmente Garrincha. A Enciclopédia é tema do documentário Ídolo; Nílton Santos morreu em 2013, já bastante debilitado.

Teaser publicitário

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página. botãocursos

Anúncios

3 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s