Complemento e referências ao vermelho na Copa e a conspiração comunista

Caros leitores,

Faço hoje um breve complemento de referências sobre o post que trata da presença da cor vermelha na logo da Copa do Mundo 2014 e o fato de isso ser uma suposta demonstração de partidarismo eleitoral ou de conspiração comunista para dominação mundial.

A primeira referência é de Daniel Campos, autor do texto Logo Copa 2014: design e negócios, no site LOGOBR. Daniel Campos é designer especializado em gestão de marcas e identidades visuais e faz uma análise da logo tanto estética, especialmente no que tange às formas da logo, quanto da perspectiva de negócios.

Ao ser perguntado sobre o assunto, Campos respondeu que “A teoria da conspiração, a parte de qualquer convicção política, beira a paranoia, como você disse. É claro, evidente, perfeitamente factível que não tem qualquer ligação política o uso do vermelho.”

Ao comentar o texto publicado aqui no Xadrez Verbal: “Sobre analisar o uso do vermelho no logotipo, é uma teoria. Também. Sem conversar com pessoas envolvidas na criação do logotipo, qualquer tentativa de entender o real motivo do vermelho é mera especulação. No entanto, o contexto do seu artigo o valida”.

A próxima referência é Bruno Ávila, autor do texto Os erros e acertos do Logotipo da Copa do Mundo Brasil 2014, em seu site, que leva seu nome. Bruno Ávila é publicitário e webdesigner desde 1996, e fez uma análise crítica da logo da Copa do Mundo 2014.

Seu texto contém, inclusive, um pequeno parágrafo exclusivo sobre o uso da cor vermelha. Reproduzo: “Por que 2014 em vermelho? O toque de vermelho é compreensível pelo ponto estético, já que ele acaba sendo um ponto focal graças a cor forte característica do vermelho frente ao verde e amarelo. Porém não houve uma identificação com as cores brasileiras. Portanto a cor vermelha ficou ausente de significado.”

Após contato, Bruno Ávila comentou: “não vejo conspiração comunista ou algo ligado ao PT, vejo o criador simplesmente querendo destacar o 2014, o vermelho combina bem ali, o que não harmoniza é o vermelho com o Brasil, mas harmoniza com o amarelo e o verde”.

Espero que os leitores gostem das duas referências de textos e dos comentários de seus autores, e que achem tão interessantes quanto eu achei.

Finalmente, agradeço tanto ao Daniel Campos quanto ao Bruno Ávila por terem autorizado a citação de seus textos e pela atenção dedicada em responder as perguntas do Xadrez Verbal.

*****

Como sempre, comentários são bem vindos. Leitor, não esqueça de visitar o canal do XadrezVerbal no Youtube e se inscrever.

*****

Caso tenha gostado, que tal compartilhar o link ou seguir o blog?

Acompanhe o blog no Facebook e no Twitter e receba notificações de novos textos e posts, além de outra plataforma de interação, ou assine o blog com seu email, na barra à direita da página inicial. E veja esse importante aviso sobre as redes sociais.

Anúncios

4 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s