Xadrez Dominical – Filmes de Dia das Mães

Leitores, o primeiro vídeo do canal do XadrezVerbal já está no ar, falando um pouco sobre a Ucrânia. Não querem perder nenhum vídeo? Acessem o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrevam!

Caros leitores,

Desnecessário explicar o tema do Xadrez Dominical de hoje, né? Sem mais delongas, cinco dicas de filmes e uma menção nesse post de Dia das Mães.

sonataO primeiro filme é Sonata de Outono, de 1978, dirigido pelo Patrono do blog, o diretor Ingmar Bergman. Como ele se liga ao Dia das Mães? O filme é um drama sobre a relação distante entre uma mãe e sua filha (interpretada por Liv Ullmann, uma das musas de Bergman), com direito a desabafos rancorosos e sentimentos reprimidos.

 

Sinopse do AdoroCinema: Após ter sido uma mãe ausente por anos, Charlotte (Ingrid Bergman), uma renomada pianista, vai até a casa de sua filha Eva (Liv Ullmann) para lhe fazer uma visita. Ela se surpreende ao encontrar sua outra filha, Helena (Lena Nyman), que tem problemas mentais. Eva tirou Helena da instituição que Charlotte a havia internado para cuidar dela em casa. A tensão entre mãe e filha começa a crescer devagar até elas colocarem tudo em panos limpos, dizendo tudo que sempre gostariam de dizer.

A segunda dica não é bem um filme, é uma franquia. Como nem tudo na vida é filme dramático ou cult, falo da série Terminator – Exterminador do Futuro. E, ao contrário do que muita gente pode pensar, os dois primeiros filmes, clássicos de James Cameron, não são apenas filmes de ação (estamos falando de 100% no Tomatômetro, gente). São clássicos dos efeitos especiais, do suspense e até do terror, das primeiras obras que abordaram o temor do alcance da informática. Como ele se liga ao Dia das Mães? Além do Exterminador propriamente dito, a principal personagem é Sarah Connor, vivida por Linda Hamilton, mãe e tutora do futuro redentor da humanidade.

 

Sinopse do primeiro filme no AdoroCinema: Num futuro próximo, a guerra entre humanos e máquinas foi deflagrada. Com a tecnologia a seu dispor, um plano inusitado é arquitetado pelas máquinas ao enviar para o passado um andróide (Arnold Schwarzenegger) com a missão de matar a mãe (Linda Hamilton) daquele que viria a se transformar num líder e seu pior inimigo. Contudo, os humanos também conseguem enviar um representante (Michael Biehn) para proteger a mulher e tentar garantir o futuro da humanidade.

O próximo filme é Forrest Gump, vencedor de seis Oscar e uma das maiores obras cinematográficas. O personagem título, vivido por Tom Hanks, possui como motivador principal da trama sua mãe, vivida por Sally Field. Que é apenas dez anos mais velha que Hanks. Como ele se liga ao Dia das Mães? A frase “Minha mãe diz que a vida é como uma caixa de chocolates” já explica. Não entendeu? Assista.

 

Sinopse do AdoroCinema: Quarenta anos da história dos Estados Unidos, vistos pelos olhos de Forrest Gump (Tom Hanks), um rapaz com QI abaixo da média e boas intenções. Por obra do acaso, ele consegue participar de momentos cruciais, como a Guerra do Vietnã e Watergate, mas continua pensando no seu amor de infância, Jenny Curran.

O próximo filme é Erin Brockovich. Caso o leitor não tenha notado, eu estou omitido os subtítulos das traduções brasileiras, pois são, no mínimo, desnecessários. Como ele se liga ao Dia das Mães? A trama, baseada em fatos reais, é sobre uma mulher que ajuda toda uma comunidade que sofre com a poluição causada por uma grande empresa; mas Brockovich foi trabalhar com isso pois é uma mãe solteira e teve que aceitar “qualquer trabalho” para sustentar seus filhos. Rendeu o Oscar para Julia Roberts.

 

Sinopse do AdoroCinema: Erin (Julia Roberts) é a mãe de três filhos que trabalha num pequeno escritório de advocacia. Quando descobre que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o assunto. A partir de então, utilizando-se de todas as suas qualidades naturais, desde a fala macia e convincente até seus atributos físicos, consegue convencer os cidadãos da cidade a cooperarem com ela, fazendo com que tenha em mãos um processo de 333 milhões de dólares.

O último filme é um filme baseado em fatos reais, sobre a vida de uma mãe que rendeu um Oscar para a protagonista. Não, não estou repetindo o filme. É Um Sonho Possível, adaptação de The Blind Side; o título traduzido seria O Lado Cego, expressão utilizada no futebol americano, mas não faria muito sentido no Brasil. Como ele se liga ao Dia das Mães? Sandra Bullock interpreta Leigh Anne Tuohy, uma mãe de uma típica família de classe alta do meio-oeste dos EUA, que se aproxima, e eventualmente adota, Michael Oher, um garoto negro de singelos 1.93m de altura e 140kg. Oher tem um passado familiar péssimo, vem de um bairro pobre e violento. E, com a ajuda de Leigh Anne, supera tudo e vai jogar na NFL, a liga profissional de futebol americano dos EUA, como uma das principais escolhas do seu ano. Filmaço. Você pode acessar o perfil do atleta aqui ou ler uma minibiografia, em inglês, no site de sua antiga equipe, os Baltimore Ravens. 

 

Sinopse do AdoroCinema: Michael Oher (Quinton Aaron) era um jovem negro, filho de uma mãe viciada e não tinha onde morar. Com boa vocação para os esportes, um dia ele foi avistado pela família de Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock), andando em direção ao estádio da escola para poder dormir longe da chuva. Ao ser convidado para passar uma noite na casa dos milionários, Michael não tinha ideia que aquele dia iria mudar para sempre a sua vida, tornando-se mais tarde um astro do futebol americano.

A menção também é para um filme. Um filme brasileiro. Central do Brasil, de Walter Salles, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1999, com Fernanda Montenegro indicada ao Oscar de Melhor Atriz, em rara ocasião de indicação por uma atuação em idioma que não o inglês. Agora, o motivo de ser uma menção? É porque é um filme brasileiro? Não, é porque não é um filme exatamente de relação mãe e filho, já que a personagem Isadora não é a mãe do menino Josué, os dois protagonistas. A trama conta justamente como essa relação cresce, se aproxima e…bem, assistam.

 

Sinopse do AdoroCinema: Dora (Fernanda Montenegro) trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, Rio de Janeiro. A escrivã ajuda um menino (Vinícius de Oliveira), após sua mãe ser atropelada, a tentar encontrar o pai que nunca conheceu, no interior do Nordeste.

Gostaram? Não gostaram? Mais dicas? Comente.

*****

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial. E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

 

 

Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s