Xadrez Verbal Podcast #282 – Olimpíada de inverno, Ucrânia e Atila #52

Continuamos nos Jogos Olímpicos de Pequim, falando da sugestão de Antônio Guterres sobre os uigures e outras notícias do Pacífico. Damos uma volta pela Europa, atualizando tudo sobre a Ucrânia e outras notícias do continente. No noticiário da pandemia, Atila Iamarino fala sobre hamsters e porcos. Além disso tudo, giramos pelo mundo, a semana na História, Economia com a professora Vivian Almeida, peões da semana e dicas culturais abrindo mais um ano da sua revista de política internacional em formato podcastal!

Você nem sempre tem tempo, mas precisa entender o que acontece no Mundo, ainda mais porque o planeta está uma zona. Toda semana, Matias Pinto e Filipe Figueiredo trazem pra você as principais notícias da política internacional, com análises, críticas, convidados e espaço para debate. Toda sexta-feira você se atualiza e se informa.

Livro Adultos, de Emma Jane Unsworth

Minissérie O livro de Boba Fett

Livro Caça às suásticas: o Partido Nazista em São Paulo sob a mira da Polícia Política, de Ana Maria Dietrich

Matéria EUA ignoram pedido do Brasil e uso de algemas em deportados vira impasse, por Raquel Lopes

Carta aberta ‘Guerra à Ucrânia coloca em risco a Rússia’

Matéria Suicídios de militares: o custo silencioso da guerra na Ucrânia, de Joel Gunter

Matéria Erradicar pobreza global requer R$ 8,4 tri por ano, diz estudo, Por Eduardo Cucolo

Podcast Canadá Agora

Filme No

Música de encerramento Chile, la alegría ya viene, com Claudio Guzmán e Rosa Escobar

Playlist das músicas de encerramento do Xadrez Verbal no Spotify

Canal do Xadrez Verbal no Telegram

Minutagem dos blocos, cortesia dos financiadores do Xadrez Verbal

  • 00:01:30 – Giro de Notícias #01
  • 00:21:20 – Coluna Aberta: Bacia do Pacífico
  • 01:44:20 – Efemérides: A Semana na História
  • 01:50:05 – Match: Especial Coronavírus, com Atila Iamarino
  • 02:37:05 – Xeque: Velho Continente e Espaço Pós-Soviético
  • 03:38:10 – Gambito da Dama: Erradicação da Pobreza
  • 03:52:20 – Giro de Notícias #02
  • 04:06:05 – Peões da Semana
  • 04:07:35 – Sétimo Selo
  • 04:13:40 – Música de Encerramento

Ouça o podcast aqui ou baixe o programa (clique com o botão direito do mouse e use a opção “Salvar como” para baixar)

Você também pode assinar o podcast via RSS ou no iTunes, além, é claro, de acompanhar o blog.

A revista de política internacional do Xadrez Verbal é feita na Central 3, que está no Apoia-se

Filipe Figueiredo é tradutor, estudante, leciona e (ir)responsável pelo Xadrez Verbal. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, sem a pretensão de se rotular como historiador. Interessado em política, atualidades, esportes, comida, música e Batman.
Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

Acompanhe o blog no Twitter ou assine as atualizações por email do blog, na barra lateral direita (sem spam!)

E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Caros leitores, a participação de vocês é muito importante na nova empreitada: Xadrez Verbal Cursos, deem uma olhada na página.

22 Comentários

  • Diogo Maia de Carvalho

    Bom dia, boa tarde, boa noite a todos. Parabéns por mais uma edição.

    Em primeiro lugar, preciso parabenizar o Filipe por se conter e não ser clubista mesmo gravando a um dia de mais um jogo do Palmeiras na decisão de um Mundial de Clubes.

    Em segundo lugar, gostaria de deixar registrada aqui uma grande perda para a música que eu pensei que seria citada no programa, que foi a do Ian McDonald, fundador do King Crimson, que perdeu a batalha contra o câncer nesta semana.

    Abraços de BH.

    • Leonardo Gois da Fonseca

      Essa história de Russia vs Ucrânia tá ajudando o Putin a dar uma melhorada na imagem internamente depois do desastre na condução da pandemia? Aliás. Internamente esse exagero de mortes atingiu a imagem dele?

      Essa insistência dos EUA em dizer que a Rússia vai invadir a Ucrânia pode ser desinformação russa que o serviço de inteligência dos EUA engoliu, ou estou assistindo muito filme de espião?

  • Valeu, Filipe e Matias, por mais um episódio.

    Abs.

  • Salve, sou fã e já comentei aqui algumas vezes.
    Sobre a noticia da CIA roubar os dados das pessoas e coisa tal. Só tenho uma coisa a dizer: Nada me surpreende depois do Wikileaks. SImples assim

  • Olá equipe do Xadrez verbal, vcs que me fizeram estudar matérias e matérias de politica internacional desde o ensino médio pela paixão q me despertaram no assunto. Só um pequeno adendo/correção sobre o caso do Hanbok coreano, essa é uma vestimenta tanto feminina quanto masculina(digo pois vivemos numa sociedade em que um mal entendido nisso causa mais preconceito ainda sobre asiáticos). A Coréia tem esses símbolos bem vívidos, inclusive entre os mais jovens recentemente(no Kpop há uma crescente de manifestações estéticas da cultura tradicional), desembocando até em episódios, só para curiosidade, de aumentos significativos da venda do hanbok, relatados por fabricantes – principalmente a versão modernizada e casual que está bem em alta – , devido a seu uso por celebridades sobretudo da música.
    Desculpem o comentário por coisa pouca. Obrigada por sempre fazerem o programa, eu q sofro toda a sexta esperando o próximo ep sair kkkkkk

  • oiê!

    não consegui abrir o especial da armênia =[
    vcs poderiam dar uma olhadinha?

    muitas beijokas

  • Imagina a Europa nessa sinuca. Uma encrenca no quintal de casa, correndo o risco de uma enxurrada de refugiados, sem poder arrumar encrenca com os russos e não melindrar os EUA

  • Olá pessoal. Vocês comentaram sobre a tentativa francesa de apoio aos protestos no Canadá. Não me recordo se foi o Matias ou o Filipe que mencionou que não entendia o porquê já que o protesto era em Ottawa. No entanto, na semana passada, alguns dos que protestavam em Ottawa vieram para cá, Québec (a capital) e fizeram protestos (de sexta até domingo). Por incrível que pareça, o protesto foi pacífico – sem queima de carros, caminhões, etc (e olha que tava frio!). Segundo a imprensa local, o maior problema foi mesmo o buzinaço. No entanto, o prefeito de Québec, Bruno Marchand, preparou uma série de bloqueios na parte antiga da cidade (ao redor dos muros) e do parlamento, para impedir que os caminhoneiros protestassem dentro ou atrapalhassem o trânsito. E domingo à noite, quando a polícia estava prestes a multar e guinchar os caminhoneiros, todos saíram pacificamente (prometendo voltar na semana que vem).

  • Sou Arquivista e quero meu abraço no próximo programa, sob a ameaça de disponibilizar as melhores salas de consultas para os jornalistas ao invés dos historiadores.

    Piada à parte, se nos EUA 15 caixas de documentos públicos (menos que uma estante) são motivos de notícia. Aqui 10 contêineres de documentos históricos de um único presidente quase são jogados fora e o que vira escândalo é quem pagou pela custódia. Já no caso do Bolsonaro, o azar dele é que a classificação de sigilo ajuda no processo de custódia destes documentos.

    “Que Deus tenha misericórdia dessa Nação. Pam, pam, pam, pam…”

  • Eu não acredito que no tempo 3:35:35 vocês não fizeram menção ao “delírio da 5a série” com o nome da ex-chefa da polícia de Londres, a Cressida Dick (ou crescida r**)

  • Olá, meus caros. Ouvinte-arquiteto aqui, salve salve!

    Sobre a questão do uso da arquitetura (e do ritual) como arma diplomática e a recepção do Macron, assisti recentemente e recomendo este pequeno video-documentário (em inglês) que mostra como os Bizantinos impressionavam (ou sacaneavam) os embaixadores estrangeiros, O canal do vídeo, Invicta (zero jabá) tem dados bem interessantes de história antiga e medieval, que não se restringem à história militar (mas a incluem), e também abarcam história social e política.

    Lendo sobre o tratamento que o Presidente brasileiro está tendo na Rússia (cinco testes de covid, confinamento, etc), o vídeo parece ainda mais atual.

  • Olá Filipe e Matias.
    Nesta semana, mais especificamente dia 17, chego a minha maioridade e com toda certeza seria muito mais feliz com um “salve” de aniversário vindo de vocês.
    AMO o programa, que além de me trazer um conhecimento de mundo ABSURDO, já serviu como apoio para diversos projetos escolares, como um sobre os curdos e outro sobre a Caxemira, por exemplo.
    Além disso, graças ao programa tive uma certificação maior ainda sobre a carreira profissional que devo seguir, o curso de Relações Internacionais.
    Vocês não tem noção o quanto sou grato por conhecer esse maravilhoso podcast, que já me ensinou tanto e não canso de recomendar para amigos e até professores.
    Desde já, muitíssimo obrigado e abraços!

  • Salve Matias e Filipe,

    Passando apenas para agradecer por mais um programa sensacional, e dizer que Gazpacho é bom pra C$#%*@$. Recomendo ao Filipe provar essa iguaria, aposto que não vai se arrepender.

    Abraços fraternos,

    André

  • Salve!

    Uma pergunta para o Átila, se for possível de chegar até ele:
    Você comenta que: Hong Kong identificou o vírus nos hamsters. Que, quando teve casos em um funcionário de pet shop, saíram testando tudo o que podiam.
    Quem é que é responsável por isso? Qual instituição vai atrás de testar animais, pessoas próximas e etc? É o próprio Ministério da Saúde de cada país? São faculdades?
    No Brasil isso existe? Alguém testa animais quando percebe um surto localizado? Se não é feito, como deveria ser feito?

    Se conseguir chegar a pergunta até ele, agradeço!
    Ricardo

  • Luís Felipe Gonçalves

    Olá , Filipe e Matias, só gostaria de colocar uma pequena correção de pronúncia, um dos oblast mencionados pelo Filipe foi mencionado como Vorojniév, mas lê-se, na verdade, como Voroniéj (ou Voronezh, na versão transliterada do cirílico para o latim). E gostaria também de mencionar que as entidades federetivas se dividem em mais graus além de Repúblicas e Oblasts, há também os Okrugs Autônomos, que possuem uma minoria étnica reconhecida mas sua política é parcialmente administrada por um Oblast, com a exceção do Okrug Autônomo de Tchukotka; os okrugs de Khanty-Mansi (Yugra) e de Yamalo-Nenets são administrados conjuntamente pelo oblast de Tyumen, e o okrug de Nenets é administrado pelo oblast de Archangelsk. Tem também os Krais, que administrativamente não se diferem dos oblasts mas possuem uma importância mais simbólica e histórica por terem sido de regiões de fronteira; são os krais de Krasnodar, Stavropol, Perm, Altai, Krasnoyarsk, Transbaicália, Khabarovsk, Primorsky e Kamtchatka. Há também as Cidades de importância federal, que são Moscou, São Petersburgo e Sevastopol. Por fim, o único de seu tipo, o Oblast Autônomo Judeu, um produto da política de Korenizatsyia, ou nacionalização, na década de 30, com o objetivo de criar um lar para os judeus soviéticos, embora atualmente menos de um por cento da população seja de origem judaica. Desculpem o textão, mas não pude evitar hahahaha. Tudo de bom para voces.

  • Filipe, o Enes Kanter está sem time mesmo. O Houston só dispensou. Agora o Enes Freedom está retwitando congressistas conservadores que dizem que ele está sendo retaliado por criticar a China. Interessante descobrir qual é a opinião desses mesmos congressistas sobre a dispensa do Kaepernick na NFL.
    Os General Managers das franquias da NBA, quando perguntados, dizem que o Kanter não marca e que já não estava valorizado em termos de basquete. Interessante lembrar que o dirigente Daryl Morey ainda está empregado e inclusive fez a troca do James Harden na semana passada, mesmo após ter feito comentários críticos à China também.
    Vocês podem encontrar os detalhes nesse link: https://heavy.com/sports/brooklyn-nets/ben-simmons-daryl-morey-trade/, na parte “End of the Line for Freedom?”.

  • Primeiro gostaria de mandar um abraço ao Matias e Filipe, como sempre trazendo o melhor conteúdo da podosfera BR!

    Moro na Bélgica e o preço do gás subiu um absurdo esse ano. Acabei de me mudar e precisava escolher com o fornecedor pagar uma taxa fixa ao longo de todo ano com base no preço de agora, ou uma taxa variável que flutua de acordo com o mercado. Pagando o preço fixo a estimativa de consumo médio da companhia é de 1400 euros anuais para uma casa com duas pessoas. Mesmo o preço estando altissimo, fechei com a fixa logo pois eu que não vou esperando se o Putin vai ou não decidir fechar o registro do gás e me ferrar financeiramente!

  • Matia e Filipe, o quanto a relação do negócios do filho do Biden com os ucranianos mais a suposta interferência (que não duvido que aconteceu) dos russos na eleição americana de 2016, ainda alimenta a paranoia dos Democratas do governo americano em ‘guerra eminente’ entre Ucrânia x Rússia? Convenhamos que a política externa não tem sido um forte da administração Biden. Abraço de Caucaia-CE.

  • Uma pequena correção de uma canelada cultural. O “pedro e o lobo” que trata da mentira é uma adaptação recente de “o pastorzinho e o Lobo”, do Esopo. O “pedro e o Lobo” do Prokofiev é uma peça para ensinar oa instrumentos de orquestra para crianças (mas vale pra adultos também).

    Se der, mandem um abraço pro Giu Iannarelli que escuta vcs na Polônia e pro Lucas Couto que vos ouve em Portugal!

    Um grande abraço virtual

  • Aproveito para parabenizar os que, assim como eu, fazem aniversário nesse palíndromo, 22/02/2022.
    Assim como no dia de hoje, também nasci numa terça-feira.

    Aproveito para deixar a dica do documentário Most Dangerous Ways to School no Canal de Youtube Free Documentary.
    Quem reclama porque tem que acordar de 5 da manhã para pegar o busão da escola pode acabar revendo seus conceitos ao assistir esse documentário.

  • Sou muito fan de vocês.na pandemia pra esfriar a cabeça criei blog de escudos de futebol do mundo todo.em boa qualidade tenho colaboradores faço por hobby porque como vocês sou maluco forte abraço
    Ass: Reinaldo F. Da Silva
    https://escudosfutebolmundo.blogspot.com/

  • Olá pessoal,

    Em relação à situação energética alemã, a grande questão atual do país se reduz ao quociente MW/m² (Energia por área de ativos).
    Ambas as vertentes eólica e solar demandam largas quantidades de área construída.

    A critério de simples comparação, as Angras 1 e 2 têm potência de 2000 MW ocupando menos de 1 km².
    Já um parque eólico moderno médio com potência de 275 MW requer uma distribuição ao longo de uma área de 100 km².
    10x menos potência em uma área 100x maior. Alternativamente, tem-se o esforço de hibridizar o uso do espaço com agricultura e pecuária.

    Por sinal, trabalho como consultor técnico em energias renováveis há 7 anos.
    E trabalho ouvindo sempre o Xadrez, Repertório, Fronteiras desde sempre. Um abraço cearense!

Deixe uma resposta para Hélio Farias Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.