Xadrez Verbal Podcast #106 – Venezuela, EUA e povo mapuche

Cresce a tensão entre os mapuches e os governos de Argentina e Chile, após a greve de fome do líder Jones Huala e o desaparecimento do militante Santiago Maldonado. Entenda quais são as reivindicações desta população originária que concentra no sul da fronteira argento-chilena.

Ainda na América do Sul, saiba quais foram as primeiras medidas da Assembleia Constituinte na Venezuela e como a comunidade latino-americana e internacional reagiu a todo processo. Já em Washington, o governo estadunidense não se intimida com as ameaças norte-coreanas e promete responder na mesma moeda.

Por fim, a professora Vivian Almeida debate sobre a regulação do mercado financeiro, na coluna Gambito da Dama, celebramos os 55 anos da independência da Jamaica e tivemos mais um paradoxo dos Peões.

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Site oficial de Hagar, o Horrível

Documentário Newen Mapuche

Música Independent Jamaica, de Lord Creator

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.

Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

5 Comentários

  • É interessante lembrar que o Estado do Chile já foi condenado perante a Corte Interamericana por utilizar a lei antiterrorismo do país, indevidamente, contra lideranças do povo Mapuche.

    [PS.: ainda não ouvi o cast, caso tenha sido mencionado].

  • Os mapuches são uma espécie de Afeganistão do nosso continente, porque embora tenham havido relações de vassalagem aos incas, nunca foram conquistados totalmente por esse império, e também não foram conquistados pelos espanhóis e sim chegaram a um acordo comum de não agressão, após muitas batalhas.

    O caso com os mapuches (tanto para o Chile quanto para a Argentina) nunca foi bem resolvido, inclusive porque, por uma questão de tratados territoriais, tribos mapuches lutaram ao lado das forças realistas contra os ‘revolucionários’ , então nunca foram considerados chilenos ou argentinos pelos governos independentes e sempre houve lutas territoriais tensas como foi bem mencionado no programa.

    Mesmo assim foram lentamente empurrados para o ‘deserto’ pelos desenvolvimento dos novos países. Porém como pequena correção posso dizer a Campaña del Desierto de Rosas atacou principalmente os ranqueles e pampas que habitavam a região central argentina, até a Patagonia (Carmen de Patagones).

    Os mapuches sofreram mais com Roca na Argentina e Cornelio Saavedra e outros governos chilenos que empurraram a fronteira com os mapuches cada vez mais ao sul. Essa foi a tendência em toda América, empurrando os nativos para terras mais pobres em guerras de ‘pacificação’ e pelo salitre a ser utilizado como fertilizante.

    Malaya, triste destino, los indios transandinos !

  • Não sei se foi proposital ou algum engano, mas os links do sétimo selo estão iguais ao do programa 105. (Ainda não ouvi o programa)

  • Uma professora de letras PHD certa vez me disse que a pronúncia correta de Hagar é |Égar|, como no inglês. Mas como é numa língua nórdica, talvez vocês tenham pronunciado corretamente: |Agar|, alguém tem informações sobre isso?

  • Gosto muito do Xadrez Verbal, parabéns pelo trabalho. Só recomendo que vocês coloquem o link ou, pelo menos, o título e autor das dicas culturais da professora Vivian.

    Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s