Xadrez Verbal Podcast #52 – Brexit, Colômbia e Venezuela

O assunto principal do programa de hoje não poderia deixar de ser o plebiscito que decidiu pela saída do Reino Unido da União Europeia. Questões como o perfil do eleitorado, voto por regiões, consequências políticas internas ao Reino Unido e na União Europeia. E também as consequências globais, com as bolsas e a Libra Esterlina reagindo ao voto democrático. 
Também passamos pela América Latina, falando do desarmamento das FARC na Colômbia e da crise na Venezuela, que continua em impasse na OEA. Nos giros de notícias, fomos ao Oriente Médio, América Central e Brasil, dentre outros. Tudo isso fechado com a semana na História, dicas culturais, peões da semana, uma notícia diretamente da Itália e um Menino Neymar egípcio.
Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira, em menos de uma hora, você se atualiza e se informa.

Dicas do Sétimo Selo e links

Canal Nueva Colômbia 

Texto O que a saída do Reino Unido significa para o futebol

Filme This is England, trailer aqui

Quadrinhos V de Vingança

Filme V de Vingança, trailer aqui

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa. 

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, confira o restante da programação aqui.


assinaturaFilipe Figueiredo, 29 anos, é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.


Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.


Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.


Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

Anúncios

15 Comentários

  • Guilherme Oliveira

    Felipe, como fica o desenho do Parlamento Europeu agora e será que não teremos aceleração dos processos dos países que estão em processo de aprovação, mais especificamente a Turquia?

  • Olá meus caros Figueiredo e Pinto, um excelente programa como sempre. Minhas manhã de sabado são imcompletas sem seu programa, uma vez que devido ao fuso fica dificil ouvir logo após saír. Bom, uma pequena correção, o nome mais forte para proximo líder dos Tories e possível primeiro ministro é o Borris Johnson, ex prefeito de Londres e quem era o maior opositor ao Cameron nas campanhas. O Nigel Farage é uma figura iconica na mídia aqui, por isso tantas fotos dele. Logo após a vitória do leave, ele voltou atras em VARIOS “fatos” propagados na campanha, tais como que com a saída do UK da UE seria possível ampliar em £350 milhões mensais o budget do NHS e admitiu que a Inglaterra vai entrar em recessão, porém nega que haja relação com o brexit. Tem havido dos grandes movimentos muito fortes aqui, um pela independencia de Londres, que conta com mais de 200 mil assinaturas (coisa impossível) e outro de um segundo referendo que ja conta com mais de 3 milhões de assinaturas, coisa corroborada com inúmeras reportagens de eleitores do leave que se dizem arrempendidos, pois não imaginavam que a saída do UK seria tão ruim para economia e outros que na verdade fizeram votos de protestos e não imaginavam que o leave ganharia. Alguns parlamentares estão querendo barrar o progresso da saída, ja prevendo que apesar de ter sido uma eleição legitima, o povo foi influenciado por discursos de ódio e de medo. Outro fato interessante é que alguns analistas dizem que na verdade o Cameron pode ter saído fortalecido, pois o UK realmente só dará entrada da quebra com a UE quando acionar o art 50 do tratado do Lisboa, em quanto isso nada muda. O Cameron ao renunciar disse que não queria essa decisão em suas mãos e que o próximo PM qus se quiser o faça. Ele ficará ainda 3 meses no cargo até a proxima eleição do partido, nesse meio tempo as crises economicas, escocesa, fronteiriça com Irlandas, Gibraltar e Caleis ja teram se desenvolvido e tanto o Borris quanto o Michael só teram a perder, tanto acionando ou não o artigo 5. E para finalizar uma coisa que começou aqui agora e tem saído muita na mídia são agressões ou discriminações contra estrangeiros. Placas e discursos de ódio tem se multiplicado aqui e o engraçado é que é contra todos, não só europeus, paquistaneses, indianos e até mesmo escoceses tem relatado terem sofrido algum tipo xenofobia desde o resultado do plebiscito, como se isso permitisse abrir as portas para a discriminação não velada (coisas presentes de quem vive em pequenas cidades). Bom, espero ter contribuido um pouco, com minha visão de quem está envolvido e de dentro. Grande abraço.

  • Helver Bonilla García

    Les escribo desde el país más septentrional de Suramérica, exactamente desde Bogotá D.C.

    Sou ciudadano colombiano y seguidor número uno de seu podcast acá en Colombia. ¡No me pierdo ninguno!

    Me sorprendió gratamente el análisis que hicieron en el podcast 52 sobre Colombia. Muy imparcial y atinado.

    Sin embargo, en ocasiones ustedes hacen análisis entremezclando sus opiniones personales, y eso les quita credibilidad. Por exemplo: en el podcast del que les hablo ustedes afirmaron que el Ministro de Defensa de Rusia se había entrevistado con el “ditador Assad”.

    Tampoco estou de acuerdo con la forma en que hablan del Gobierno de Venezuela, porque se les nota el sesgo político que existe en ustedes.

    Estoy aprendiendo portugués (el idioma más lindo do mundo) y no se imaginan cuánto me ha servido haberlos encontrado a ustedes, porque los temas que ustedes tocan son mis preferidos.

    Sou advogado e estou presto a servirles en lo que necesiten.

    Espero que el idioma no sea una barrera para seguirnos comunicando.

    (perdonen mi portuñol)

    ¡Obrigado!

    • “Sin embargo, en ocasiones ustedes hacen análisis entremezclando sus opiniones personales, y eso les quita credibilidad. Por exemplo: en el podcast del que les hablo ustedes afirmaron que el Ministro de Defensa de Rusia se había entrevistado con el “ditador Assad”.”

      Não acho que perde credibilidade. Pelo contrário, ganha credibilidade. Isso porque todos tem os seus posicionamentos políticos, mas se fica oculto a gente não sabe qual o viés que há na notícia. Por outro lado, sabendo o posicionamento do veículo ou profissional podemos levar isso em consideração.

      Em resumo: sempre há um viés, por isso é melhor a gente saber para qual lado é do que ficar escondido e a gente ter que descobrir sozinho.

  • oi Filipe / Mathias,

    Excente programa!
    Meu nome é Fellipe faço doutorado aqui na cidade de Delft, na Holanda. Já entrei em contato uma vez com vocês quando tinha saído aquela notícia que os governantes japoneses queriam fechar os cursos de humanas. Vocês se lembram?

    Eu queria contar algo sobre como a notícia do Brexit repercutiu aqui na Holanda.

    Como vocês comentaram no último programa, o líder do PVV e ícone da extrema de direita daqui – o Geert Wilders, já anunciou que é hora dos nederlandeses votarem pela saída da UE (Nexit). Apesar das chances da saída dos Países baixos ser pequena, o Nexit será tema de debate durante as eleições gerais que acontecem em Março do ano que vem. Pra complicar, o PVV aparece na liderença das eleições e pode se tornar maioria em 2017.

    http://www.dutchnews.nl/news/archives/2016/06/dutch-politicians-shocked-by-brexit-vote-see-eu-reforms-ahead/

    Ao contrário da de outros representantes europeus que querem uma saída rápida da UK, O Rutters disse que quer agir com cautela. Mesmo porque a Holanda recebeu 20 BILHÕES de euros ano passado com exportações a UK.

    http://www.dutchnews.nl/news/archives/2016/06/dutch-pm-says-it-would-wrong-to-pile-pressure-on-the-brits-to-pull-out-now/
    http://www.dutchnews.nl/news/archives/2016/06/dutch-earned-e20bn-on-exports-to-britain-last-year/

    Um abraço
    Fellipe

  • Parabéns pelo programa e muito obrigado por nos disponibilizar esse conteúdio!

  • Oi Filipe! Parabéns pelo programa! eu escuto tem um tempo e já consegui arrastar minha namorada pra ouvir, nós adoramos.

    Gostaria de pedir sua ajuda para divulgar uma ação social no Distrito Federal. Sou diretor de ONG’s de uma instituição chamada Laços da Alegria, dá uma conferida aqui: https://www.facebook.com/LacosDaAlegria/?fref=ts

    Nessa época de inverno, realizamos uma ação chamada “Laços do Aconchego”, onde reunimos doações de casacos e cobertores e entregamos para pessoas em situação de rua na rodoviária central da cidade. Além disso, fazemos um sopão que entregamos pra cerca de 300 pessoas junto com as doações. Seria irado se pudesse divulgar a ação, que será realizada agora dia 16 de Julho. Quem morar no DF, pode nos ajudar doando roupas de frio e cobertores, e quem não puder doar isso por estar fora do DF ou por qualquer outro motivo mas mesmo assim quer ajudar, estamos aceitando doações financeiras para comprar os ingredientes da sopa.

    Pode divulgar meu contato pra tirarem qualquer dúvida.

    Obrigado e parabéns novamente!

    Link para o evento: https://www.facebook.com/events/1646123282377987/

  • Guilherme Henrique Camilo da Silva

    Ótimo programa, como sempre, Felipe e Matias. Obrigado por nos manter antenado! Além disso queria dizer que criei uma playlist no Spotify com todas as músicas de finalização que foram indicadas no sétimo selo, o que dá o nome a ela, (todas que eu achei no spotify, já que o Matias adora ir lá no fundo dos underground) e vou continuar atualizando junto com os programas, se vc quiser colocar num post, ou sei lá, segue o link:

  • Olá Filipe! Gosto muito do seu programa, e hoje me surgiu uma dúvida com relação à Venezuela. A imprensa tem noticiado constantemente a situação de caos por lá, com a população passando fome e vários saques sendo realizados. A dúvida é: por que não estamos observado uma emigração em massa de lá? Não era para os venezuelanos estarem indo tentar uma vida melhor na Colômbia ou Brasil?

  • Uma mudança que houve hoje aqui em Londres no dia 30 de junho de 2016. O principal possível sucessor de David Cameron, Boris Johnson (ex prefeito de Londres) anunciou hoje que renuncia a candidatura ás eleições internas dos Tories, dando a entender que não quer ser o responsável pela saída do UK da EU. Esse mesmo Boris foi o principal articulador de campanha do Brexit aqui, encabeçandos em todos os debates e entrevistas. E alguns jornais ja especulam que o brexit não vingará pois nenhum PM quer ter essa responsabilidade.

  • Rafael Bottega, TI em Londres

    Muito boa cobertura do Brexit, uma pena que foi só com motivações da permanência. Muito melhor que a matéria do G1 (link abaixo), com um texto comparável a uma redação do Enem, com erros como “O referendo derrubou também o primeiro-ministro britânico, David Cameron.”, além de colocar casas de apostas como previsão para o referendo.
    Apesar de tudo, eu acredito que em um médio prazo isso será bom para o UK, pois isso retornaria o poder de decisão principalmente sobre a imigração mas também economicamente em relação a outros países. Infelizmente isso está criando uma inimizade com a EU afetando, em um curto prazo, a economia. No dia anterior a votação, a libra estava a 5 reais, já baixou para 4,20 nos últimos dias.
    Nas ruas a sensação é de medo com o futuro. Já foi criada uma petição para um segundo referendo pedindo que a diferença seja de pelo menos 60%, além de protestos que foram marcados pedindo a anulação da decisão.
    Aqui em Londres a dúvida entre os estrangeiros é como que será a situação de vistos depois dai saída, muito já se comenta que logo logo será necessário achar outro país da Europa (#Faustão) para morar. Eu já estou pensando em me mudar para Malta, o que acham?
    Abraço e continuem produzindo este podcast rico em conteúdo. Vida longa as piadas do Matias.

  • Pingback: [Embuste de Bar] A Historia do Brexit - Parte 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s