Xadrez Dominical (18) – Vinicius e Sobibor

Caros leitores,

Pela importância dos dois aniversários, não podia escolher um em detrimento de outro. São dois temas que não tem ligação, então, se fizesse um post extenso, ficaria poluído e desconexo. Então, decidi por um post curto e direto ao ponto, com só duas dicas, ambas já colocadas aqui. Não tem desculpa para não assistir, ou dizer que era “coisa demais”.

Segunda-feira, 14 de Outubro, fez 70 anos da mais famosa fuga em massa de um campo de extermínio (que diferem dos campos de concentração, diga-se, existiam os dois tipos) durante a Segunda Guerra Mundial, a fuga de Sobibor, na Polônia. Cerca de 250 mil judeus e prisioneiros soviéticos foram exterminados em menos de um ano no local, por meio de câmaras de gás. Após a fuga de parte dos prisioneiros, os nazistas desativaram o campo e tentaram destruir as evidências do crime. Hoje existe um memorial no local. O episódio é retratado no filme Fuga de Sobibor, de 1987, cujo principal nome é Rutger Hauer (o replicante de Blade Runner), que ganhou um Globo de Ouro por sua performance.

Imagem: PRAVAS & PRAVAS

Imagem: PRAVAS & PRAVAS

Caso tenha preguiça, não queira, ou qualquer desculpinha, para baixar/procurar/alugar, cá está o filme, inteiro e legendado em português (caso as legendas não entrem automaticamente, vá nas configurações do vídeo)

 

Ontem 19 de Outubro, foi o centenário de nascimento de Vinicius de Moraes, diplomata, poeta, compositor, autor e bebedor. Existem algumas anedotas sobre sua expulsão do Itamaraty pelo AI-5. Um das que tem mais chance de ser verdade é de que, ao ser notificado da expulsão dos “boêmios” dos quadros do governo, respondeu: “Eu sou bêbado!”.

Não sou profundo conhecedor de sua obra, para ser honesto. Mas ela é parte importantíssima da cultura brasileira e recomendo o documentário Vinicius (o link do Youtube está com o título errado, como se fosse seu nome inteiro). Conta com diversas entrevistas, como Chico Buarque e Antônio Cândido, e cenas de arquivo. Vale bastante a pena.

Imagem: PARAMOUNT

Imagem: PARAMOUNT

Novamente, caso tenha preguiça, não queira, ou qualquer desculpinha, para baixar/procurar/alugar, cá está o documentário, na íntegra.

 

Tem mais dicas? Gostou, não gostou? Comente aí!

*****

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial.

Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s