Xadrez Dominical – Nepal

Como muitos de vocês devem saber, o Nepal foi atingido ontem por um terremoto de magnitude 7.8, o de maior intensidade em oitenta e um, deixando, no mínimo, cerca de dois mil mortos, cinco mil feridos, além de grande destruição material, inclusive de pontos históricos e turísticos; o epicentro do terremoto foi perto das principais cidades do país, no Vale de Kathmandu. Alpinistas estariam presos ou mortos em decorrência das avalanches, inclusive no Everest, a maior montanha da Terra. Em homenagem ao povo nepalês, vamos ao Xadrez Dominical sobre o Nepal.

A primeira dica é o único filme nepalês já indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Indicado em 1999, Himalaia, usa um conflito entre um chefe tribal e um rival, mostra a dualidade da sociedade nepalesa: antigos costumes contrastados com as novas gerações, ansiosas por uma modernização do país.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Karma retorna de uma longa jornada e com ele traz uma triste notícia: o filho de Tinle faleceu em um acidente. Como chefe da aldeia, Tinle decide por punir Karma pela morte de seu filho, deixando-o de fora de uma nova caravana, que está sendo preparada por integrantes da aldeia. Os conflitos entre os dois dividem os habitantes locais em duas facções, com os dois decidindo partir na jornada em duas caravanas distintas. A tensão entre os dois se acirra quando as duas caravanas se encontram durante a viagem, no meio do caminho para subir o Himalaia.

A segunda dica é um documentário sobre a maior montanha do mundo, o Everest. Produzido em 1998 com a tecnologia IMAX, é o filme de maior sucesso no formato. Lembrando que o nome Everest foi dado pela Real Sociedade Geográfica britânica em homenagem ao geógrafo inglês George Everest, que não desejava a homenagem. O nome nepalês da montanha é Sagarmāthā, que significa “Cabeça no céu”; entretanto, o nome mais usado localmente é o tibetano Chomolungma, “Mãe sagrada”.

Trailer

A terceira dica é o site da Fundação Apa Sherpa. No site, pode-se “fazer” as diversas trilhas nepalesas, com a tecnologia do Google Street View. Também pode-se informar sobre como ajudar em manter o parque do Everest, como contribuir com projetos sociais voltados para as comunidades sherpas locais e, agora, em como colaborar para os esforços em relação ao terremoto. A fundação leva o nome de Apa Sherpa, o “Super Sherpa”, recordista de ascensões ao topo do Everest, com vinte e uma subidas ao cume.

Foto em alta resolução (pode ser aberta em outra aba, para o tamanho completo) do Everest visto da fronteira do Nepal com a China. O território nepalês está "encoberto" pela montanha.

Foto em alta resolução (pode ser aberta em outra aba, para o tamanho completo) do Everest visto da fronteira do Nepal com a China. O território nepalês está “encoberto” pela montanha.

A quarta dica é um episódio da série Zero Hour do Canal Discovery. O episódio trata do Massacre da Família Real do Nepal, em Primeiro de junho de 2001, quando, segundo a versão oficial, o herdeiro do trono, Príncipe Dipendra, matou nove membros da família real, incluindo seus pais, o Rei Birendra e a Rainha Aishwarya, antes de se matar. Os assassinatos afetaram profundamente a vida política e a sociedade nepalesa; sete anos depois, em 2008, a monarquia acabou. O Nepal era uma teocracia hindu, demonstrando que esse tipo de governo autoritário não é privilégio de uma ou outra religião.

Episódio na íntegra e legendado em português

A quinta e última dica é outro filme. Para quem não quer ver filmes considerados alternativos ou documentários, um dos maiores sucessos do cinema. Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida, um clássico do gênero. Indicado para nove Oscar, incluindo Melhor Filme, venceu quatro e é uma das maiores bilheterias de todos os tempos. E parte de sua trama se passa no Nepal, assista.

Trailer

Sinopse do AdoroCinema: Em 1936, o arqueólogo Indiana Jones (Harrison Ford) é contratado para encontrar a Arca da Aliança, que segundo as escrituras bíblicas conteria “Os Dez Mandamentos” que Deus revelou a Moisés no Monte Horeb. Mas como a lenda diz que o exército que a possuir será invencível, Indiana Jones terá um adversário de peso na busca pela arca perdida: o próprio Adolf Hitler

O Complexo para a memória do Genocídio Armênio em Tsitsernakaberd, na capital Yerevan.

O Complexo para a memória do Genocídio Armênio em Tsitsernakaberd, na capital Yerevan.

A menção do post vai para o centenário do Genocídio Armênio, tema de texto na semana. Um dos principais, se não o principal, filmes sobre o tema é Mãe (Mayrig), de 1991, com dois grandes atores: Claudia Cardinale e Omar Sharif. No filme francês, ambos interpretam um casal de uma família armênia que migra para a França, refugiados da perseguição. Como demonstração de seu impacto, o filme tem um Tomatômetro de 92%.

Trailer

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página. botãocursos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s