Xadrez Dominical (8) – Delatores

Caros leitores

Sim, hoje é Dia dos Pais, mas achei que não combinaria muito como tema de um Xadrez Dominical; além disso, dois dos textos dessa semana foram sobre o mesmo assunto, o caso Edward Snowden. Então, o Xadrez Dominical de hoje será sobre outros whistleblowers, assopradores de apito, delatores, gente que joga a m. no ventilador, escolha sua definição.

De início, um esclarecimento: não lembrei nem achei nenhuma música sobre o tema ou sobre algum famoso delator. Então, se você conhece, sinta-se a vontade para citar nos comentários.

Primeiro, filmes.

Meu filme preferido sobre o tema é O Informante, com Russel Crowe e Al Pacino, que recebeu sete indicações ao Oscar. Filmaço, tenso, baseado em fatos reais. Jeffrey Wigand é um químico, responsável pela pesquisa em uma grande empresa de cigarros, e decide denunciar que as empresas do ramo intencionalmente manipulam seus produtos para aumentar o vício do fumante.

Falando em Al Pacino, Serpico é considerado uma das melhores atuações de Pacino. Baseado na história real de Frank Serpico, um jovem policial que decide ventilar esquemas de corrupção dentro da Polícia de Nova Iorque. Valeu uma indicação de Oscar de Melhor Ator para Pacino.

Outro filmaço do estilo é Todos os Homens do Presidente, indicado ao Oscar de Melhor Filme. Ele trata do que talvez seja o caso de whistleblower de maior impacto do século XX, o caso Watergate, em que dois jornalistas veiculam detalhes (dados pela fonte batizada de forma pioneira como Garganta Profunda) do caso que causou a renúncia do Presidente dos EUA Richard Nixon.

Existem vários outros filmes sobre o tema, mas fico por aqui. Pensei em fazer o post inteiro apenas sobre filmes, mas achei muito “poluído”, então, um trio de indicações de filmaços vale mais a pena. Pode assistir os três, não vai se arrepender.

Documentários. Enron: The Smartest Guys in the Room é um documentário de 2005, baseado no livro homônimo. Desconstrói a história do famoso colapso da empresa de energia Enron, cujos balanços e contas eram forjados e inflacionados e, quando a bolha finalmente estourou, levou milhares de pessoas à falência e dezenas de seus executivos aos tribunais. O documentário conta com as entrevistas de dois delatores do caso.

O outro documentário eu assisti recentemente; sinceramente, esperava mais. Achei ele um tanto quanto “omisso” em alguns temas. Mas, ainda vale muito, afinal, se trata da maior ferramenta de vazamento de informações já feita: We Steal Secrets: The Story of WikiLeaks.

Livro. Só li um livro especificamente sobre o tema, que ganhei de presente já tem alguns anos, um presente bastante especial. O Traidor conta a história real de um mafioso que delatou dois policiais que trabalhavam como executores para a Máfia. Ele consta como esgotado, mas deve ser possível acha-lo em sebos, ou, se puder, no idioma original (ainda é editado lá fora).

2464462

Agora, e sobre o Brasil? Afinal, temos alguns casos bem famosos de delatores por aqui. No ramo político, cronologicamente, temos Pedro Collor que, numa entrevista a revista Veja, denunciou os esquemas de corrupção de PC Farias, tesoureiro da campanha do então Presidente Fernando Collor, irmão do entrevistado. A entrevista pode ser lida na íntegra.

Alguns anos depois, Roberto Jefferson denunciou o esquema que ficou conhecido como “mensalão”. Um estranho caso de corrupto confesso que se tornou celebridade. A fonte mais interessante sobre o episódio, em minha opinião, é a sua participação no programa Roda Vida; infelizmente, não achei o programa disponível em vídeo, mas você pode ler a transcrição da entrevista. Ou, se preferir, pode comprar o DVD (acho que o custo-benefício não vale, mas aí é pessoal).

propinodutoRecentemente, desde meados de Julho de 2013, a empresa Siemens denunciou esquemas de corrupção, um “propinoduto”, envolvendo as obras de metrô e trens de São Paulo e o PSDB e seus principais nomes, como José Serra, Geraldo Alckmin e o falecido Mário Covas. O principal veículo das denúncias tem sido a revista IstoÉ; a primeira matéria da revista está aqui, e você pode facilmente achar outras matérias do mesmo tema no site.

Finalmente, um livro que não chega a ser uma “delação”, mas é um bom exemplo nacional do tema. Rede de Intrigas, de Roberto Lopes, desconstrói alguns mitos sobre a indústria bélica brasileira e revela alguns detalhes que, até o lançamento do livro, eram ignorados. Infelizmente, acredito que só possa ser encontrado em sebos.

Espero que tenham gostado.

*****

Acompanhe o blog no Facebook e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita.

Anúncios

2 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s