Xadrez Dominical – Billie Holiday

Na última semana, Eleanora Fagan teria feito cem anos de idade, no dia Sete de abril. Não sabe quem é? O nome de batismo de Billie Holiday, cantora e compositora de jazz. Holiday morreu em 17 de julho de 1959, com apenas quarenta e quatro anos, decorrência de cirrose hepática, por conta de seu alcoolismo. De vida sofrida, sua marca na cultura ficou, e é ampla: no jazz, no ato de cantar, na presença artística feminina, na cultura negra e na luta por direitos políticos. Vamos ao Xadrez Dominical do centenário de Billie Holiday.

A primeira dica é uma música de sua composição, a primeira eternizada no Hall da Fama do Grammy. Gravada em 1941, a música foi homenageada em 1976. God Bless the Child foi gravada por mais de duas dezenas de artistas e está em trilhas sonoras de filmes e séries, como A Lista de Schindler.

A segunda dica é outra música, mas agora composta em sua homenagem. Angel of Harlem, da banda irlandesa de rock U2, trata da História do jazz nova-iorquino, com Holiday, tratada pelo seu apelido Lady Day, como a protagonista. A música liderou as paradas de rock nos EUA em 1988 e chegou ao nono lugar no Reino Unido.

A terceira dica é um livro. A autobiografia de Billie Holiday, escrita em parceria com William Dufty. Lady sings the Blues, cujo título é de uma música de Holiday. O livro atualmente não é editado no Brasil, mas pode ser encontrado em sebos, em português, ou na Estante Virtual. O título no Brasil era “Lady sings the Blues – uma autobiografia”.

A quarta dica é o filme baseado na autobiografia citada. Em mais um esplendoroso trabalho de tradução, típico da indústria cinematográfica brasileira, o filme saiu no Brasil como O Ocaso de uma Estrela. Indicado a cinco prêmios Oscar, incluindo Melhor Roteiro e Melhor Atriz para Diana Ross no papel principal. O filme também conta com um elenco formado por boa parte dos principais atores afro-americanos da década de 1970, como Billy Dee Williams e Richard Pryor. Em 1973, a trilha sonora do filme, de músicas de Holiday gravadas por Diana Ross, liderou as paradas dos EUA.

A quinta e última dica é, talvez, a maior música de Billie Holiday. Preservada na Biblioteca do Congresso dos EUA, a maior instituição de preservação cultural do país, Strange Fruit também foi imortalizada no Hall da Fama do Grammy. A música denuncia e explicita o racismo contra os negros nos EUA, especialmente no sul do país. Baseada em poema de Abel Meeropol, a música trata especialmente dos linchamentos contra a população negra; o “fruto estranho” do título é uma referência aos corpos de negros enforcados em árvores por grupos violentos brancos. A inspiração do poema veio da foto do linchamento de Thomas Shipp and Abram Smith (clique aqui para ver a foto, que contém violência). O linchamento citado foi no norte dos EUA, no estado de Indiana. Os homens eram acusados de assassinato e estupro; ao menos a acusação de estupro era falsa.

Depois das habituais cinco dicas, a menção do post de hoje. No dia Oito de abril foi o aniversário de sessenta e cinco anos da morte de um dos maiores bailarinos da História, o russo Vaslav Nijinsky. Morreu aos sessenta e um anos de idade, após quase trinta anos de internações em hospitais psiquiátricos por estresse e, depois, esquizofrenia. Em sua relativamente curta carreira, afetada por sua saúde, Nijinsky marcou a dança e a coreografia, com diversos trabalhos eternizados na cultura popular. O leitor pode não saber quem foi a pessoa, mas já viu uma referência aos seus balés. Uma delas, mostrada aqui, é a terceira parte do clipe I Want to Break Free, da banda de rock inglesa Queen. Freddie Mercury encarna Nijinsky como um fauno no balé L’après-midi d’un faune, junto de bailarinos do Royal Ballet; Mercury queria tanto homenagear Nijinsky que é uma das poucas aparições dele como parte do Queen em que ele está sem bigode.

Gostaram, não gostaram, mais dicas? Comentem a vontade!


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página. botãocursos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s