Ato II: Patriota, Saboia, Roger Pinto e o Itamaraty

Caros leitores

Como disse ontem, os danos do caso do senador Roger Pinto seriam maiores ao Itamaraty e ao então chanceler Antônio Patriota. E, aparentemente, não estava errado. Antônio Patriota pediu demissão do cargo, e já foi alocado para a representação brasileira nas Nações Unidas em Nova Iorque; o diplomata Eduardo Saboia, teoricamente o responsável pelo traslado do político boliviano, foi afastado enquanto responde inquérito de sindicância interna; Roger Pinto dará entrevista hoje, dia 27 de Agosto, no Senado brasileiro; O Itamaraty…bem, é uma história mais complexa.

Patriota, ao pedir demissão, manteve a postura e impediu maiores constrangimentos públicos que poderiam decorrer de um afastamento, possibilidade concreta devido o possível desgaste da relação entre Patriota e Dilma Roussef. De acordo com o ex-embaixador Rubens Antonio Barbosa, foi uma “saída honrosa”. Serve de resposta para a opinião pública, evita maiores desgastes na imagem do cargo e mantém a carreira de Patriota em um patamar considerável; o fato de ser alocado para a representação na ONU em Nova Iorque não apenas o coloca em um bom posto, mas trabalhará ao lado de seu irmão, além do fato de sua esposa, Tania Cooper Patriota, ser estadunidense.

Eduardo Saboia ficará afastado e terá que esperar. Sua sindicância pode resultar em punições variadas, desde advertência oral até exoneração do cargo. Pessoalmente, acredito que ficará em algo no meio desses dois extremos. Saboia deu algumas declarações, de caráter defensivo, provavelmente resultado dos seus dias mais recentes, certamente carregados. Quanto a Roger Pinto, ainda não sei que tipo de declarações ele fará, pois escrevo este texto na madrugada do dia 27, embora garanta aos leitores que farei algum comentário. Uma coisa é certa: ele usará de sua condição de liberdade em uma democracia para ser porta-voz de seu grupo político, consequentemente, a oposição à Evo Morales. Se isso causará mais constrangimentos entre os dois países, descobriremos.

E o Itamaraty? Bem, nos últimos anos, desde o final do ano de 2009, com o episódio envolvendo o ex-presidente hondurenho Manuel Zelaya e o governo brasileiro, o Itamaraty vem sofrendo uma dose considerável de críticas da imprensa, das mais razoáveis até as mais venais. A imagem do Ministério das Relações Exteriores sofre justamente por ter readquirido, nos anos 2000, a posição proeminente na política nacional que estava um pouco eclipsada. Aumenta-se a participação e exposição, aumenta a cobrança e a perseguição. A relação entre o Itamaraty e a opinião pública é tema de obras e teses, e certamente retomarei o tema por aqui. Mas, o prejuízo momentâneo pode ser gerenciado.

O novo chanceler já foi decidido: Luiz Alberto Figueiredo (sem parentesco com o blogueiro), que, curiosamente, ocupava o posto que será de Antônio Patriota, nas Nações Unidas. Antes desse posto, Figueiredo foi chefe da Subsecretário-Geral de Meio Ambiente, Energia, Ciência e Tecnologia do Itamaraty, e é considerado de perfil negociador e incisivo (o que combina com a Presidenta, convenhamos); mas, principalmente, Figueiredo foi o negociador-chefe da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável,  conhecida como Rio+20, que resultou em proposta brasileira com consenso dos 192 países presentes, e também “salvou” a Conferência das Partes para a Convenção sobre Mudança Climática de Durban, em 2011.

O novo chanceler Figueiredo, à esquerda, ao lado do ex-chanceler Patriota, na Rio+20.  Foto: Reprodução

O novo chanceler Figueiredo, à esquerda, ao lado do ex-chanceler Patriota, na Rio+20.
Foto: Reprodução

Mais que isso, o fato de ser um diplomata de carreira (não custa lembrar que o cargo de chanceler é discricionário da Presidência da República, e no passado recente tivemos alguns exemplos de chanceleres que não eram diplomatas de carreira) mantém o prestígio da classe. Em Setembro ocorrerá a reunião do G-20, em São Petersburgo, e no ano que vem o Brasil será a sede da reunião anual dos Chefes de Estado dos BRICS; cito as duas ocasiões como ótimas circunstâncias à curto prazo para que a diplomacia brasileira ganhe prestígio, tanto no exterior mas, especialmente, dentro de nosso país. A relação entre o Itamaraty e a opinião pública pode se beneficiar, e muito, da renovação, não apenas de imagem, decorrente do novo chanceler.

*****

Acompanhe o blog no Facebook e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita.

Anúncios

4 Comentários

  • Pingback: Último Ato: Posse de Luiz Alberto Figueiredo Machado | Xadrez Verbal

  • Tinha lido seu texto sobre a posse do Figueiredo e, apesar de ter considerado uma boa descrição do evento, senti falta de uma opinião sobre o assunto. Por isso, li o segundo (este).

    Gostei bastante de sua visão do assunto. Além disso, lembrou-se de praticamente todos os atores dessa “fuga” espetacular. Cheguei de viagem hoje e encontrei uma ótima atualização. Sendo honesto, faltaram os fuzileiros e o ministro da Defesa (e talvez o da Justiça?). Fiquei curioso sobre eles…

    Quanto ao senador, deixo a minha opinião. Não acho que ele vá causar mais constrangimento do que já faz a sua simples presença. No Brasil, o asilado é impedido de manifestar-se politicamente. Neste caso específico, acredito que tal regra será acompanhada de perto.

    • Caro Diego,

      Obrigado pelos elogios e fico feliz que tenha sido uma boa atualização. Espero que tenha chegado bem de viagem.

      Sobre os fuzileiros, eu pensei nisso, mas a única fonte que tinha era o comunicado oficial da Defesa, ou seja, ficaria um pouco árido; além disso, envolver a Defesa implicaria colocar Celso Amorim na equação, o que poderia “poluir” o texto.

      No caso de manifestações políticas do asilado, bem, sou um pouco mais cético. Não que ele terá quinze minutos exclusivos na Rede Globo, mas, por exemplo, sob o pretexto de uma inocente entrevista, nunca se sabe…

      Novamente, obrigado pelos elogios e bem-vindo ao espaço.

      Um abraço

  • Pingback: Resumo da Semana – 26/08 a 01/09 | Xadrez Verbal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s