Xadrez Verbal Podcast #72 – Donald Trump eleito presidente dos EUA

capa-trump-eleito-especial-podcast

Donald Trump e seu topete foi eleito o novo Presidente dos Estados Unidos. E agora, o mundo vai acabar? É o apocalipse? Como ninguém sabe a resposta certa, tentamos dar o maior número de respostas possíveis, em um programa muito recheado. Na Coluna Aberta, o diplomata e mestre em Direito Bruno Graça Simões e o professor de Relações Internacionais da FAAP Marcus Vinicius de Freitas fornecem uma perspectiva diferente, com possíveis aspectos positivos, da eleição de Trump.

No Match, recebemos novamente Guga Chacra, comentarista da GloboNews e colunista no Estado de S. Paulo, para falar sobre as perspectivas de Trump em relação ao Oriente Médio e as relações com a Rússia. No Gambito da Dama, a conhecida dos ouvintes Vivian Almeida recebe outro conhecido, Daniel Sousa, ambos economistas professores do Ibmec, para discutirem o futuro da economia mundial com Trump e os alertas que podem ser ligados.

Finalmente, no Xeque, Filipe Figueiredo e Matias Pinto passam todas as informações que você precisa ter. Os resultados da eleição, perfis do eleitorado, o papel histórico do sul dos EUA para os republicanos, os compromissos assumidos por Trump, o perfil de seu vice, Mike Pence, e as reações dos governos pelo mundo. Incluindo o Brasil, claro. Também buscamos analisar o que tudo isso pode significar, também para os democratas e para Hillary Clinton. Giramos pelo mundo, peões óbvios da semana, muitas e muitas dicas culturais, além de um Menino Neymar quase universal fecham esse Xadrez Verbal especial sobre a eleição de Trump! Divulgue, compartilhe e use nosso programa na conversa no bar!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Documentário The Announcement

Livro Constantinople

Livro Midnight at Pera Pallace

Livro Choque de Civilizações

Livro O Sol é para todos

Livro When to rob a bank

Livro The Opium War: Drugs, Dreams, and the Making of Modern China

Livro Şoreşa Rojavayê: Revolução, uma palavra feminina

Livro A Revolução Ignorada

Música For the love of money, dos O’Jays

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa.  (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

43 comentários

  • Gabriel Bione Berçot

    Parabéns meus caros, a força de vocês é surpreendente.

  • Mateus Maurício da Costa

    Madrugada garantida com esse podcast !!!

  • Rodrigo vasconcelos

    Já ouvi 1/3 do programa, dei uma pausa pra relaxar e dormi, amanhã sigo a partir do guga.

  • Mano, eu sempre ouço o podcast indo pro serviço. Sempre me ajuda a me distrair no meio do engarrafamento. Mas com esse programa vai ter podcast pra mim ouvir indo pro serviço, voltando e ainda um pouco mais em casa…

  • Primeiramente queria agradecer pelo podcast, nem ouvir e já sei que vai ser bom d+. Conheci vocês pelo nerdcast ,no longínquo nerdcast “Batalha de stalingrado”,desde então sou viciado no xadres verbal. Parabéns e muito sucesso.

  • tava contando as minutos por esse podcast!!!

  • N só acertei a qstão do mar do sul da China graças a vcs, como tbm acertei uma de Log sobre a escala Richter, q o Filipe flou de relance em algum programa e eu fui pesquisar.

  • Tentei evitar ouvir sobre o resultado das eleições para evitar a fadiga e também porque a dose de humor de vocês dá uma aliviada no estresse.

  • Cara, desde o resultado estava aguardando por esse podcast!
    MUITO BOM!

    E Vivian Almeida musa do xadrez! Nós te amamos (platonicamente, mas amamos).

    Obrigado pelo trabalho pessoal!

  • Conheci o Xadrez Verbal através do Nerdcast e hoje ouço toda semana. O diferencial definitivo do Xadrez é a racionalidade de seus participantes, que deixam de lado paixões ideológicas para terem uma conversa com os pés no chão. Parabéns pelo trabalho e um abraço a todos!

  • Vocês continuam confundindo anti-globalização com anti-globalismo. Brexit e a eleição do Trump é anti-globalista…

    • Não acredito que a confusão seja por aqui, já que muito provavelmente o sentido (e daí não ter confusão, pois os dois termos permitem mais de uma interpretação) que você usa para “globalismo” seja a mais conspiratória.

  • 9 de novembro de 1989: Queda do Muro de Berlim.
    9 de novembro de 2016: Eleição de Donald Trump.

    Fim da Guerra Fria ou Guerra Fria 2.0?

    Aguardemos.

  • Quando vi que o Xadrez Verbal estava com quase 4h de duração fiquei tão feliz como se visse na mesa para o almoço picanha com aquela capa de gordura e de sobremesa bolo mousse de chocolate….

  • Até onde ouvi acho que o Bruno Garça Simões foi muito bonzinho parece que esqueceu a era bush e algumas merdas do propio obama como aquele escândalo das escutas a capacidade dele fazer merda e muito grande e acho que ele também se engana quanto a fascismo no conceito.Acho que na parte econômica ele tem politicas protecionistas e anti-globalismo mas o partido dele pensa o contrario quanto a área militar ele prometeu grande aumento de gastos para enfrentar a China e Russia.Minha esperança esta no partido dele segurar as merdas dele

  • Gostei bastante dessa edição, achei bem superior as ultimas lançadas pois foram passados vários pontos distintos do resultado final da eleição americana; foi um programa diversificado e cheio de opiniões, apesar de longo. Vocês só se equivocaram em um ponto, o Trump não é contra a globalização, ele é contra o Globalismo. É um assunto pouco debatido nacionalmente e tem pouco material em português, mas aos interessados pesquisem por: ‘Globalism’ e ‘Globalization’. E notem como são coisas diferentes, uma se refere a uma corrente de cunho ideológico-político global e o outro está mais ligado ao ponto de vista econômico.

    • Não, o que se chama de “globalismo” é uma distorção, normalmente guiada por teorias de conspiração de direita conservadora.

      • Lembro que até um tempo atrás, e não faz muito, o famigerado Foro de São Paulo era uma “teoria maluca” da “Direita Conservadora”.

        • Dependendo do que você ache que o Foro de SP é, ainda seria

        • Perfeito, Van Heiligen. É a mesma retórica de sempre, primeiro tentar desqualificar utilizando-se de termos “teoria maluca”, “conservadora” (curioso que ser conservador é um xingamento para algumas pessoas, rs). E depois, é só usar o velho argumento tão conhecido do “de que não é bem assim”, parecido com o “deturparam Marx”, rs.

          Ps: Espero que aqui não ocorra censura com as opiniões contrárias, assim como ocorre na Central3.

    • Esse tal de globalismo sempre muda conforme a retorica dos malucos conspiracionistas do momento, já foi coisa de new wave bicho grilo contra o poder das corporações capitalistas que querem destruir as culturas para ganhar mercados blá blá. blá.

      E hoje é coisa de Olavete , onde a Nike com o governo chines e a Bayer vão implantar o gramcismo junto com os sionistas de wall street e por ai vai

  • Pingback: Acontecendo agora: Xadrez Verbal de quatro horas só sobre Donald Trump via /r/brasil | alinegarciadias

  • Muito bom. Só uma correção. Romney foi governador de Massachusetts e não de Utah, como dito no programa.

  • Lucca Piccirillo Duarte e Pimentel de Toledo

    Agradeço demais a você, Felipe Figueiredo. Meu conhecimento sobre as Arábias quase triplicou com você, obrigado de verdade.
    Semana passada me envolvi numa discussão com turcos, e graças aos fatos e as notícias apresentados aqui no Xadrez Verbal, consegui me manter na discussão, e os únicos argumentos que os turcos (muito surpresos com meu conhecimento) tiveram foi dizer “O PKK é terrorista, e você não aguentaria ficar 10 dias vivendo com os Curdos”, sabe-se lá porque.
    Também esta semana fui ao Show do Guns N’ Roses em São Paulo, onde o Axl Rose criticou o Trump na música Civil War, alterando um trecho da música para “Look at the fear Trump is feeding”.
    Um grande abraço de Santos-SP, e obrigado demais pelo conhecimento!

  • Terminei de escutar o podcast e ficou muito bom, tanto que nem me cansei de ouvir enquanto limpava a casa. As visões da galera, ajudaram muito a esclarecer algumas coisas sobre o Trump. Parabéns ao time de elite do Xadrez Verbal 😀

  • Comecei a ouvir o cast agora e vi que vocês mencionaram meu comentário no post do cast passado sobre as possíveis conexões do Psy com a Choi Soon-Sil. Da semana passada pra cá a equipe do congressman que deu a declaração que iniciou toda a conspiração, o Ahn Min-Suk, negou que tal declaração fosse sobre o Psy.

    Enfim, abraços e vou ouvir o cast agora.

    Fonte: http://www.koogle.tv/media/news/psy-cleared-on-connection-with-choi-soon-sil/

  • Finalmente terminei de ouvir o episódio! Muito, muito, muito bom!! Vocês estão de parabéns pela qualidade do material produzido. Esse episódio é daqueles pra ser guardado com carinho e eventualmente ser ouvido de novo.. e de novo… e de novo… Muito obrigado!!!

  • Ouvinte recente aqui, pra mim melhor programa até agora e melhor análise que vi da eleição.

    Sou da linha que, apesar de não simpático ao Trump, concorda que sua presidência vai ser mais moderada do que a campanha.

    Penso que ficam duas questões pra debater no boteco: mesmo com os incentivos do Trump a indústria de combustíveis fósseis, ele pode mesmo sozinho barrar o crescimento das energias alternativas? Se um petróleo caindo de 140/150 dólares para 30/40 dólares o barril não fez isso, se uma OPEC em caos econômico com capacidade de se organizar em cartel também não conseguiu, será que o cenário dessa troca de matriz energética é reversível? Talvez possa retardar um pouco, mas no médio prazo acho que custos e vantagens de energias renováveis vão vencer. Especialmente porque os grandes incentivos que eu vejo nessa área vem de Estados Asiáticos e Europeus e não dos EUA, além de parte da iniciativa privada que vê em fontes energéticas como a solar uma espécie de “segurança energética” (vide google abastecer seus datacenters com energia solar).

    segunda questão: qual pode ser o grau de frustração do próprio eleitorado do Trump diante do que provavelmente serão promessas de campanha impossíveis de serem cumpridas, como a volta dos empregos nos estados manufatureiros (o rust belt) ou mesmo o muro na fronteira mexicana, que ele começa dá sinais que pode ser mais um aumento de cercas do que qualquer outra coisas. Pode isso levar a um retorno desse eleitor aos candidatos republicanos mais tradicionais? A uma radicalização ainda maior no final de governo Trump para retomar esses eleitores? A uma retomada de camara ou senado por Democratas em 2 anos diante do desanimo dessas bases?

    Grande abraço e continuem o bom trabalho

  • O conteúdo do Podcast de vocês é excelente, mas a edição peca no dinamismo. Não custa pedir pro convidado repetir a frase caso a captação falhe e caso isso seja percebido; da mesma forma nada custa cortar momentos completamente inteligíveis das falas que não ajudam em nada na compressão. Também é válido tentar enxugar o programa. Três horas de duração é muito tempo e assusta qualquer novo ouvinte, fora que se repetiu muita informação já dita noutros momentos no mesmo programa. Enfim, escrevo no intuito de ajudar nos pontos que considero fracos, mas sei que vocês são capazes de melhorar. Abraços e continuem com o trabalho 🙂

  • Fala Felipe e Matias! Programa muito bom, adorei as participações, só achei meio curto… Haha
    Melhor companhia quando estou cozinhando, parabéns pessoal

  • Terminei só hoje de ouvir, mas valeu a pena! Achei bem legal vcs fazerem perguntas pros convidados dessa vez, se pudessem repetir nas próximas edições seria legal. E repito o que disseram acima, algumas falhas de microfone dos convidados incomodaram, se pudessem pedir pra eles repetir durante a fala seria melhor. Grande abraço da Itália!

  • Obrigada por esse podcast, deve ter dado um trabalho inacreditável, sinto que tenho que ouvir umas 5 vezes e ler para conseguir entender o que está acontecendo.
    Mas foi o momento de colocar o pé no chão e dizer “é isso que está acontecendo, como pode afetar o resto do mundo” em vez de todo aquele clima alarmista e de fim do mundo.

  • Alex Terra, de Gramado/RS

    Parabéns pelo ótimo conteúdo! Escutei metade entre Gramado e Caxias e a segunda metade entre Caxias e Porto Alegre, olhando a superlua nascer…
    Ia perguntar a diferença entre Globalismo e Globalização, mas já vi que foi respondido em comentários anteriores… . Fiquei pensando que seria interessante escutar de vocês quais são as inconsistências dessa teoria… De toda forma, penso que o movimento de inclusão das diversidades acaba por criar tensões inevitáveis entre diferentes culturas e formas de pensamento, o que cria movimentos de reforço e busca pela identidades pessoais / nacionais. A questão da mescla ocorrida entre o Islã e a cultura ocidental, na Europa, parece ser um exemplo disso. Quem sabe a eleição do Trump não foi, entre outras coisas, também fruto desse movimento nos EUA.

  • Filipe sempre recomenda podcasts ou vídeos em que ele aparece. Não vai recomendar a revista Veja dessa semana? hahaha
    No mais, ótimo podcast sobre a vitória do Trump.

  • Muito bom o programa. No domingo saí de casa no interior de São Paulo para ver a fórmula um e deu para ir e voltar ouvindo o programa. Valeu e muito.

  • Parabéns pelo ótimo episódio, meus caros!

    É incrível ver como o Xadrez Verbal tem se tornado referência quando o assunto é Política Internacional e sem dúvidas é um dos melhores podcasts do Brasil!

    No final, por um momento achei que a música de encerramento seria “American Idiot” do Green Day, hahahah

    Abraços!

  • Excelente episódio. Tão completo e interessante que fez as quase quatro horas de programa passarem voando. Melhor material que vi sobre o assunto até agora. Parabéns!

  • Matias Pinto no globo.com. Cuidado para não parar no “Menino Neymar” heim:
    Sou mórmon e quero fazer uma correção e um adendo. Mitt Romney foi governador de Massachusetts e não de Utah. É natural a confusão porque Utah é um estado Mórmon. Romney tentou usar o seu lado empresário na eleição contra Obama, mas as pessoas o viam mais como ex-governador do que como empresário.

    Em Utah, muitos mórmons, mesmo sendo tradicionalmente republicanos, não quiseram votar em Trump devido às suas declarações sobre os veteranos. Um mórmon se lançou como independente e teve uma razoável votação como pode-se ver abaixo:

    Party Candidate Vote % Votes Electoral votes
    Democratic Hillary Clinton/Tim Kaine 28% 217,820 0
    Republican Donald Trump/Mike Pence 46.4% 360,634 6
    Libertarian Gary Johnson/Bill Weld 3.2% 25,096 0
    Green Jill Stein/Ajamu Baraka 0.7% 5,295 0
    Independent Evan McMullin/Nathan Johnson 20.7% 160,801 0

    Abraços!

  • Olá meus caros Matias e Filipe. Excelente programa como sempre, porém poderia ser mais longo…brincadeira. Foi otimo essas 3h, pude ouvir durante alguns dias indo para o trabalho. Bom, gostaria de dividir com vocês algo que aconteceu pós eleição do Trump. Minha esposa trabalha com imigração empresarial, inclusive para o Brasil e essa semana ela recebeu um email bem interessante da Brazilian Chamber of Commerce in Great Britain. Vou colar o email na integra, que foi baseado em uma materia, que também colocarei o link

    .Donald Trump will become US president on January 20, 2017 and while his campaign was full of headline grabbing pledges, he did not comprehensively outline his domestic and foreign policies. As a result, there is considerable uncertainty about which policies he will pursue in office, and how aggressively he will do so.

    Top six things companies need to know in the wake of the historic 2016 US presidential elections:

    Trade disputes: Trump’s suggested tariffs and his view on existing and future trade agreements might have a strong negative impact on both the US and global economies
    Iran nuclear deal: Trump has strongly criticised the deal. A breakdown of the deal would aggravate regional and sectarian tensions.
    US alliances: Trump embraced a nationalist, isolationist, and transactional foreign policy. This position will create further space for rising powers.
    Syria, Iraq, and Islamic State (IS): Trump will inherit and continue to prosecute offensives against IS strongholds.
    Energy an climate change: Trump could undo most of the Obama administration’s environmental regulation through executive authority.
    Russia: Trump was relatively friendly to Russia during the campaign and could broker a rapprochement for example by cooperation against IS in Syria.

    link do artigo https://www.controlrisks.com/en/our-thinking/analysis/us-election-global-implications-top-six-issues

    Quanto a uma reunião com os ouvintes irlandeses, acho que voces devem agitar uma para os ouvintes Londrinos também, seria muito interessante saber quantos nós somos aqui. Vocé tem acesso a esses dados pela quantidade de downloads do podcast ou pelo youtube? bom, grande abç e nos vemos amanha rsrs

  • Vocês estão de parabéns! Conheci o Xadrez Verbal através de um amigo e até agora não me decepcionou! Continuem esse excelente trabalho!!!!
    E novamente (e nunca será o bastante) parabéns à equipe!

  • Parabéns pelo episódio, mas notei que houve uma simplificação muito forte em relação ao Canadá, pois o país foi comparado a países do Oriente Médio que dependem quase que exclusivamente do petróleo, que não produzia carros, etc. O Canadá produz carros, e não só carros, mas aviões também.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s